Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do sucesso em literatura

por Pedro Picoito, em 25.11.18

Há dias, numa tertúlia de amigos, arrisquei a hipótese de que o Raul Brandão e o Vergílio Ferreira seriam os maiores escritores portugueses do século XX. Fui massacrado, claro. Atiraram-me logo com o Saramago e o Lobo Antunes à cabeça. Os mais velhos foram até buscar o Torga às profundas da memória, valha-me Deus. Vencido, mas não convencido, fiquei a pensar na receita do sucesso literário. Eis um dos temas mais fascinantes da sociologia da literatura. O mérito conta, mas é a base da pizza: tem que levar em cima os ingredientes que lhe dão sabor. Uma boa máquina editorial, o favor da crítica, os contactos certos, a pose,  o mito, as ideias (de preferência à esquerda, mas não necessariamente, veja-se o Houellebecq) e, sobretudo, essa coisa intangível: a sintonia com o zeitgeist, o ar do tempo, a conjuntura. Numa palavra, a moda.

Também conta. No caso do Saramago, talvez a dissonância entre o agora revelado machismo e os efeitos do movimento Me Too provoque algum desdouro. Não sei, mas não me preocupa. Seria um absurdo tão grande deixar de lê-lo por causa do machismo como começar a lê-lo só por causa do Nobel. Se a moda ajuda ao sucesso, não contribui para o génio. Fará um bestseller, mas não uma obra-prima. Quando me querem obrigar a ler o Saramago, ou o Lobo Antunes, ou o Torga, lembro-me do velho professor de Cambridge que respondia sempre, a quem lhe perguntava se já tinha lido o último êxito: "Não tive tempo. Ainda me faltam uns diálogos do Platão..." 

A esta hora, o próximo Platão há-de estar a escrever num T2 da Brandoa ou de Argenteuil, findo o dia de trabalho no McDonald`s. O Mestrado em Semiótica não lhe serviu de nada, mas se tiver a sorte de publicar (depois da recusa de várias editoras) será lido, conhecido e amado - mais tarde ou mais cedo. Pode não ser em vida, mas o seu tempo chegará. Chega sempre porque os grandes livros, dizia o Steiner, esperam toda a eternidade pelos seus leitores. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Perfil Facebook

De Martim Moniz a 26.11.2018 às 10:27

 O mérito conta, mas é a base da pizza: tem que levar em cima os ingredientes que lhe dão sabor. Uma boa máquina editorial, o favor da crítica, os contactos certos, a pose,  o mito, as ideias (de preferência à esquerda, mas não necessariamente, veja-se o Houellebecq) e, sobretudo, essa coisa intangível: a sintonia com o zeitgeist, o ar do tempo, a conjuntura."--------Ora nem mais,quanto ao Houellebecq(e outros na mesma linha)digo que,usando o velho adágio,tem de haver a excepção para confirmar a regra estabelecida .
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2018 às 11:57

...mas porque é que se fala de Lobo Antunes para possível Nobel? ´Só por ser o mais velho?!
Daqui a pouco estão a nomear os que escrevem "pisas"...,por este andar...
Imagem de perfil

De manuelpessanha a 26.11.2018 às 14:35

Mau Tempo no Canal, para muita gente que lê A obra literária portuguesa do século XX. Saramago é uma fraude, Lobo Antunes um sono.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2018 às 17:37

Porque é que o Saramago é uma fraude?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 26.11.2018 às 16:48

o Raul Brandão e o Vergílio Ferreira seriam os maiores escritores portugueses do século XX

Uma ideia um bocado parva, porque o gosto por aquilo que se lê é totalmente subjetivo. Umas pessoas gostam mais de uns escritores, outras gostam mais de outros. Uns escritores têm um estilo, outros têm um estilo diferente. Uns escritores escreveram quatro livros bons, outros escreveram três livros medíocres e um livro fabuloso. Como classificar então a qualidade dos escritores? É impossível.
Imagem de perfil

De manuelpessanha a 26.11.2018 às 20:30

Fraude é talvez excessivo, mas foi o que me ocorreu para classificar uma prosa que grande parte dos leitores não consegue simplesmente ultrapassar para lá de metade (quero ser generoso) da obra. E fraude num Nobel de motivações ideológicas. Quando recordo José Luís Borges, Nabokov, Kundera, Joyce e V. Woolf, todos sem Nobel, e Saramago (ou Bob Dylan) com Nobel, deixo de acreditar na importância dum Nobel de Literatura.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.11.2018 às 11:36

Não consegue ultrapassar metade da obra do Saramago? Homem, o Memorial do Convento, por exemplo, é maravilhoso e tenho a certeza de que milhões já passaram da metade... Porque não tenta outra vez? 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.11.2018 às 11:52

Eu acho que o seu problema é que o homem era comunista. Estou errado? Mas a obra dele é muito mais do que isso. Esqueça a orientação ideológica. Milhões, de esquerda e de direita já o leram (todo ;) e tiveram prazer nisso. E deixe lá a polémica do Nobel, que isso são tricas do Lobo Antunes, esse eterno amargurado ;). Assim como grandes escritores não o ganharam, outros grandes escritores, como ele, ganharam. Um dos maiores críticos literários, o Harold Bloom, que nunca ninguém acusou de ser comunista, coloca-o entre os grandes escritores do século XX.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.11.2018 às 11:56

E se o Lobo Antunes adormecer ou quiser fumar, quando lhe apresentarem a nomeação?...
Tem e se evitar esta exposição...
Sem imagem de perfil

De marina a 29.11.2018 às 22:23

Vitorino Nemésio e Aquilino...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.12.2018 às 15:07

O Aquilino bate estes todos:)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • João Pedro Pimenta

    Se é realmente, ao que tudo indica, naquele ponto ...

  • Anónimo

    A Auto Europa, mesmo sem a atitude dos estivadores...

  • António

    A ser verdade é gravíssimo - não inesperado. A Aut...

  • Anónimo

    Esfumados ecos da Grundig...JSP

  • António Maria

    Seria o principio da queda da dupla Governo/Marce...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D