Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Interlúdio cómico na Sic notícias

por José Mendonça da Cruz, em 15.08.19

O zelo da Sic notícias na defesa dos socialistas e no ataque a quem quer que os incomode teve hoje um pequeno sobressalto cómico no jornal das 19. Para atacar o Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas, a Sic contava com a apresentadora, um Pedro qualquer da redacção, e julgou ficar descansada convidando Raquel Varela. Mas Raquel Varela não lhes fez o recado, muito ao contrário: lembrou que os motoristas são obrigados a trabalhar entre 40 e 50 horas semanais por cerca de 600 euros; que o seu sindicato está mobilizado e tem grande proximidade com os associados; que as greves se destinam a causar incómodo e a prejudicar o negócio; que os trabalhadores têm direito à greve e, naturalmente, a provocar efeitos políticos com a greve, visto também serem eleitores; que há uma campanha negra contra o porta-voz do sindicato; que o governo está a atacar o direito à greve, nomeadamente obrigando membros das forças policiais a trabalhar dezenas de horas diárias de borla.

Nada do que Raquel Varela disse era cómico, e era tudo verdade. Cómico foi ver a apresentadora a torcer-se em sorrisos tentanto contrapor palermices (logo rebatidas por RV) e o Pedro qualquer coisa da redacção da Sic a torcer-se em contradições confrangedoras, a dizer que o direito à greve é muito bom, mas que outra coisa muito diferente são greves que produzam efeitos.

Se a Sic ainda tiver jornalistas em vez de pobres diabos desejosos de agradar ao poder eles terão morrido de vergonha.

Autoria e outros dados (tags, etc)



14 comentários

Sem imagem de perfil

De separatista-50-50 a 15.08.2019 às 21:30

PARA O EUROPEU DO STATUS-QUO A MÃO-DE-OBRA SERVIL É CARNE PARA CANHÃO
.
.
O trabalho do status-quo anti-racista europeu (do presente) é a continuação do trabalho do status-quo racista europeu (do passado):
1- garantir o acesso a mão-de-obra servil ao desbarato;
2- eliminar intenções autóctones que prejudicam investimentos.
.
O criticado do pelo anti-racista europeu (a elite financeira que no passado explorou a escravatura... e que... hoje em dia pretende fazer negociatas com mão-de-obra servil ao desbarato) É SIMULTANEAMENTE O ALIADO do anti-racista europeu:
- ambos destilam ódio/intolerância para com intenções identitárias que prejudicam investimentos.
.
Obs 1: Povos autóctones da América do Norte, da América do Sul, etc, já foram alvo de holocaustos massivos.
Obs 2: Os governantes que procuram impedir que povos autóctones possam prosperar ao seu ritmo devem ser considerados CRIMINOSOS CONTRA A HUMANIDADE.
.
.
Mais: o europeu do status-quo não está interessado em negociações laborais que ENVOLVAM TODA a sociedade (um exemplo: discutir a introdução de tecnologia, mais incentivos necessários, para que não exista falta de mão-de-obra servil), em vez disso:
1- o status quo europeu procura implementar um sentimento de culpa no mais pacato dos cidadãos... tendo em vista a implementação da seguinte doutrina: a ajuda aos pobres deve ser efectuada por meio da degradação das condições da mão-de-obra servil... e não... por meio da introdução da Taxa-Tobin;
2- o status-quo procura negociações laborais SECTORIAIS... nomeadamente fazer greves ande os mais prejudicados vão ser precisamente os mais pobres (mão-de-obra servil carne para canhão).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 09:27

Também vi a peça e pensei exatamente o mesmo. O tal Pedro só dizia que a greve não era um direito absoluto. E qdo a RV dizia que os tais serviços máximos para encher os depósitos dos barcos da marina Vila Moura era um abuso a apresentadora logo dizia que era para proteger o turismo !!Enfim , tanta manipulação e falta de vergonha. A mulher de um motorista é que disse a verdade, a ditadura está de volta com a GNR a ameaçar o marido de prisão se não fosse trabalhar obrigando-o a fazer 21 horas consecutivas de trabalho.A constituição só serve para servir os socialistas qdo são oposição. Quando são governo até a greve é impedida com recurso a ameaças de prisão e  militares a fazerem de motoristas.Se isto não é um regime autoritário o que será ?
Perfil Facebook

De Ricardo Abreu a 16.08.2019 às 11:18

Parece estranho, mas a Raquel Varela "apenas" refere o óbvio
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 11:46


Realmente a selecção dos comentadores nas TVs, em Portugal, é uma anedota.
Curiosamente, por outro lado, acontecem entrevistas na TV, ao contrário. O entrevistador(a) a conter-se perante as prosápias -entre o ignorante e o faccioso- do entrevistado.

Nos EUA a FoxNews ultrapassa em audiências, há mais de 17 anos, todas as outras TVs, cabo e outras. Por cá a esquerda demoniza a FoxNews. Compreende-se.


A Foxnews procura ter sempre -nos programas de opinião- frente a frente um comentador assumidamente pró e um outro assumidamente contra, sobre o tema a discutir. 

Os comentadores (tentavivamente) independentes são reconhecidos como tal e foram merecendo esse estatuto ao longo do tempo. Aí a idade e a experiência da vida conta. Não é fácil conseguir esse estatuto.

Nos EUA não é por se aparecer todos os domingos à noita na TV, sem contraditório, que se ganha respeito como comentador. Fama sim.



Afinal as estações de TVs estão sujeitas a merecerem, elas mesmo, um estatuto de respeito como informadoras, ou não.

Como fidedignos veículos de comunicação social.
Sem imagem de perfil

De JPT a 16.08.2019 às 14:49

Já eu, não perdoo à Dr.ª Raquel Tavares a desilusão. Desde, pelo menos, os 10 anos de idade, que tenho a convicção que, salvo um ou outro aluado que acredita mesmo no "homem novo" (tipo Zeca Afonso), a "esquerda" portuguesa não passa de um esquema brilhante para pessoas de classe média e alta, que não gostam de trabalhar e a quem falta (ou foi retirado na idade formativa) o "gene" da vergonha, explorarem as massas trabalhadoras (que os do PCP ainda toleram ver e cheirar, mas os do BE e PS nem isso). Ou seja, uma IURD que arranjou meio de ter boa imprensa. Agora vem-me esta senhora, um dos expoentes máximos da intelectualidade esquerdista, e escreve-me o texto que escreveu ontem no Público. É todo um mundo que ruiu. E não é o meu - porque não é uma ilha de honestidade intelectual num oceano de cinismo que vai mudar as minhas convicções - é o dela, porque a seita não perdoa!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 22:50

Claro que ficou desiludido, é normal! 
Quando uma médica se mete neste assunto, é o que dá!
Sem imagem de perfil

De JPT a 16.08.2019 às 14:49

A minha incredulidade foi tanta que chamei Raquel Tavares à Dr.ª Raquel Varela... Ah, fadista!
Sem imagem de perfil

De Isabel a 16.08.2019 às 15:42

Há muito tempo que deixei de ver a sicnoticias - as outras nunca vi - por ser óbvia a propaganda do poder. Até na rtp3 a propaganda é um pouco mais disfarçada. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 18:49

Também me recuso a  ver ou ler algo que se relacione com a triste figura destes destes "jornalistas". Pobres diabos!
Perfil Facebook

De Ricardo Abreu a 16.08.2019 às 17:02

Há tempos foi vilipendiada por uma prestação no "prós e contras", hoje tem o mérito de demonstrar que a sua linha de pensamento não se coaduna com as habilidades democráticas deste governo de esquerdas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 19:05

Beirão
A 'cultura marxista'  em todo o seu esplendor. Sei que estes "jornalistas" se contorcem e fazem o pino para manter o emprego que lhes permite por o pão na mesa e, por isso, têm de obedecer à voz do dono... Mas o que é de mais cheira mal e não se aguenta... Há canais televisivos tão escandalosamente empenhados em passar a propaganda da 'geringonça' e dos partidos de esquerda que, desde há muito, deixei de os ver.  
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2019 às 19:24

Foi a 1ª vez que vi a RVarela dizer coisas certeiras. Quem diria? O outro é um avençado.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Tiago

    Se uma vaca pesa pelo menos 500kg, e as cantinas c...

  • Anónimo

    Esta história do filho pródigo é música para os ou...

  • Anónimo

    Afirmo que o próprio Estado manobra máquina agríco...

  • pitosga

    Mendonça da Cruz,eu tenho um 'mau' hábito que é re...

  • Anónimo

    Era o que faltava que , quem tem o seu blogue não ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D