Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Da nossa boa Educação

por João-Afonso Machado, em 09.09.16

São duas que se cruzam e falam por si. A primeira - o jovem ministro Tiago anunciou hoje, o primeiro dia deste ano lectivo, que os manuais gratuitos são assunto para o próximo ano lectivo. Um discipulo de Costa do mais fino quilate... Para o próximo ano lectivo ou para um próximo ano lectivo?

A segunda - conforme a apreciação dos sindicatos afectos à UGT, o início do ano lectivo decorreu com uma maior serenidade aparente, mas mantém-se nas escolas todos os antigos problemas relacionados com o ensino e a segurança. É uma forma elegante de se exprimirem, de dizer que essa serenidade é somente a sonolência do califa Nogueira. Para quem não interessa se as "políticas" funcionam bem, interessa é que sejam "políticas da esquerda".



8 comentários

Sem imagem de perfil

De carlão a 09.09.2016 às 11:39

Para a direita, quanto melhor, pior. O ano letivo está a começar com serenidade, com mais professores colocados, o governo acabou com as ofertas de escola e reintroduziu o único critério válido e honesto para a colocação de docentes (o respeito pela lista graduada), foi criada a figura do tutor que servirá para melhorar a qualidade do ensino / aprendizagem e para colocar mais docentes contratados, que esperam há anos pela segurança de um lugar no quadro...
O fim da vergonhosa e miserável "prova" para os docentes contratados, dos retrógados exames de Crato, o travão à mama dos privados com dinheiros públicos...são apenas alguns exemplos de como esta equipa ministerial está paulatinamente a melhorar o estado da educação em Portugal. Em diálogo e cooperação com os sindicatos, que são agentes de pleno direito do processo educativo, embora no mundo ideal da direita fossem ilegalizados.
Paciência!!!! 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.09.2016 às 12:47

Daqui a um ano falamos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.09.2016 às 13:01

Gratuitos, quer dizer, ... "Centeno só garante que não haverá aumento de impostos directos"
Sem imagem de perfil

De oscar maximo a 10.09.2016 às 23:30

Agentes de pleno direito seriam os comissários do povo que defendem os contribuintes. Onde estão eles ?
Sem imagem de perfil

De Lusitano a 11.09.2016 às 15:19

Sr. carlao os sindicatos são proibidos em países comunistas.quanto ao ensino,colocar as pessoas por listas controladas pelos sindicatos e bom,claro que colocar as pessoas só pelos anos de ensino e não pela qualidade do mesmo e bom,claro que mandar alunos para Escolas mais caras e com piores resultados e bom,claro que colocar professores sem dar cavaco a quem estar no terreno e bom.Em suma voltamos ao modelo de os professores se protegerem uns aos outros,e que os alunos se lixem...Vais ver o belo resultado dessas políticas.Lusitano da Beira
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.09.2016 às 14:21

Primeiro, em países comunistas e fascistas não há liberdade. Só em países de jogo democrático. Já lá vai o tempo em que era preciso ser filiado na união nacional ou no partido comunista (respetivamente em tempos diferentes) para se conseguir ser alguém. Hoje vivemos num sistema democrático em que as pessoas são seriadas pelos anos de serviço e não por filiações partidárias. Quem tem grandes fortunas, propriedades, empresas, deve votar cds ou mais à direita. Quem trabalha e precisa do seu ordenado ao fim do mês deve lutar pelos seus direitos.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • balio

    O mundo tem sete mil milhões e pessoas.Daqui decor...

  • Vortex

    já nem os touros investem nas praças

  • Anónimo

    Rodeados de bufarinheiros e bonecreiros.É fartar, ...

  • Anónimo

    Se é para pensar fora da caixa, então por exemplo ...

  • Anónimo

    São uns 🤡🤡 e o tuga =


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D