Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Da cobardia

por João Távora, em 23.03.23

ventura.jpg

Se o meu conselheiro espiritual aparecesse mencionado na lista da CI como aconteceu com o Pe. da Paróquia de São Nicolau, agora suspenso por causa de uma denúncia anónima impossível de investigar, eu atravessava-me publicamente indignado - trinta anos de caminho feito, de passeios, reflexões, confissões, alegrias e tristezas partilhadas; o meu casamento, os baptizados dos meus filhos, não me permitiriam ficar calado. Não perceber isto é o sinal maior das trevas em que vivemos e onde os venturas florescem.


15 comentários

Perfil Facebook

De Antonio Maria Lamas a 23.03.2023 às 19:28

Muito bem. 
Pensei o mesmo 
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.03.2023 às 19:30

Este ataque soez do jornalixo a tentar ligar o Ventura à pedofilia na igreja vai ter o efeito contrário.  Penso que a maioria dos católicos já percebeu que o relatorio da comissão não vale um caracol. Leia o João  Gonçalves sobre o assunto particular deste padre acusado virtualmente. Os tempos dos mandatos em branco assinados pelo Otelo já lá vai.
Sem imagem de perfil

De pitosga a 23.03.2023 às 19:57

Há Homens e há políticos. Figuras que não podem co-existir na mesma pessoa.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 23.03.2023 às 20:26

Pelos vistos o principal da notícia é o acessório. Alienação mental.
Sem imagem de perfil

De JMS a 23.03.2023 às 20:46

Embora tenha uma formação católica apostólica romana, não me considero uma pessoa religiosa.


Parece-me é que está aberta uma época de "caça ao padre" absolutamente lamentável, especialmente por via de denúncias anónimas que tanto interessam a uma minoria.


Estou, no entanto, dividido entre concordar com o João Távora e com a posição do Ventura.


André Ventura será sempre culpado de tudo e do seu contrário. Culpado por ter cão e não ter. Pouco falta para ser culpado por respirar, segundo a perspectiva dos media e da bovinizaçao generalizada dum espaço que outrora foi um país. 


 JMS
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.03.2023 às 08:38

Ao contrário de si, no meu caso aproximei-me mais do catolicismo. Fui-me apercebendo de que esse estado de "bovinização" generalizada de que fala, nos transformava em pessoas críticas e fáceis de se manipular e nos fazia  enveredar por um rumo perigosíssimo, embora mascarado de boas intenções que nada têm de inocente. Refiro-me às bondosas e bem intencionadas "agendas" actuais ditas progressistas. Há nelas um acinte provocatório e um objectivo malsão. E têm "autoria" clara e "assinatura" (bem) legível. 
Umas vezes esmorecem, outras vezes reaparecem. Mas nunca desistem.
Consoante a época, sempre que o tempo é propício, o jacobinismo regressa em força! É cíclico.  E com ele, claro está, vem sempre "a caça ao padre", como diz. 
Vejamos: Já foi assim no tempo do diabólico Marquês com a perseguição movida à Igreja e a expulsão das Ordens religiosas; e a sanha continuou pelo século XIX adentro com o célebre Mata-Frades; e o desassossego não teve paragem na 1ªrepública posto que... era "uma república"! E por aí fora, um fartote até aos nossos dias. Têm sido incansáveis nas suas manobras para tentarem, de novo , destruir e descredibilizar a Igreja. Mas a Igreja é "um" símbolo apenas, pois aquilo que realmente os move é mais profundo:  com a destruição da Igreja católica pretende-se levar de rastos tudo o que ela representa e lhe está associado, isto é, eliminar todos os "valores" basilares de que ela impregnou a nossa Cultura , Civilização, Arte e a "nossa" Moral. E substituí-los por "outros"!!! O que são as questões "fracturantes" senão os dogmas (indiscutíveis e inquestionáveis) da nova moral e da nova religião "progressista" que nos está a ser impingida por uma casta jacobina que nos trouxe a "magna" subversão (ou perversão) que envenena tudo quanto aprendemos e se achava certo? Pretendem _  há séculos  _ raspar e rasurar o que (ainda) resta e vai sobrevivendo do que nos transmitiram ao longo da cadeia das gerações.  repare que actualmente as "lavagens cerebrais" começam mias cedo: "programam" e "endoutrinam" na escola pública.


A perfídia é sempre a mesma e o objectivo mantém-se intacto em relação à religião católica, embora a técnica, hoje, seja com outra "sofisticação" e outras subtilezas melífluas, recorrendo à insinuação torpe, à alusão indirecta ... com o auxílio das suas influências tentaculares  e dos seus braços armados, ou seja, de gente com  "respeitabilidade" e visibilidade necessárias, "colocada" (estrategicamente), não só nos meios de comunicação como noutros "púlpitos" bem conhecidos. O fito é sempre o mesmo e não é precisa muita perspicácia para se perceber onde pretendem "chegar". Não tenho grandes dúvidas de que tudo é «superiormente» urdido, manejado e regulado, ora entre colunas, ora atrás de portas secretas e giratórias.
E é assim, debaixo desta "transparência", que anda a toque um país "democrático"! Estamos "bem" entregues a estes traidores.  


PS. Não ponho em dúvida os crimes de abuso sexual perpetrados por membros da Igreja. E muito menos defenderia que não haja suspensões de clérigos e punição criminal. 
Mas tenho uma questão: depois desta CI com laivos de "campanha", quantos pais permitirão, sem algum receio, que os filhos frequentem a Igreja e a catequese? Pois é! Mais um prego no caixão da Igreja...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.03.2023 às 05:51

corrijo o lapso: 
pessoas acríticas  (e não "pessoas críticas") 
Sem imagem de perfil

De JPT a 23.03.2023 às 21:35

Não pode. Queimou essa ponte com o discurso populista. Nada mais “Ventura” do que esta lapidação dos pecadores. 
Sem imagem de perfil

De JMS a 24.03.2023 às 00:49

Ventura populista? Tem a certeza? E Costa? E Marcelo? O JPT que conheço desde há uns anos pelos seus escritos não teria "descido" ao nível dos jornalistas corruptos e intelectualmente desonestos em que se tornaram os media de, há  pelo menos, duas décadas para cá.
Realmente, os portugueses só têm aquilo que merecem. E ainda vamos sofrer mais. Para gáudio de alguns... distraídos. 
Sem imagem de perfil

De JPT a 24.03.2023 às 15:31

Antes de mais, talvez não seja o JPT a que se refere. Mas, se há coisa que é indiscutível é o Dr. Ventura ter, em matéria de justiça criminal e, em especial, de pedofilia, um discurso primário e populista que o desqualificaria como professor de Direito, se ele realmente acreditasse no que diz. Ora, quem ganha a vida a defender julgamentos sumários e castrações químicas não pode, sem se descredibilizar (junto de quem acredita nele) vir exigir as garantias do Estado de Direito para o seu confessor e qualificar esta triste Comissão Independente como uma Inquisição de trazer por casa. Não é uma questão de "cobardia", ao contrário do que refere o post, mas de sobrevivência na política. O Dr. Ventura criou uma personagem, vive dessa personagem, mas, para mal dos seus pecados, também tem de viver com ela.
Sem imagem de perfil

De mariam a 24.03.2023 às 19:43

Se V.Exª tivesse filho ou filha menor e abusada por um cretino qq exigia mais que a castração.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 25.03.2023 às 14:44

Julgamentos sumários? Onde é que viu isso? Parece-me que está baralhado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2023 às 21:40

Parece que o Dr. Ventura se encontra profundamente agastado pelo facto do Padre de S. Niculau ter sido suspenso sem que tenha havido qualquer investigação credível sob denúncia anónima. A Igreja parece estar a concorrer com a Polílica!
Sem imagem de perfil

De Terry Malloy a 24.03.2023 às 00:09


Não li o que André Ventura disse (apenas vi o título do "diz-se chocado com"), mas perdi tempo a conferir os vários artigos que V. escreveu sobre o tema do relatório da CI e este seu post merece-me o seguinte comentário:


- Não vi um padre, um membro da CI, um jornalista, um político, ninguém que V. tenha insultado directamente em tudo quanto até agora escreveu sobre o tema.


Mas, de algum modo, André Ventura mereceu-lhe o insulto do título, com fotografia da cara em 1º plano, por uma ...omissão verbal ?!?


Sempre que vejo este tratamento dado aos ódios de estimação da esquerda (Trump, Bolsonaro, Boris Johnson, etc.) por pessoas da não-esquerda, mete-me impressão como alguns têm o trabalho tão facilitado, que até os adversários lhes carregam as chuteiras.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 25.03.2023 às 14:46

Na mouche.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D