Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Clareza

por henrique pereira dos santos, em 08.12.23

"“Não está a haver uma proteção eficaz dos civis em Gaza“, diz António Guterres".

Isto é verdade e esta frase é verdadeira.

Mas a razão para que assim seja, não está no facto de Israel atacar alvos civis, está no facto do Hamas transformar civis em alvos.

Para os civis que morrem é igual, mas para os outros não é e convém não confundir as coisas.

Infelizmente as agências da ONU e o seu Secretário-geral estão há dois meses a confundir isto e a lançar confusão sobre isto.


40 comentários

Sem imagem de perfil

De maria a 08.12.2023 às 16:33

Talvez se o HAMAS entregasse os reféns acabava com a guerra. Sempre ouvi Israel propô-lo.
Porque será que todas as organizações não põem hipótese em primeiro lugar?
Sem imagem de perfil

De José Monteiro a 08.12.2023 às 21:32

Fiquei com a ideia de que o Hamas pretendia o mesmo.
Talvez tenha entendido mal.
Entregar os reféns e parar a invasão.
Claro que depois disso, nada impediria um acerto de contas.
Sem imagem de perfil

De Nuno Lopes a 09.12.2023 às 08:01

Se depois da entrega dos reféns nada impediria um acerto de contas, parece-me que antes da entrega dos reféns também nada está a impedir o acerto de contas. Na verdade os reféns até estão a dar a Israel um argumento para o acerto de contas. Que existe e existirá em qualquer dos casos.
Sem imagem de perfil

De Cá não há bar a 08.12.2023 às 16:34

A O-nu é um Pantanal global à escala mundial (passe a triângulancia).
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 09.12.2023 às 15:04

A ONU apoia o Hamas, basta ver o que Guterres acabou de fazer e nunca fez no seu mandato. 


E quem é que a UNRWA apoia.
Muitos palestinianos estão a protestar o desvio da ajuda para o Hamas e a ONU nada diz e nada faz.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 08.12.2023 às 16:34

Felizmente temos bloggers e tiktokers a reportar o que na realidade se passa em Gaza, ao invés dos propagandistas ineptos das NU.
Sem imagem de perfil

De Francisco Almeida a 09.12.2023 às 13:10

Agora vai melhorar muito:
O embaixador do Irã na ONU, Ali Bahreini, foi nomeado presidente do Fórum Social do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. 
Sem imagem de perfil

De IMPRONUNCIÁVEL a 09.12.2023 às 20:35

Não é a Democracia a funcionar?
Nesse regime Democrático não ganha e tem legitimidade quem tem mais votos?
Sem imagem de perfil

De Henrique Almeida a 10.12.2023 às 16:37

Com esta e outras afins, a ONU continua a cavar a sepultura da sua credibilidade.
Imagem de perfil

De O apartidário a 08.12.2023 às 16:49

Estão é a meter cada vez mais "lenha" na já instalada confusão (a qual realmente não apareceu do nada e tem décadas, a certo nível político, e séculos a outro nível mais profundo e histórico-religioso,ambos os níveis manipulados conforme os interesses e as ideologias). A ONU é como aquele circo decadente que só tem audiência nas aldeias medievais e é mantido para distrair as populações carentes.
Sem imagem de perfil

De IMPRONUNCIÁVEL a 08.12.2023 às 17:10

O que ninguém entende no mundo é porque os Palestinianos não podem ter um exército, e os outros que os atacam e cercam há mais de 60 anos podem?
Ou alguém acredita que o exército dos outros não é tão terrorista como o Hamas?
Por mais que tentem enganar a populaça, por mais escritos e lábias que inventem, não fazem senão figuras de palermas.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 09.12.2023 às 15:07

"Ou alguém acredita que o exército dos outros não é tão terrorista como o Hamas?"

 Claro que não é, se fosse já não existira Gaza. 
Mas a incapacidade de perceber para quem não tem interesse em perceber a área militar dá nisto. Monoculturais.


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.12.2023 às 19:33

Já te perguntaste por que razão nenhum país árabe aceita refugiados palestinianos?
Já te perguntaste por que razão a Jordânia expulsou milhares de refugiados palestinianos em setembro de 1971?
Já te perguntaste porque razão o Koweit expulsou mais de 300 mil palestinianos no fim da 1ª Guerra do Golfo, em 1991?
Sem imagem de perfil

De anónimo a 08.12.2023 às 19:32


Os Gazeanos tiveram muito azar nas escolha dos seus políticos. Não é só ali. Pouco digno espetáculo, alguém cometeu erros. 
Por um lado Hamaz e Gazeanos, misturados, caíram no erro de matar (e chacinar) civis. Se tivessem raptado uma dúzia de reféns teriam ganho uns cobres. Descontrole?. "Quem vai à guerra dá e leva". Naquele teatro de guerra não se consegue separar civis e "militares" sobretudo à paisana". Quem paga é o mechilão.
Por outro lado caíram na armadilha empurrados pelos ayatolas que apenas queriam apalpar o terreno, ali e não só. E agora?. Alguma vez avançariam em defesa dos irmãos muçulmanos?. Esperem sentados.
Uma coisa é o que o Sr. ONU diz e faz, é o emprego dele. Outra coisa é o que acontece. Sempre com um piscar de olhos de permeio.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 09.12.2023 às 15:24

" Descontrole?."



Não há descontrole aquilo que os Palestinianos fizeram em 7 Outubro é o seu sonho generalizado para todo Israel. É o que as escolas ensinam.  Há videos de crianças a "esfaquearem" outras crianças a fazerem de judeus numa escola.   A "moderada" Autoridade Palestiniana dá a "pensão dos mártires" aos terroristas do Hamas.


E é só pesquisar pelas sondagens do instituto de sondagens Palestiniano sobre a chacina de 7 Outubro.
Que os jornalistas ocidentais censurem as opiniões Palestinianas mas tenham sempre muita pressa em colocar as estatísticas do Hamas - e censuram de onde vêm esse números mostra bem o estado corrupto da profissão.
Sem imagem de perfil

De Figueiredo a 08.12.2023 às 19:52

Um não assunto, o Movimento de Resistência Islâmica («HAMAS») foi criado e apoiado pelo "Estado" de Israel, está ligado ao grupo terrorista Confraria dos Irmãos Muçulmanos («Muslim Brotherhood») criada sob a influência da Grande Loja Unida da Inglaterra.


Aqui fica algo que realmente importa, um importante documentário publicado hoje na Internet sobre o Presidente Rui Rio:


«Rui Rio - Uma Liderança Diferente»


https://www.youtube.com/watch?v=FpWQGH0-vSs
Sem imagem de perfil

De IMPRONUNCIÁVEL a 08.12.2023 às 21:05

A diferença de agora para antes, é que agora os EUA (os países colonialistas da Europa) e Israel já não conseguem derrotar o Irão, os países do Médio Oriente que vivem em redor, mais a China e a Rússia.
É essa diferença e essa mudança que veio mais depressa do que julgaram.
Agora, já não conseguem ganhar pela força militar, nem sequer conseguem amedrontar os outros países como fizeram desde o séc. XV.


Sem imagem de perfil

De lucklucky a 09.12.2023 às 15:09

Quando você estudar alguma coisa verificará que há muitos mais povos no Médio Oriente que o Árabes e muito mais religiões que o Islão. Nessa altura vai começar a perguntar quem afinal são os colonialistas.
Sem imagem de perfil

De José Monteiro a 08.12.2023 às 21:48

Solução Israel com Natanyahu?
A) Que esperar de um território reduzido a pó,
as zonas urbanas desfeitas, novos ocupantes? 
Porque não, a oportunidade de um grande Israel,
fronteiras seguras com os estados vizinhos?
Não é esse o sonho dos ultras que sustentam Natanyhau, este, do antecedente em perigo de ser preso?
B) Os indígenas da Palestina, dispersos pelo território, uma parcela a tratar de emigrar, o restante a desaparecer na História.
Incapazes de ultrapassar os desafios, condenados como sociedades a soçobrar perante desafios excessivos-referido no monumental HISTÓRIA de Toynbee. Israel, perante os desafios como estímulos que o vão fortalecendo.
C) Teoria dois Estados. A falácia que embala os tolos. Perante o contínuo avançar dos colonos, e esta Operação de limpeza, um segundo Estado, 
como e para o quê? Com quem?
Àh, a ONU, pois.


Sem imagem de perfil

De Francisco Almeida a 09.12.2023 às 13:19

A hipótese A) seria desastrosa para Israel. As outras são ambas inviáveis. 
A C) porque deixaria desempregados centena de funcionários das agências da ONU e sem financiamento dezenas de ONGs que disso vivem
A B) porque, dada a lição do 7 de Setembro, Israel - se não virar suicida - nunca permitirá, fora do seu controlo, um porto em Gaza ou um aeroporto internacional na Cisjordânia.
A situação ainda tem de piorar antes de uma solução possível0
Sem imagem de perfil

De Francisco Almeida a 09.12.2023 às 14:01

11 de Setembro (não 7 de Setembro).
Sem imagem de perfil

De anónimo a 08.12.2023 às 22:19

O Sec. Geral da ONU é um mestre-de-cerimónias. Não tem autoridade sobre nenhum Estado. As várias resoluções da ONU são propostas, sujeitas a vários tipos de votação. Ser imparcial, no cargo, é elementar. Voz firme, clara, mas neutra. Nada fácil para alguém como A. Guterres.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 09.12.2023 às 10:45

Sujeitas a votação e a vetos. 
O Sec Geral é uma espécie de Tribunal de Contas, dá pareceres, bota sentenças, mas na realidade manda tanto como um professor na sala de aulas
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 09.12.2023 às 15:12

Imparcial? desde quando. Guterres é tudo menos imparcial. Veja-se quando é que ele montou um voto de emergência mas nunca o fez antes em situações muito mais graves. 
E como é que se pode ser imparcial no forum onde não há lei e onde uns são tratados de maneira diferente de outros e apenas o voto determina a justiça?

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Beirão

    A maltosa da bolha mediática não tem emenda nem ve...

  • Anónimo

    Não me lembro de ter ouvido ninguém, tirando os ex...

  • Antonio Maria Lamas

    Um muito oportuno texto. Que os candidatos adversá...

  • Anónimo

    As opniões de Paulo Nuncio, são banais. Mas foram ...

  • Anónimo

    Por mim foi uma enorme satisfação e só tenho a agr...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D