Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há vida para além do coronavírus ?

por Jose Miguel Roque Martins, em 31.07.20

O coronavírus é uma doença grave. É letal, sobretudo para os mais velhos.

Dito isto, importa não esquecer que o combate ao coronavírus, de forma cada vez mais evidente é também  letal e provoca efeitos colaterais devastadores. Deixamos de perceber que a vida é um tecido complexo, cheio de doenças, problemas e alegrias. A pedra de toque passou a ser só uma: é positivo ou negativo para o combate ao coronavírus? Nada mais importa. Estamos tão concentrados numa árvore que perdemos a perspectiva da floresta

Ninguém pode afirmar o que é mais letal. Se o Coronavírus ou o seu combate: não há dados. E quando existirem, vão persistir interpretações diferentes.

Mas parece cada vez mais evidente que o combate ao coronavírus tem provocado uma hecatombe:

Mortes por falta de cuidados médicos ;

Mortes anunciadas na mais de centena de milhões de seres humanos que vão entrar em pobreza extrema;

Doenças e mortes por subnutrição;

Morte do sentido critico e da liberdade dos cidadãos;

A destruição da vida de centenas de milhões de pessoas, que perdem trabalho, negócios, rendimento, casa, alimentação e muito mais;

Aumento das desigualdades;

Depressões causadoras de sofrimento atroz e até mortes;

Atraso no desenvolvimento afectivo das crianças;

Retrocesso na educação geral de países desenvolvidos e sub desenvolvidos;

 

A saúde primeiro, o grande chavão,  não está a levar em conta essas realidades, bem mais abrangentes. A pandemia está longe de ser a nossa única doença e o nosso único problema.

Não combater a pandemia é loucura. Assumir medidas com custos sociais inferiores ao mal que provocam, parece um caminho evidente. Impor medidas que trazem, noutros tabuleiros, males maiores, também é loucura.

Viver no medo exorbitado, um peso que terá consequências. Qualquer letalidade é uma desgraça. Não proteger seriamente os mais vulneráveis e não aceitar a morte, uma tragédia maior.

Os justos equilíbrio são sempre difíceis. Parece-me, que a balança está irremediavelmente inclinada em favor da pandemia. O que levanta outra questão.

A vacina não vai fazer desaparecer as mortes e infecções. Vamos continuar com o mesmo registo no futuro?

São cada vez mais as  evidencias que poderemos estar a colocar  esta doença em primeiro lugar e a vida em ultimo.

 

 

PS: aproveito para me retratar: afinal as noticias que justificaram o meu post de ontem não eram corretas. A fuga á possibilidade de lay off , pelo Estado, não se concretizou. Afinal foi mais uma mão cheia de nada.



2 comentários

Sem imagem de perfil

De voza0db a 31.07.2020 às 19:44


"O coronavírus é uma doença grave."


Ao fim deste tempo todo de lenga-lenga o Roque Martins ainda consegue debitar esta baboseira?!


"coronavírus" não é nenhuma doença! Até faz parte das letras que formam aquela palavra o que o corona é... um vírus!



Já pareces o António Costa a afirmar que "os antibióticos servem para combater os vírus"!



Mas "coronavírus" há muitos... De qual é que estás a falar?
Sem imagem de perfil

De pitosga a 31.07.2020 às 22:40


José Miguel Roque Martins, Vexa e o Lavoura são pés da mesma planta. Escrevem e nada 'dizem'.
Parágrafos nulos, vazios, sepulcros caiados. Não diga que anda de máscara...

Não há UM vírus corona. Há dezenas conhecidos desde há meio século. Uns provocam doenças nos bichos e outros nos humanos.
Não há descrição alguma acerca da estrutura nem de como se cultiva o NOVO corona. Assim não pode haver vacinas e qualquer análise é por 'palpite'. Aliás um dos fabricantes de kits da RT-PCR para o SARS-cov-2 tinha escrito, nas instruções, que aquilo era só para investigação; não era para uso clínico.
Vexa não entende que isto é um estado de guerra que se iniciou como biológica (China/USA).
É o que von Clausewitz escreveu: a guerra é outro modo de conduzir os negócios.
Vexa só acreditará quando ver/ouvir as bombas e as balas.
Vá em Paz.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D