Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




História... da carochinha

por João Távora, em 16.03.19

Historia.jpg

A propósito da manchete de hoje no Expresso que refere que as "Escolas estão a cortar aulas de História" (para dar lugar a aulas de "cidadania"), lembrei-me de um post lido aqui, há dias, em que o autor defendia a ideia nada descabida de dever a Escola limitar-se a ensinar Matemática, Filosofia, Gramática e Latim. Descontado o exagero (?), acredito que talvez dessa forma se estragassem menos famílias. Por exemplo, a disciplina de História, pelo menos até ao 9º ano, não passa de uma cartilha panfletária de propaganda aos clichés e estereótipos que sustentam a narrativa da oligarquia que nos pastoreia. (O meu filhote de 12 anos que frequenta uma escola católica, chegou no outro dia a casa convencido que a Revolução Francesa se dera porque a rainha gastava o dinheiro todo em jóias - ficou por explicar a justificação da perseguição chacina do clero). Certo era que com um cardápio assim minimal de disciplinas se poupava muito trabalho a pais extremosos como eu de passar a vida a desmontar os clichés que os miúdos aprendem na escola e a desafiá-los a pensarem pelas suas cabeças com dados alternativos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 16.03.2019 às 19:38

A ilustração até faz justiça ao acontecido.
"O rei e o príncipe herdeiro são assassinados" é muito raro encontrar-me essa formulação.
Normalmente, a informação prestada é, apenas, que o rei morreu.
Quanto a população que ansiava pela mudança de regime, eh, eh, eh... só mesmo rindo podemos aceitar uma atoarda dessas.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.03.2019 às 20:26

Há já crianças que dizem que Portugal começou a existir só depois de 25 de Abril de 1974.


Afirmam convictas que antes era só miséria que se caracterizava por nada haver:  nem telemóveis, nem mac donalds, nem jogos de vídeo, discotecas, festivais de música e charros....
As Escolas estão no "bom" caminho!
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 18.03.2019 às 08:32

Eu nasci em 1979. Tive a disciplina de História até ao 9º ano, recordo-me que sobre História Internacional tive de aprender quase tudo sobre a revolução russa, Lenine, Estaline, Mao, etc. Era socialismo dia sim, dia sim. Sobre a fundação dos EUA, liberalismo ou capitalismo, nicles, zero. Não admira, portanto, o estado da nação.
Sem imagem de perfil

De EMS a 18.03.2019 às 11:33


No meu tempo, uma década antes, a fundação dos EUA dava-se no 8º ano.

O 9º ano estava reservado á historia do século XX.
Perfil Facebook

De José Carlos Menezes a 21.03.2019 às 19:02

Curiosamente pouco se fala da Magna Carta, da limitação do poder Real e do "Habeas Corpus" que introduziu. Foi em Inglaterra, corria o ano de 1272.

Curiosamente não se fala da abolição dos poderes feudais, Carlos II, Reino da Grã-Bretanha, aí por 1640 (±).

Curiosamente não se fala do primeiro parlamento eleito. A Câmara dos Comuns, 1689. Passou a parlamento da Grã-Bretanha em 1702.
Círculos uninominais por maioria relativa que ainda se mantém.

Bem, ainda estamos a 100 anos dos 1789 da Revolução Francesa. França, a tal que pariu, após a sua grande revolução, o pré-Hitler que quiz reconstruir o Sacro Império Romano Germânico.
Coitado, perdeu, tal como o seu sucessor Adolfo, às portas da Rússia no Inverno.

E depois fala-se na Grande Implantação da república em Portugal: 5 à janela com a bandeira verde e vermelha (inspirada talvez na nigeriana) e umas dez pessoas a aclamar, perante a indiferença dos passantes.

Mas a indiferença do povo durou até hoje. Não fossem os programas escolares afirmarem que os reis são uns tipos que vestem armaduras de ferro e andam sempre a cavalo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.03.2019 às 12:44

"E depois fala-se na Grande Implantação da república em Portugal: 5 à janela com a bandeira verde e vermelha (inspirada talvez na nigeriana) e umas dez pessoas a aclamar, perante a indiferença dos passantes."


O que também revela o acrisolado amor que o povo tinha à monarquia e ao agora eternamento chorado senhor Dom Carlos. Chorado por algumas elites, claro... A monarquia caiu quase sem se dar por isso. Aliás, mesmo entre as elites, muito raros mexeram uma palha. Cobardes uns, indiferentes outros. Como dizia o outro, foi como lavar uma nódoa.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D