Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Deixem-no trabalhar

por Pedro Picoito, em 11.01.19

Não sou propriamente um entusiasta de Rui Rio, mas a actual agitação no PSD não me parece nada saudável. Por princípio, defendo que os mandatos devem ir até ao fim, salvo em circunstâncias excepcionais. Ora, ao contrário do que hoje disse Luís Montenegro, não houve nenhuma "alteração brutal das circunstâncias" porque Rio está a fazer exactamente o tipo de oposição que prometeu fazer e que se sabia que ele faria.  Se todos gostam ou não é outra conversa, mas o verdadeiro teste devem ser as eleições nacionais e não as golpadas dos barões. 

De resto, e isto é que é deprimente, facilmente se percebe que isto não passa de uma questão de poder (ou da falta dele). O que leva Montenegro a desafiar Rio, e outros a apoiarem-no, é apenas o pânico de que o PSD não tenha um bom resultado - já nem digo a vitória - nas próximas eleições. Por outras palavras, que haja menos lugares para distribuir, o que deixa muita gente nervosa. Entre os descontentes, com honrosas excepções (o Miguel Morgado, por exemplo, e não o digo por ser ser meu amigo), ninguém tem uma ideia para o país, uma visão de futuro, política. Quando Montenegro enche o peito e declara não se resignar à derrota, vale a pena perguntar para que quer ele a vitória. O que é que defende? Em que é que acredita? O que é que quer para a justiça, a defesa, a saúde, a educação, o ambiente? Alguém sabe? 

Eu também não.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De António a 12.01.2019 às 20:55

Sendo aquilo que se chama, creio, um eleitor flutuante, só me interesso pelos políticos e pela vida interna dos partidos quando dão demasiado nas vistas, e geralmente quando acontece é pelas piores razões - a Marisa Matias dizer que Portugal dá lucro deixa-me preocupado, por exemplo, porque óbviamente não dá, e ela óbviamente sabe disso.
Rui Rio tem dado muito nas vistas. Não é, por exemplo, ele concordar com o Bloco que me incomoda, é concordar com o Bloco em matéria com que não concordo com o Bloco. Não é apoiar uma solução de governo com o PS, é apoiar uma solução de governo com este PS.
Rio não parece gostar do eleitorado que tem. Pois eu, como eleitor, já recebi a mensagem. Se é para continuar por este caminho em que o PS nos leva, continue sem mim.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Nuno

    Um dia destes enviei um mail para um jornal nacion...

  • Anónimo

    Eu não faço exigências irracionais: se os jornais ...

  • Anónimo

    Mas eu também vi cabras sapadoras a destruir os po...

  • Luís Lavoura

    é inevitável haver conflitos entre pastorícia e ag...

  • Luís Lavoura

    O Henrique faz exigências irracionais aos jornalis...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds