Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Geringonça moral

por José Mendonça da Cruz, em 14.04.18

Não foram apenas a política e a economia a ficarem tolhidas pelas práticas necessárias para a constituição e sobrevivência da geringonça com que Costa reverteu uma derrota eleitoral; também a ética e a diplomacia são submetidas aos indispensáveis entorses.

EUA, Reino Unido e França bombardearam os locais de produção e armazenamento de armas químicas do governo sírio, visto Assad ter utilizado gás sarin contra homens, mulheres e crianças, e visto considerarem intolerável o uso de armas químicas contra populações civis. Os países que nos habituámos a considerar como nossos aliados e parceiros apoiaram e aplaudiram. O governo português não apoiou, nem aplaudiu; o governo português apenas «compreende» a acção e a oportunidade.

No comunicado do governo português quase vemos refulgir a assinatura de inteligência do ministro Santos Silva. É aquele tipo de inteligência que, no fim da vida, perguntada sobre o que fez, responde: «Fui esperta. Fui elíptica. Fui hábil. Furtei-me. Safei-me.»

Autoria e outros dados (tags, etc)



14 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2018 às 15:13

Ahahahahahahaha!


Em todas as farmácias há Rennie! 
Sem imagem de perfil

De pitosga a 14.04.2018 às 17:52

José Mendonça da Cruz,
Releia o seu post.  Não o deve ter feito.  Aquilo que foi escrito por si é um conjunto de afirmações sem qualquer base  (fundamento)  senão teria por alí uns links informativos.
É o ignorar como se faz política.  Não viu nenhuma fita do 007, pois não?
E, no meu entender, a Rússia e o Reino Unido são quem mais sabe de política neste planeta.  A China é 'mais do mesmo', sem expansionismos, desde há mais de 5 milénios.
Cumprimenta, eo
Sem imagem de perfil

De pitosga a 14.04.2018 às 17:54

Se 'censurar' o comentário de agora, eu não o censuro.  Compreendo-o.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2018 às 18:00

«- que fizeste quando tua mulher te corneou no sofá?
-vendi o sofá»
Imagem de perfil

De Luis Moreira a 14.04.2018 às 18:55

É um dos postes mais lidos. Os comentadores não suportam saber que o poste é tão apreciado...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2018 às 20:02

"...visto Assad ter utilizado gás sarin contra homens, mulheres e crianças, e visto considerarem intolerável o uso de armas químicas contra populações civis"


Mas aceita tudo sem critérios? Se o "estado" Sírio (porque esta de regime já é uma condenação antecipada) está a ganhar a guerra, e de facto ocupou aquela cidade passados alguns dias, porquê usar armas químicas? E muito menos contra civís, o que não tinha qualquer valor militar.


Informe-se. Os rebeldes (vulgo extremistas islâmicos) é que tinham interesse em que tal acontecese. Os mesmos que impedem a população de abandonar as cidades pelos corredores humanitários criados pela ONU.
Compreende-se. Não querem perder os seus escudos humanos..


E já agora, o gás alegadamente utiligado era cloro, e não Sarin.


Hoje chegaram ao local os inspectores de armas químicas da ONU.


Depois do "castigo" averigua-se a prova...


Parece-lhe bem? 


E porque não? Somente hoje saiu o relatório da ONU sobre o "ataque" no Reino Unido. Claro que ninguém sabe isso... O relatório contradiz os Ingleses, a arma não era de fabrico Russo. Era BZ, um químico ocidental...
Perfil Facebook

De Nuno Dias a 15.04.2018 às 12:43

Finalmente alguém com bom senso.
Sem imagem de perfil

De Makiavel a 14.04.2018 às 22:56

Esta história do uso das armas químicas faz lembrar aqueloutra que contaram sobre as armas de destruição massiva que tinham provas da sua existência no Iraque e que serviu como pretexto para invadirem o Iraque.


Este post é um verdadeiro desmazelo intelectual. É que nem no gás supostamente usado acerta.
Perfil Facebook

De José Martins a 14.04.2018 às 23:04

Não estou a perceber absolutamente nada. Devo ser mesmo muito burro.
Bombardearam armazéns onde estava armazenado o gás sarin? Bombardearam com quê? Lixívia? Ou será que a intenção era libertar mesmo todo o gás armazenado?

Olha, está ali uma garrafa de gás muito perigoso, vou já destruí-la. Pimba, estilhaço a garrafa no chão e: gás destruído. Hurra!!

Alguém me explique por favor.
Sem imagem de perfil

De Manuel Rocha a 14.04.2018 às 23:45

O seu post tem aspecto de uma daquelas conferências de imprensa do CDS onde estão 100 jornalistas e 600 operadores de telemóvel na mão a filmar para tudo quanto é rede social... depois de 4 horas de directo, tudo o que disse acabou no caixote do lixo, por ser igual do que era dito há 50 anos atrás. 
A PàF exigiu 70% dos votos dos eleitores para poder acabar com as eleições... você apoiou esse pedido. Correu mal, para a sua irritação, vai ter de continuar a votar. A PàF exigiu acabar com a constituição para poderem voltar a activar a PIDE para eliminar "cirurgicamente" quem não tivesse cartão do CDS ou PSD (como o José tem dos dois partidos, já inscreveu a sua família no CDS e até já tem os netos com cartões vitalícios do CDS e PSD, com as quotas em dia até 2067), correu mal. 


O gás usado terá sido Cloro. Uma substância que é proibida como arma mas, facilmente, produzida. Se sabe usar líxivia, usa um produto baseado em cloro... talvez nem imagine o que é isso, porque é mais fácil pagar à empregada da limpeza. 
Para escrever um post tão aziado, imagino que tenha tido um dia péssimo ou lhe falte beber os 10 copos de vinho do Porto... 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2018 às 11:06

Certos politicos esquecem, quando convem aquela conversa dos aliados ou amigos de seculos... 

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D