Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




DN_Duarte.jpeg

 Esta é uma entrevista do jornalista Nuno Saraiva​ do Diário de Noticias a S. A. R. Dom Duarte Duque de Bragança, em modo de conversa informal, numa rubrica intitulada Entrevistas de Agosto. Das suas memórias do regresso do exílio, aos desentendimentos com regime de Marcelo Caetano, passando pela crise do Euro à sua recente viagem à Guiné-Bissau no âmbito das actividades da Fundação D. Manuel II onde vem promovendo um projecto de desenvolvimento rural, o Chefe da Casa Real Portuguesa fala de tudo sem reservas. 

Por oposição a qualquer dos chefes de facção que por estes dias andam engalfinhados para um lugar em Belém, é incontestável o amor e dedicação que o Duque de Bragança põe em prática por Portugal, que conhece como poucos, que percorre incansavelmente fora dos períodos eleitorais, ao encontro dos portugueses que solicitam a sua presença, todas as semanas, todos os meses, sem reclamar do cansaço ou necessitar dos holofotes do reconhecimento. Para aqueles que alimentam o preconceito e o ressabiamento anti-monárquico esta como outra entrevista de resultaria sempre má.

Autoria e outros dados (tags, etc)



15 comentários

Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 05.08.2015 às 00:03

já fui republicano. nunca fui monárquico. os meus antepassados foram rendeiros da Casa do Infantado. o último foi D. Miguel.
há 10 anos em Roma tomamos o pequeno-almoço juntos.
tivemos a 3 uma longa conversa sobre o passado e futuro desta pocilga ou 'fermosa estrevaria'. fiquei deveras impressionado com a visão do Senhor D. Duarte e mulher. enviei-lhe vários documentos sobre D. Miguel e família, alguns posteriores ao livro que publiquei e um documento sobre a sua legitimidade guardado na biblioteca da Ajuda.
hoje tenho vergonha de dizer que me interessei pela política e não incluo essa passagem no meu CV
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.08.2015 às 19:02

Fez bem em não mencionar no seu CV essa passagem em que tomou um pequeno almoço com o casal. Mas ia ser engraçado. Mas obrigado por ter partilhado connosco essa informação. 
Sem imagem de perfil

De João das Regras a 05.08.2015 às 10:29

Marcelo Caetano deu ordem expressa de regresso à Metrópole a SAR por este, em Angola, defender publicamente que o conflito ultramarino tinha uma resolução política.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.08.2015 às 12:33

Apresente-se a eleições. Compete aos portugueses decidirem se ele tem essas qualidades.
Sem imagem de perfil

De Não é bem assim a 05.08.2015 às 12:55

 Porque o Duque de Bragança não é candidato a coisa nenhuma nem está à espera que avaliem as suas qualidades. Os portugueses se quiserem que arranjem uma maneira de se fazerem representar por Ele. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.08.2015 às 17:03

Por mim, tudo bem.


Você tem noção de que escreveu "Ele"?.... LOL





Sem imagem de perfil

De luis miguel a 05.08.2015 às 16:33

RR (Rui Rio)- Este gajo queria mandar nisto tudo só porque é da realeza, pá
PC (Passos Coelho)- Fica tranquilo, arranjamos-te uma candidatura, fingimos que és democrata e vais ver que sobes tu a chefe de estado
RR- Ó PC, mas é que eu não sou mesmo democrata, como é que descalçamos esta bota?
PC- Calma, nós no partido sabemos que és bruto e não ouves ninguém mas como o professor Marcelo não se decide e não há mais ninguém, vais tu. Basta que assines aqui este papel a garantir que não hostilizas a coligação
RR- Passa cá o papel
...
RR- Mas...que é isto?? Diz aqui que não vou poder mandar em ninguém!!!
PC- Ó RR, achas que íamos correr o risco de tu mandares nalguma coisa? O importante é que fiques quieto para nós podermos afund...governar o país à vontade e sacar o nosso
RR- Então e não posso mandar em ninguém? Nem num burro?
PC- Epá quando muito podes mandar no gato que anda lá pelos jardins da presidência, mas não arriscamos mais do que isso
RR- Carago PC, para isso mais valia chamares o Dom Duarte
PC- Não fales muito nisso ou as pessoas podem começar a ter ideias, chiu! Ainda nos punha na rua.
Sem imagem de perfil

De A.M.C. a 05.08.2015 às 17:02

Mas não haverá ninguém capaz de fazer ver a esta criatura o miserabilismo das suas graçolas?
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 05.08.2015 às 18:47

PC- Ó AMC, já andas lá a fazer o que eu te mando no corta-fitas?
AMC- Sim querido líder, sempre que aparece um de esquerda eu faço um ataque á criatura
PC-Muito bem AMC, assim é que eu quero, tudo para o bem do partido. Viva o PPD-PSD, diz lá comigo, vá..
AMC- Viva o PPD-PSD
PC- Estás bem amestrado, AMC, agora vai-me ali comprar tabaco, depois engraxas-me os sapatos e levas-me o sabonete para eu tomar banho
AMC- Sim querido líder, com certeza querido líder
PC- E pelo caminho vai gritando com a tua vozinha feminina "Viva o PPD_PSD, viva o amado líder PC"
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 06.08.2015 às 09:48

Pela 3ª vez estou a tentar responder ao seu comentário, tão, digamos, feminino.
Se desta vez for publicado, mas neste blog é sempre imprevisível, é este o meu conselho:


Procure um parceiro estável
Evite comportamentos de risco
Não ligue se disserem, "olha, vai ali o gay"
Tenha orgulho de ser o que é


Felicidades!
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 05.08.2015 às 22:20

João Távora, desculpe-me, não tenho direito de resposta a este senhor? Já há umas horas que publiquei. desculpe se estou a ser injusto, o senhor também tem mais que fazer, mas normalmente os comentários aparecem rápido...
Imagem de perfil

De João Távora a 06.08.2015 às 14:21

Não queremos que lhe falte nada, luis miguel. Desculpe o atraso. 
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 06.08.2015 às 14:29

Eu é que peço desculpa por me terem passado coisas pela cabeça. Obrigado.
Sem imagem de perfil

De luis miguel a 06.08.2015 às 14:33

Claro que noto um uso fino da ironia na sua resposta, João, ainda bem, é sinal de um espírito arejado. Pena que outr...melhor não dizer
Sem imagem de perfil

De bcc a 09.08.2015 às 17:30

Não há tal coisa como "o mais português de todos os portugueses". É uma expressão completamente desprovida de sentido e, por isso, a evitar.
Creio que  Duarte de Bragança, de uma figura assaz simpática até por alguma excentricidade é hoje num exemplo de alguém associado a situações desagradáveis, como a concessão de títulos - uma atitude inédita até em S.M. El-Rei D. Manuel II que não criou títulos novos no exílio -  e logo a pessoas envolvidas em escândalos internacionais! - para não falar da leviandade com que embarca no verdadeiro polvo que é a "lusofonia".

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ser de direita, tudo muito bem, para quem tem gran...

  • Anónimo

    Anónimo das 13:16 = Fernando SILVA

  • Anónimo

    Pouco apto para que fim?

  • Anónimo

    Pois ... E quem vai avaliar e decidir sobre se o "...

  • Luís Lavoura

    "irá basear-se na aptidão dos solos e no seu uso e...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D