Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Direitos

por henrique pereira dos santos, em 25.10.18

"Entre homofobia e direitos, Cristas preferia não votar. Entre machismo e direitos, Cristas preferia não votar. Entre tortura e direitos, Cristas preferia não votar. Entre racismo e direitos, Cristas preferia não votar. Entre fascismo e democracia, Cristas preferia não votar".

Esta declaração de Mariana Mortágua é um bom exemplo de como a esquerda sectária ajuda a fazer Bolsonaros.

Pega numa posição moderada (certa ou errada é outra discussão) e para a contestar não se argumenta, apenas se empurra Cristas para o extremo que convém à Mariana de forma a legitimar o seu próprio extremismo.

Mariana Mortágua, que não me lembro de fazer uma escolha clara pela Democracia contra candidatos anti-democráticos, por exemplo, na Venezuela (ou em Cuba, onde também existem eleições, peculiares, é certo, mas existem e seriam uma boa oportunidade para Mariana Mortágua se posicionar sempre a favor dos candidatos mais democráticos contra os apoiantes da ditadura mais ortodoxos) vem agora dizer que Cristas não escolhe entre Democracia e fascismo.

A estupidez (peço desculpa, eu sei que não devia usar esta palavra aqui, mas não encontro outra para caracterizar a declaração acima) de pretender que Cristas está a evitar fazer uma escolha entre Democracia e fascismo, fundando essa estupidez numa dicotomia intelectualmente indigente (homofobia/ direitos, machismo/ direitos, tortura/ direitos, racismo/ direitos) para caracterizar o que está em causa nas eleições brasileiras, corresponde ao modus operandi do BE a quem a realidade não interessa nada, apenas o poder.

Por isso o BE não tem adversários, apenas inimigos, sendo natural que os queira esmagar em vez de reconhecer o valor do contraditório para chegar a melhores soluções para os problemas de todos, o princípio fundador da Democracia.

Como demonstração de quem afinal não está interessado na Democracia é uma boa demonstração, mas não é Cristas que fica mais bem definida nessa declaração, é Mariana Mortágua.

O problema é que sao exactamente tolices destas que vão predispondo as pessoas para a guerra de trincheiras que, evidentemente, só interessa aos extremistas como a Mariana e os fascistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.10.2018 às 16:08

Pega numa posição moderada (certa ou errada é outra discussão) e para a contestar não se argumenta, apenas se empurra para o extremo que convém

Não é somente a Mariana Mortágua quem utiliza este método de discussão política; a direita também o utiliza. As posições moderadas do Bloco de Esquerda (que as há, por vezes), em vez de serem contra-argumentadas, são empurradas para a extrema-esquerda.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.10.2018 às 18:32

«Donatien Alphonse-François, o marquês de Sade (1740-1814), foi certamente um dos autores da literatura universal que mais sondaram os limites do homem, trazendo à luz (em pleno Iluminismo) aquilo que a cultura sempre tentou ocultar: a violência do erotismo em suas mais variadas formas de transgressão»
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 26.10.2018 às 14:39

Cristas, líder de um partido com assento parlamentar e que já foi Ministra,  acha que Bolsonaro não é assim tão mau! E criticamos quem a critica porque não gostamos da linguagem!!!! A ditadura, a tortura, apena de morte (quem se lembra da ditadura militar!!) pelos vistos não assusta! Mariana empurra Cristas para o extremo. Mas depois do que Cristas disse, é preciso empurrá-la? Ela já lá está. E foi ela que se empurrou a si própria. 
Perfil Facebook

De Henrique Pereira Dos Santos a 26.10.2018 às 15:10

Tem alguma ligação para onde se demonstre que Cristas disse que Bolsonaro não é assim tão mau?
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 26.10.2018 às 16:20

Não goze comigo.
Imagem de perfil

De henrique pereira dos santos a 26.10.2018 às 17:31

Não estou a gozar, estou a pedir uma coisa concreta. Ou tem, ou não tem.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Completamente de acordo . Para esta gente que apar...

  • Anónimo

    Este país não tem futuro.Está a ser vendido a reta...

  • Martim Moniz

    E qual é o nacionalismo certo?(o que diz que não d...

  • Anónimo

    Inventei um slogan para o corta-fitas: "Corta-Fita...

  • Luís Lavoura

    Não estou a ser irónico. Um apartamento em Lisboa ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D