Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




«Pela primeira vez na história da aviação nacional, pilotos, pessoal de cabine e técnicos de manutenção» da TAP saíram em conjunto à rua para protestar contra a situação da companhia aérea. Falam das contratações externas feitas após despedimentos coletivos, de milhões gastos na transformação de aviões de passageiros em aviões de carga que depois ficam parados, da mudança de sede, do recurso a fornecedores externos onde trabalham pessoas que a TAP despediu, dos erros de gestão e do desperdício de receitas (falam até dos milhares de milhões de euros que os contribuintes foram obrigados a lá meter).

Apesar de a expulsão d`«o privado» e da nacionalização da TAP feitas por Costa e Nuno Santos já serem olhadas hoje como ruinoso disparate, cometido em cumprimento da cartilha ideológica socialista, a solução continua a merecer o apoio expresso ou velado dos media de reverência.

No Observador (sempre distraído no que respeita à intencionalidade das agendas), as duas notícias que antecedem a manifestação de todos os trabalhadores da TAP são, uma, o clamor do implicado (nem sequer apenas presunto) na destruição da empresa, Pedro Nuno Santos, a exigir «responsabilidade» aos manifestantes. No léxico de PNS, «responsabilidade» consiste em calar os erros clamorosos que faz, e «patriotismo» em apoiar os erros clamorosos do governo. A segunda notícia, é um comunicado da comissão executiva da TAP a proclamar que os trabalhadores comprometem o futuro da empresa com «factoides» e críticas, sendo que quais sejam os «factoides» é coisa que fica por dizer ou desmentir.

Só a terceira notícia explica o protesto de todos os trabalhadores da TAP, que o Observador  -- distraído, sempre --ilustra com a foto em baixo (à esquerda) da manifestação, de autoria de José Sena Goulão, fotógrafo da LUSA. A fotografia da direita, tem anos, é do mesmo Goulão, e é de uma manifestação da CGTP contra o governo de Passos Coelho. Descubra as diferenças, ou seja, veja se, de facto, uma imagem não vale por mil palavras como confissão de um credo político ou da distração ou incompetência de um editor.

goulão tap.webpgoulão cgtp xxx.jpg

 



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se reparar, caro Sr., não divergimos assim tanto e...

  • Anónimo

    E, como disse, partem e nunca mais regressam!

  • henrique pereira dos santos

    Vê-se bem que o senhor anónimo não partilha os meu...

  • Anónimo

    Queria acrescentar que as pessoas do interior não ...

  • Anónimo

    Vê-se bem que os srs. comentadores vivem na big ci...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D


    subscrever feeds