Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Epílogo

por henrique pereira dos santos, em 20.08.22

"Dias difíceis. Homens e máquinas numa labuta permanente na defesa da Floresta. Os incêndios na Serra da Estrela, em particular o violento reacendimento de segunda-feira, atingiu a propriedade da FlorestGal em Famalicão da Serra.
Conseguimos preservar a maioria do capital natural, com a colaboração exemplar da AFOCELCA e da Junta de Freguesia de Famalicão da Serra que se mantêm empenhados, atentos e vigilantes, no combate, na ação de rescaldo e na prevenção de eventuais reacendimentos. Três etapas críticas na gestão dos fogos.
Já estamos a trabalhar, de forma integrada, nas ações de recuperação e gestão florestal essenciais para garantir o futuro. O melhor combate aos fogos é uma gestão florestal, #resiliente, #sustentável e com #valor. Agora, como sempre #CuidamosdaFloresta"

Recebi este post da Florestgal.

Fiquei com a sensação de que não tarda muito a empresa será extinta: dizem que a Afocelca foi fundamental, não falam em bombeiros, protecção civil, autarquias, teatro de operações, falta de acessos, variações do vento, número de operacionais, viaturas, meios aéreos e ainda têm o desplante de falar com ênfase de rescaldos, depois de terem cometido o pecado de atribuir o problema a um reacendimento e não a fogo posto.

Nas actuais circunstâncias, não me parece haver futuro para quem tem discursos destes sobre este assunto.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De João Felgar a 20.08.2022 às 10:14

Sim, conseguiu transmitir com exatidão a desgraça que nos assola, isto dos fogos e dizem que fazem a gestão dos nossos recursos florestais. 


É todos anos isto, é verdade, eles deviam estar calados esses da proteção da civil, deviam estar calados, estão sentados, não gerem nada, os outros, da GNR, bombeiros, militares, andam a combater. Se falece um bombeiro, lá vão os responsáveis máximos ao funeral, os lideres deste Portugal deviam sentir remorsos, para erros grosseiros que colocam em risco, populações, património, culturas, vidas.


Trabalha se em cima do Joelho, não há planeamento, não há ordem, e não há circulação da informação, tudo falha. E depois vem os técnicos militares que aprovam o siresp, pois é uma porcaria de ferramenta, continuem a injetar o dinheiro dos contribuintes.


As pessoas dos fogos da Covilhã, Guarda, comentaram chegava uma cooperação de bombeiros para uma intervenção, e não sabiam o que fazer, qual a ordem, não conheciam os caminhos, não sabiam os nomes das terras e a sua localização. 


Isto é um autentico inferno, por isso que com gente de políticos, partidos da esquerda à direita, isto não muda, é sempre o ram ram, 


João Felgar

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D