Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ricardo Mourinho Félix

Resumindo a participação de Ricardo Mourinho Félix é esta, todos os caminhos do Banif vão dar a: 'Nós [o governo socialista] somos uns santos que tinhamos imensas soluções óptimas para salvar o Banif (como integrar o Banif e o seu buraco na CGD), mas que os malandros da DG Comp europeia não deixaram porque dizem que a Caixa já tinha ajuda do Estado e não a pagou, imagine-se, como é possível que alguém leve o dinheiro público a sério, como se fosse capital privado, e não o deixe usá-lo para um governante sair bem politicamente, pelo menos numa legislatura. Quem propõe integrar o buraco do Banif na CGD depois diz-se indignado com a intervenção no Banif de 1.100 milhões de euros feita em 2012? Tem algum nexo?

A DG Comp tinha tudo combinado com os espanhóis e isto tudo foi de propósito, pois já tinha um fato à medida para vender ao Santander, e o Popular devia estar também combinado com Bruxelas e Espanha pois só isso explica que tenham apresentado uma proposta tão má.

O Banif, qual banco péssimo, é culpa exclusiva da Maria Luís Albuquerque e de todos esses malandros da direita, que tinham obrigação de ter soluções miraculosas para o Banif, soluções essas que o PS não conseguiu ter, mas tudo porque apenas teve pouco tempo. O Carlos Costa, governador do Banco de Portugal, esse culpado de tudo e mais alguma coisa, porque, entre outras coisas, não propôs o banco de transição para a resolução ao Banif, mesmo que não houvesse possilidade nenhuma de ser aceite, isso agora não interessa nada, o que interessa é apontar culpas políticas ao Governador do Banco de Portugal e transformá-lo no culpado disto tudo ( a ver se liberta o posto).

Na prática tudo serve para fazer oposição política, e o Banif também. Nada mais do que isso, de resto os argumentos de acusação ao BdP e ao Governo anterior são puras balelas, e falsas questões, algumas delas não passam de formalidades e tecnicalidades.

Portanto para o secretário de Estado tudo o que aconteceu ao Banif foi... político. Não teve nada a ver com má gestão privada, nada. Foi político. É tudo político. Só que as perdas, quer dos lesados da resolução, quer dos contribuintes, é sempre real, palpável e pragmática. A política é coisa de diletantes.

 



10 comentários

Sem imagem de perfil

De ali kath a 05.05.2016 às 09:29

este 2º prec não mete tropa fandanga
é só lixo humano em putrefação acelerada.
tornou-se uma invasão de escorpiões e cobras cuspideiras.
vamos ver quem sobrevive
Sem imagem de perfil

De Carlão a 05.05.2016 às 15:02

Esta conversa de prec2 é uma autentica pilha de esterco
Sem imagem de perfil

De ali kath a 05.05.2016 às 17:47

tem Vexa todo o direito a ser A OPINIÃO
mim ser apenas uma.
infelizmente sei bem do que falo porque assisti à criação do ps na CED em 72 e pertenço à lista dos 1500 do GOL que anda na Net.
recomendo-lhe meter suas pomposas palavras no local onde o pirata Rakham mandou colocar as do juiz que o julgou
Sem imagem de perfil

De Carlão a 05.05.2016 às 18:52

só escremento jà cheira mal
Sem imagem de perfil

De António Maria a 05.05.2016 às 10:00

Ao contrário do primo, este Mourinho é mais um "treinador de bancada".
Sem imagem de perfil

De jo a 05.05.2016 às 11:55

A culpa da situação do Banif até pode não ser de nenhum governo.
Já agora gostava de saber porque é que o governo anterior colocou lá dinheiro. Se não foi para salvar o banco foi para quê?
Quem se aproveitou das ajudas ao Banif?
Qual o objetivo dessas ajudas?
Acha que investir 1100 milhões de euros dos contribuintes num banco com o retorno que houve um bom ato de gestão?
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 06.05.2016 às 02:57

Não pode ver isso assim, porque se em 2012 tivesse sido liquidado todas as poupanças se tinham perdido. Como ainda estávamos em crise financeira o efeito prático de deixar falir o Banif teria arrastado outros bancos para uma situação muito difícil e mesmo o Estado teria deixado de conseguir financiar-se nos mercados. A factura teria sido pesada. Dos 1.100 milhões ficou por pagar 825 milhões. E o estado ainda recebeu juros. Infelizmente só ganhou tempo porque na prática ninguém conseguiu recuperar o banco.
Sem imagem de perfil

De pvnam a 05.05.2016 às 19:02

Banqueiros fazem empréstimos a amigos, fazem aplicações financeiras em gigajogas ' de amigos... o dinheiro 'desaparece'... e o contribuinte é 'chamado' para que o banco não vá à falência.
.
-» Tem sido golpada atrás de golpada: o lobby da banca já golpeou o contribuinte em mais de 16 mil milhões de euros!!!!!!
.
.
A actividade bancária é, de facto, UMA ACTIVIDADE ECONÓMICA DE ALTO RISCO PARA OS CONTRIBUINTES; como tal, o Regulador (Banco de Portugal) deverá ser obrigado a apresentar periodicamente relatórios minuciosos e detalhados aos contribuintes.
.
Uma opinião um tanto ou quanto semelhante à minha:
Banalidades - jornal Correio da Manhã (antes da privatização da transportadora aérea):
- o presidente da TAP disse: "caímos numa situação que é o acompanhar do dia a dia da operação e reportar qualquer coisinha que aconteça".
- comentário do Banalidades: "é pena que, por exemplo, não tenha acontecido o mesmo no BES ".
.
.
.
P.S.
http:/ fimcidadaniainfantil.blogspot.pt /
Sem imagem de perfil

De ali kath a 05.05.2016 às 23:02

'salgueiro anigo,
os bancos estão contigo'
e vão 3, noves fora nada 
Sem imagem de perfil

De do norte e do país a 06.05.2016 às 10:31


Este secretário de estado aparenta ser mais um mentiroso. Este governo tem soluções para tudo, mas para já todas más. E têm desculpas para tudo, ora é o BCE, a comissão europeia, o tempo que foi pouco, etc. Não assumem responsabilidades. 


Entretanto a dívida pública a aumentar... Vai ficar para os nossos filhos ...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Vasco M. Barreto

    Caríssimo, Tendo em conta que passa a vida a escre...

  • Vasco M. Barreto

    As minhas desculpas: o post em causa é de um outro...

  • Vasco M. Barreto

    A propósito de verdade, apagou nas últimas horas u...

  • Anónimo

    https://observador.pt/opiniao/o-povo-merece-a-arro...

  • Anónimo

    Acho que está enganado: os portugueses são uns pap...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D