Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há doze anos

por João-Afonso Machado, em 05.10.22

G1.jpeg

Talvez não fossemos tantos como os que agora se abrigam debaixo do barraco posto na Câmara Municipal de Lisboa. Mas o Governo é opulento em ministros e secretários de Estado; as Forças Armadas têm mais altos cargos do que propriamente militares; os autarcas são às dúzias; o Corpo Diplomático vasto; os "convidados" mais que muitos; e a Banda da GNR, toda ela, também se acolhe sob o dito barraco. A "ética republicana" tem um protocolo que não deixa comilão algum de fora.

Em Lisboa, a comemorar a República, só faltam mesmo os populares. Excepção feita a uma manifestação de protesto de professores, ludibriada por um ministro que deu a volta por trás e os evitou.

Em 2010, na nossa Guimarães, não houve entidades oficiais. Houve povo que espontaneamente se juntou e percorreu a cidade par a par com SS. AA. RR os Duques de Bragança. Comemorando o 5 de Outubro de 1143, o nascimento de Portugal.

No Largo da Oliveira, o aglomerado de gentes tornou-se maior.

G3.jpeg

Era uma manifestação apartidária contra o Governo de Sócrates. O caixão que os manifestantes traziam dizia tudo do 5 de Outubro republicano.

Se forem à televisão agora, constatarão o triste espectáculo que referi. Comentado por repórteres capazes das maiores enormidades históricas.



9 comentários

Sem imagem de perfil

De entulho a 05.10.2022 às 14:44

na praceta do município já nem apareceram figurantes pagos
só os que esfolam os contribuintes
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.10.2022 às 15:37

Cada um pode optar pelo que acha que é melhor.
Agora misturar sistemas de governo com um dado governo que considera pessimo, não lembra ao diabo.


Desde quando é que o governo de Sócrates ou qualquer outro da republica, faz a republica boa ou má.


O mesmo se pode dizer dos governos da monarquia em relação à monarquia.


E já agora ... querem ver que na monarquia não existiram governos tão maus ou piores que o de Sócrates?
Imagem de perfil

De João Felgar a 05.10.2022 às 15:51

Neste caso de 5 de Outubro de 1143, é uma falsidade.


1825 - Censo annual de quatro onças de ouro offereceo voluntariamente o Senhor Rei D. Affonso I. ao Papa Celestino II . por huma sua Carta feita em 13 de Dezembro de 1143. Nað permaneceo este Censo , pois no principio do Seculo decimo ..




Isto é a República onde alguns Tolos, continuam a teimar, a República de 1913, 1929, 1940, 1969, 2013


1913 - ao tempo , e , principalmente , desde a concordia de Zamora ( 4 de Dezembro de 1143 ) entre Affonso Henriques e Affonso VII , imperador das Hespanhas , Portugal se encontrava em face da Santa Sé . Nada menos exacto

Academia das Ciências de Lisboa · 1929 - Sessão plenária de 4 de Dezembro de 1930 Assembleia geral de 4 de Dezembro de 1930 .. Joaquim Leitão . — Discurso de saüdação ao ... 1125 1128 1137 996 1011 Sousa na sessão plenária de 4 de Dezembro DAS SCIÊNCIAS DE LISBOA 1143.

Estes falam de 13 de Dezembro de 1143, isto é, na República, estão a dar-me razão.

João Felgar
Imagem de perfil

De João Felgar a 05.10.2022 às 16:17

O reino de Portugal nasceu nesta data:


Recaredus & pofteri ad annum usque 714 tenuerant, Pelagio & Alfonfo paruiffe demus : Illi enim, Alanorum & Suevorum regno everfo , per totam Hifpaniam, primamque Narbonenfem imperium promoverant; his nihil in Gallia Narbonenfi, quam Carolus Martellus Mauris extorfit; in Provincia Tarraconenfi, quæ tota Francis primum, ac exinde Navarræ & Aragonum Regibus, & Barcinonis Comitibus paruit, nihil in Carthaginenfi & Bætica, Mauros ubique (fi Caftellæ Comitatum excipias) tyrannos paffis; Nihil in Lufitaniæ & Gallæciæ parte, quæ Maurico jugô excuffo,Portugalenfe regnum fundarunt,



Um dia vou ter tudo de volta às minhas mãos, tudo, e a mentira de muitos, será apagada com uma borracha


João Felgar
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 05.10.2022 às 16:44

João Soares é o legítimo herdeiro do Trono, não reconheço figura regal para lá do El Mário. 
Sócrates é o Egas Moniz do sec xxi.
Imagem de perfil

De O primata apartidário a 05.10.2022 às 16:51

No meu post de hoje fiz a pergunta "que República é esta afinal? " e obtive 3 respostas que deixo agora aqui:  -- 

DE RICARDO A 05.10.2022 ÀS 15:41

É a República dos bananas e sacanas(e dos discursos inconsequentes) .

DE RICARDO A 05.10.2022 ÀS 16:02

Por falar em discursos inconsequentes. No discurso que marcou as celebrações dos 112 anos da implantação da República, Marcelo recuou cem anos e "recordou as lições de 1922".

À data, recordou, "a I Guerra Mundial e a Gripe Espanhola tinham devastado a Europa e aberto caminho à inflação, ao desemprego, à agitação social, à fragilização de partidos e parlamentos e a novos movimentos defensores de ruturas radicais".
https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/marcelo-recua-100-anos-para-lembrar-ao-pais-que-a-democracia-nao-sobrevive-de-proclamacoes
Imagem de perfil

De O primata apartidário a 05.10.2022 às 16:56

A terceira resposta agora: --- 

DE BILDER A 05.10.2022 ÀS 16:21

A República (para além dos discursos bonitos) tem dentro de si mesma as más condutas (corrupção etc) que levam ao fracasso e além disso o sistema demo-parlamentar causa mais problemas do que os que resolve, isto é que é a realidade que nunca é dita pelas "altas" figuras do estado a que chegámos(e que provoca o aparecimento das tais forças politicas anti-sistema).
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 05.10.2022 às 17:06

Eu ouvi um repórter qualquer dizer que a República acabou quando o Exército se rebelou e expulsou do tron D. Carlos...
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 05.10.2022 às 17:08

Gostarei de seguir o seu blog, sem dúvida.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • entulho

    na minha aldeia, ex-vila acastelada da Casa do Inf...

  • Anónimo

    Se reparar, caro Sr., não divergimos assim tanto e...

  • Marques Aarão

    Por associação de ideias arrisco uma das frescas d...

  • Anónimo

    E, como disse, partem e nunca mais regressam!

  • henrique pereira dos santos

    Vê-se bem que o senhor anónimo não partilha os meu...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D