Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E para quando o Museu dos Descobrimentos?

por Miguel A. Baptista, em 17.04.21

Ao que parece Lisboa vai ter um museu judaico. Nada contra, antes pelo contrário, os judeus têm um papel importante na História do nosso país e o édito da sua expulsão, assinado por D. Manuel, é uma mancha no nosso percurso. Embora já haja um museu judaico em Belmonte, a existência de um em Lisboa faz sentido. Não vejo tanto sentido para um museu do Holocausto no Porto, já que foi uma barbárie à qual Portugal não teve ligação directa mas, mais uma vez, nada contra atendendo que o museu pode servir para enquadrar pedagogicamente o assunto. 

O museu vai ocupar um lugar especialmente nobre da cidade, ficando perto da Torre de Belém. Até acho piada a ironia de o colocarem junto de um monumento mandado edificar por quem os expulsou. A antiga localização prevista, no Largo de São Miguel, quanto a mim estragava a harmonia da praça e a imensa atractividade que esta tem para os turistas. 

Dispersei-me um pouco, a ver se chego ao ponto onde queria chegar. Museus judaicos há muitos por essa Europa fora, museus, ou memoriais, do Holocausto também há, fundamentalmente nos locais ligados ao hediondo massacre. Um museu judaico, ainda que desejável, não fará, de nenhum modo, parte da oferta distintiva de Lisboa nem da sua “uniqueness”. Aquilo que, em termos da História Mundial, marca Lisboa são os Descobrimentos. É por causa destes que é impossível escrever uma História da Humanidade sem que Portugal tenha um papel de destaque. 

Ninguém, ou muito pouca gente, virá a Lisboa tendo como principal foco o judaísmo. Os Descobrimentos, o mar e os desafios náuticos podem, ao contrário de outras temáticas, ser uma marca distintiva de Lisboa. Uma marca com imenso potencial cultural, turístico e económico. 

Não negando a oportunidade da criação de outros museus, a grande prioridade nacional na museologia deveria ser a criação de um grande museu dos Descobrimentos. Esse sim, poderia ser um grande marco emblemático e identitário para Lisboa. 



17 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2021 às 18:22

Absolutamente de acordo consigo.
Só por calculismo político não avança a ideia e se fazem cedências aos grupos de pressão que sabemos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 09:40

Apesar de minoritários, esses grupelhos "feirantes" vendem bem suas  "fancarias". 
Vender a alma ao diabo, é hoje a nossa "uniqueness", a nossa singularidade!
Por isso...


Pousai vossas mercadorias, "abride" vossas bolsas e bolsões! Bem vindos, a Feira vai começar:
«É entrar, é entrar, senhores! Tudo em saldo, freguês!  Mercadejai nessa tenda Vícios Mil ! É a bom preço! É p'ra acabar, é p'ra acabar, freguês!  Entrai, Vªs Senhorias, nada temais que o diabo tem capa, de um lado tapa e do outro destapa.»
 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 09:42

Os nossos governantes já deixaram de governar para o nosso bem comum (seja lá o que isso for) governam guiados por ideais filosóficos abstratos. 
E neste momento, um museu dos descobrimentos vai contra esses ideais filosóficos abstratos.que os governam.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2021 às 19:46

Já que falou em Belmonte. É lá que também fica um belíssimo e inovador museu dos descobrimentos! 
Perfil Facebook

De Miguel Alçada Baptista a 17.04.2021 às 22:22

Obrigado pela dica. Sou covilhanense e não conheço. Tenho que ir visitar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2021 às 21:33

Criar um Museu temático dos Descobrimentos Portugueses, embora extremamente  necessário, está fora de questão enquanto Portugal estiver governado por internacionalistas empedernidos.

Um Museu da presença judaica em Portugal, pelo que de pedagógico possa servir aos seus visitantes e para a Sociedade em geral, faz muito sentido.


Gostaria que desse relevo aos acontecimentos ocorridos em Lisboa no dia 22 de Abril de 1506 e dias seguintes, tão bem descritos por Mestre Herculano na sua Obra "História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal".


E muito útil seria também que desse a ler as páginas escritas por Mestre Eça de Queirós nas "Cartas de Inglaterra e Crónicas de Londres" sobre o tema Israelismo.


Se o fizerem, todos teremos a ganhar com tal iniciativa. 
   
 


     


Sem imagem de perfil

De Jose a 18.04.2021 às 10:48

Esses acontecimentos começaram a 19  de Abril, conforme nos explicam Damião de Góis e Garcia de Resende. Aliás, Herculano também refere a data correcta. Quanto ao Museu dos Descobrimentos, não é só uma necessidade, é uma obrigação! Visto que, é um completo paradoxo aliado ao habitual desprezo pela acção dos portugueses no Mundo de um certa pseudo "intelectualidade" que prefere louvar feitos de outrém. Um complexo de má conciencia certamente. Pois vi com espanto e incompreensão num papel qualquer contra a realização de um Museu dos Descobrimentos, a assinatura de Historiadores meus conhecidos, alguns amigos pessoais que de forma pouco profissional renegavam a nossa História,  defendendo ideias de esquerda, como o faz a maior parte da academia repleta de gente com vidas acima da média de qualquer português comum, mas que se julgam os porta-vozes nas faculdades de um certo modo de vida, que curiosamente, falhou estrondosamente em todo lado. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2021 às 22:55

 Reescrevem-nos a História, rasuram-nos o passado, pretendem apagar-nos a memória, os traços e a identidade.

Tivemos "aos pés o mar novo" e o "globo mundo na mão".
Afundam-nos agora as caravelas de outrora que partiram rumo ao" azul profundo".
  
Que povo sem chama é este que permite que o desfigurem?! 
 mt


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 08:47

Durante a Expo'98 tivemos um Pavilhão do Conhecimento dos Mares, mas quando a Expo terminou acabaram com ele (foi transformado em Pavilhão do Conheciment),
Sem imagem de perfil

De Jose a 18.04.2021 às 11:06

Ontem, já era tarde. Urge a necessidade, até para instruir gerações mais jovens da enorme gesta que foi a dos portugueses no Mundo. Em vez de perdemos tempo a louvar os actos dos outros que nada nos dizem, é tempo de voltar a respeitar aqueles que pela sua coragem, génio e força projectaram o none de Portugal a um dos lugares cimeiros da História Mundial, quer queiram, quer não,  alguns anti-portugueses.  
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 19:40

Esses anti-portugueses têm um nome: traidores. Traidores da Pátria.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 18:58

Não têm mesmo a noção do que aí vem. Não haverá Museu dos Descobrimentos enquanto a Esquerda dominar a cultura,  o poder político e o ensino, para começar nos EUA. É aliás bem possível que haja um afastamento total entre os EUA e a Europa se o Partido Democrata tomar o Poder com os seus aliados, é aliás bastante provável. Por "tomar o poder" quero dizer as eleições passam só a ser um fait-divers.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2021 às 20:44

A maioria dos portugueses de  agora, feitos à pressa, nem se lembram das origens, não estão nem aí para descobrimentos em caravelas...
Essa metralha de agora, munidos de sofisticados  smartfones , embarcam mesmo em "caravelas" humanas , imaginando que navegam no azul profundo do oceano, e voilá ! - aí está o verdadeiro "museu" das descobertas. 
Uma «mitra» limitada...
Portugal tem cuidado contigo se não vais de prego ao fundo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.04.2021 às 07:29

Pois! É bem verdade o que o Sr. diz: "os portugueses de agora, feitos à pressa" não têm cultura e a maioria deles não sabe nada da sua História nem da actualidade, nem isso lhes interessa. Só se for a "bola", os "famosos", alguma novela, um assunto mais escabroso... e por aqui se ficam.
O que interessa é a aparência, o smartphone, um carrito (se possível de fazer inveja ao vizinho), comer e passear para estamparem no feicebuque . E pouco mais há a dizer. Portugal é um país de "tugalhada" e maioritariamente de básicos. Pensar é uma canseira!!! Elevador social?! Nem sabem o que isso é... Museus?! Isso é para rir...Bom, bom é ter a orelha alerta para saber de quanto vai ser o pilim dos "aumentos" e dos subsídios que lhes vão parar aos bolsos!  De política é a única que lhes interessa e a coisa que faz levantar-lhes a cabeça. Depois voltam a enterrar-se no instagram, de novo anestesiados e  alienados em realidades virtuais. O Platão tem tudo isso bem explicadinho na Teoria da Caverna!

Já levaram com tanta lavagem ao cérebro, que se tornaram uns bimbos sem nada no bestunto. Uns mitras sem cultura,  sem opinião acerca de nenhum assunto, imbecilizados. Querem lá saber das suas raízes históricas! Porém, este povão embrutecido é o que calha bem aos que mandam nisto, porque se torna mais fácil de os explorar e manipular. E fazem-no na perfeição e com muito sucesso.
As sondagens dizem-nos tudo.


Concordando consigo: «Portugal, tem cuidado contigo, se não vais de prego ao fundo!»
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.04.2021 às 07:47

Portugal é um Estado falhado!
Sem imagem de perfil

De balio a 19.04.2021 às 10:08


Nesta coisa dos museus aquilo que interessa é saber se no fim eles terão visitantes que os justifiquem, ou não. Porque, se é para não ter visitantes, então mais vale deixar os artefactos guardados num armazém, não vale a pena expô-los. Ou seja, os museus não se fazem para homenagear certas coisas ou eventos, os museus fazem-se para ganhar dinheiro a vender bilhetes.
Eu não sei sobre os museus judaico de Lisboa e do Holocausto do Porto, mas julgo saber que há bastantes judeus que visitam Portugal em busca de alegados vestígios da presença judaica em Portugal e que, certamente, ficarão satisfeitos por poderem visitar museus adequados. Tanto me faz que os museus sejam, para mim, muito interessantes ou pouco interessantes, o que importa é que haja muitos turistas que os considerem interessantes e que estejam dispostos a gastar o seu dinheiro neles. E parece que cada vez há mais...

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    sonham com o regresso de che e de dani vermelho nu...

  • ICH

    Dei-lhe três exemplos, mas há vários outros de esc...

  • Anónimo

    O crime de assédio sexual é assunto de natureza pr...

  • Telmo

    Isso não se diz o valor diz-se a percentagem, são ...

  • Jose Miguel Roque Martins

    pelos vistos, não pressupunha que a patente ficass...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D