Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Brasil e o «jornalismo» falsário -- as feridas à mostra

por José Mendonça da Cruz, em 03.10.22

Mais confrangedor que o trabalho enviesado, passional, desonesto das televisões portuguesas sobre as eleições no Brasil, é ver agora os «jornalistas» e os «repórteres» (que não perceberam nada, exceto as suas ilusões e vontades) agora às 00,13 perante os resultados, com 76% das secções apuradas, de Bolsonarro 45%, Lula 45%, a «justificarem» o cenário «surpreendente». (E ganem os pobres: «Lula à frente». Sim 0,7%). 



6 comentários

Sem imagem de perfil

De JPT a 03.10.2022 às 00:40

E que dizer do ligeiro deslize de 10% (médio) nas sondagens, a respeito da votação do candidato Bolsonaro? (aquelas com 2% de margem de erro e 99% de confiabilidade) Volta Zandinga!
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 03.10.2022 às 08:35


Coitados dos repórteres, dizem o que está no teleponto.
Quanto aos comentadores, confundem o que acontece ou é provável que aconteça, com o que querem ou pensam que vá acontecer.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 03.10.2022 às 08:37

A "esquerda" adora criticar os outros que opinam sobre as escolhas democráticas dos ex-colonizados, assumindo o chavão do colonialista que pensa que sabe o que é melhor para aqueles povos que não se sabem governar. Mas nestas alturas nunca falham em ca*ar sentenças sobre o que é ou deixa de ser melhor para aquelas gentes tropicais.
Sem imagem de perfil

De entulho a 03.10.2022 às 09:30

jornalistas e 'té-cnicus' de 'são-dajens' deviam ser empalados em todo o lado
de lula recheada a requentada
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.10.2022 às 13:44

Prostituição   -   e da mais reles...
JSP
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.10.2022 às 23:03

A propósito do comentário do JPT.


As empresas de sondagens acabam a justificar-se com o "erro amostral aleatório" e o "erro observacional" e a rapaziada, altamente versada nestas subtilezas, acaba como sempre a comer tudo e preparadinhos para voltar a 
caír na conversa as vezes que calhar.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • entulho

    na minha aldeia, ex-vila acastelada da Casa do Inf...

  • Anónimo

    Se reparar, caro Sr., não divergimos assim tanto e...

  • Marques Aarão

    Por associação de ideias arrisco uma das frescas d...

  • Anónimo

    E, como disse, partem e nunca mais regressam!

  • henrique pereira dos santos

    Vê-se bem que o senhor anónimo não partilha os meu...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D