Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As votações de hoje dos diplomas da plena adoção por parte de casais homossexuais e para revogar as alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez (IVG) revelaram que é possível governar minoritariamente à Esquerda e recebendo apoios à esquerda e à Direita. Assim, a adoção por casais do mesmo sexo recebeu o apoio de 19 deputados do PSD. Saliente-se que este partido (do qual sou militante e fui candidato a deputado) não apresentou qualquer proposta eleitoral neste sentido e nem tão pouco promoveu qualquer debate interno sobre esta matéria. Teria percebido a posição destes deputados se tivessem optado pela abstenção (agora que os diplomas foram votados na generalidade e vão ainda passar à discussão na especialidade) mas, confesso, não consigo apoiar a posição que tomaram. Soma a tudo isto o facto de os partidos de esquerda se terem apresentado às eleições com as propostas agora levadas à AR, ou seja, a temática não constituía surpresa. Mais, foram previamente anunciadas como sendo as primeiras iniciativas parlamentares e são a “marca política” deste início de legislatura. Avante Costa, tens aqui a tua gente!



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Josephvs a 20.11.2015 às 14:40

Quem o foram os deputados Q votaram GAY-friendly
 a link please
Sem imagem de perfil

De Slade a 20.11.2015 às 14:48

Não vejo qualquer problema em que se pense pela própria cabeça. Mais ainda na AR. Estes 19, mais coisa menos coisa, já se tinham mostrado favoráveis aquando da primeira votação sobre este tema na anterior legislatura. O PSD apresenta-se, de novo, depois da farsa das votações subsequentes sobre o tema, como um partido que apetece respeitar: o meu sincero e humilde apreço a esses nobres 19!
Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 20.11.2015 às 17:59

'assentaram praça em generais'
Sem imagem de perfil

De Kafka a 20.11.2015 às 19:30

Abortos há em todos os partidos
Imagem de perfil

De lagedo65 a 20.11.2015 às 19:41

Revelaram, isso sim, que é possível governar maioritariamente á esquerda.
Os votos de 19 deputados do PSD revelam que, apesar da agenda neoliberal do actual  PSD, ainda possui nas suas fileiras algubs sociais democratas . Manue Ferreira Leite, Pacheco Pereira , etc, etc  não são os unicos.
Sem imagem de perfil

De Simão a 20.11.2015 às 23:03

" ainda possui nas suas fileiras algubs sociais democratas"


Ainda bem. Ainda bem. Nem tudo está perdido no PPD/PSD.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 21.11.2015 às 00:49

«As votações de hoje dos diplomas da plena adoPção por parte de casais homossexuais e para revogar as alterações à lei da interrupção voluntária da gravidez (IVG) revelaram que é possível governar minoritariamente à Esquerda e recebendo apoios à esquerda e à Direita. Assim, a adoPção por casais do mesmo sexo recebeu o apoio de 19 deputados do PSD.»


O PSD não é, nem nunca foi, de direita. Aliás, Manuela Ferreira Leite reafirmou-o (https://twitter.com/observadorpt/status/667467690244710402).


De qualquer modo, o «Grupo dos 19» deveria ter vergonha. 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D