Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Como um atleta chegado do Olimpo

por João Távora, em 02.02.24

goyqueres.jpeg

Acabou finalmente, por alguns meses, a ruidosa especulação à volta da venda de Viktor Gyökeres. Foram mais de seis semanas de entretenimento de muitos comentadores remunerados, nos jornais e televisões, com o intuito de esmifrar o publico em lucubrações numa não notícia. O fenómeno percebe-se: o jornalismo, vivendo uma profunda crise, não poderia deixar de explorar o filão duma potencial transferência que esteve longe de acontecer. Afinal, a “não notícia” reunia o interesse do grosso dos adeptos do universo da bola: por um lado afligindo os sportinguistas incautos, e por outro alimentando expectativas aos seus adversários. Foram litros de tinta e horas de sagazes cometários que se irão desvanecer rapidamente na espuma do esquecimento. Afinal também foi para isto que se fez o 25 de Abril.

Mas a mim interessa-me principalmente o fenómeno Gyökeres em campo. Serão certamente lugares-comuns os adjetivos a aplico à arte com que o jogador nos surpreende a cada jornada. A força brutal aliada à técnica refinada e resistência resulta mesmo um caso raro. Vê-lo, quase ao fim do jogo, fazer um sprint para recuperar uma bola na defesa, ou esgadelhar-se para marcar só mais um golo é um deleite para quem gosta de futebol. Dou Graças a Deus de ter vindo para o Sporting, e da felicidade que transparece pela experiência. O seu sorriso ao final de cada partida bem-sucedida denuncia um entusiasmo benignamente infantil. Dizem-me que já arranha a língua de Camões e que a namorada é portuguesa.

Finalmente, Gyökeres evidencia uma estampa politicamente incorrecta que me apraz de sobremaneira: aparentando uma escultura clássica, sem ostentar no corpo tatuagens ou outros artifícios, transmite sobriedade, a contrariar a imagem de decadência do europeu médio. Como um atleta chegado do Olimpo.

Rezo para que a sua experiência seja muito feliz entre nós.

Publicado originalmente aqui


10 comentários

Sem imagem de perfil

De balio a 02.02.2024 às 16:11


É de facto um enorme jogador. Felicitações ao Sporting por o ter. Saiu melhor do que a encomenda...
O que é mau, é a extrema sensibilidade que o campeonato português exibe à presença, numa qualquer equipa, de um só jogador de tão grande craveira (ou em tão boa forma) como este. Basta um só jogador, num ano qualquer, como este, para que a equipa que o tem seja campeã. O que é mau...
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 02.02.2024 às 18:54

Admira-me que o balio versão marxista não tenha pedido para que o Gyökeres corra com 10kg de penalização...
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 02.02.2024 às 22:43

Para destoar daqueles anos em que quem desequibra joga de apito na boca. Antes assim, não?
Sem imagem de perfil

De passante a 02.02.2024 às 17:10

semanas de entretenimento


Ainda não me habituei às quantidades abundantes, ou mesmo extravagantes, de tempo dado ao desporto na comunicação pública hoje em dia, versus o que havia há cinquenta anos.


Acho hilariante que se dizia acusatoriamente "Fátima, fado e futebol", e as quantidades de atenção dedicadas a cada coisa só aumentaram desde então. Era engraçado se algum estudante a precisar de tópico agarrasse nos jornais e registos de rádio/TV de 1973 e comparasse com os de 2023 ...



Sem imagem de perfil

De Anonimus a 02.02.2024 às 20:14

É uma comparação comparável,  como diria um outro. Há  50 anos havia não sei quantos canais de tv  com 24/7 para encher.
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 02.02.2024 às 19:02

Gyokeres traz ao de cima o pior (que é a maioria do conteúdo) do futebol português, dentro e fora da erva.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.02.2024 às 20:18

« Rezo para que a sua experiência seja muito feliz entre nós. »

Reza? Por causa disto?
Está decerto a brincar connosco.
Sem imagem de perfil

De IMPRONUNCIÁVEL a 02.02.2024 às 21:23

Se o Sporting não ganha este ano ... vai ser uma hecatombe emocional difícil de curar.
Sem imagem de perfil

De cela.e.sela a 04.02.2024 às 09:34

em Famalicão até a PSP fugiu
Sem imagem de perfil

De JPT a 05.02.2024 às 09:38

Concordo totalmente com a menção ao aspecto " politicamente incorrecto" do nosso atleta. É de tal modo assim, que mais do que "chegado do Olímpio", ele parece é chegado do "Olympia" - o filme da Leni Riefenstahl.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Beirão

    A maltosa da bolha mediática não tem emenda nem ve...

  • Anónimo

    Não me lembro de ter ouvido ninguém, tirando os ex...

  • Antonio Maria Lamas

    Um muito oportuno texto. Que os candidatos adversá...

  • Anónimo

    As opniões de Paulo Nuncio, são banais. Mas foram ...

  • Anónimo

    Por mim foi uma enorme satisfação e só tenho a agr...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D