Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Arqueologia Eleitoral

por José Mendonça da Cruz, em 27.08.15

costahomo.jpg

 

Caro eleitor indeciso,

 

Hoje pretendo sensibilizá-lo para as enormes tragédias que advêm de conceder aos indivíduos e às famílias a liberdade para disporem do seu próprio destino e dinheiro ou para decidirem sobre a escola para os filhos, sobre a saúde para eles e para os próprios, sobre o futuro das suas pensões, e sobre a vida em geral. Os privados são seres terríveis, só pensam em equilíbrio, poupança, lucros e boas contas. O PS é solidário.

Temos uma política para as pessoas. Para a sua concretização faz sentido que todo o dinheiro delas seja confiado a um governo socialista, propondo-se o PS elaborar uma lista dos contribuintes/dadores mais generosos e premiar os mais solidários.

É tempo de confiança. Temos longas e reiteradas provas de gestão do vosso dinheiro, fazendo com ele o que nenhum cidadão ou privado imaginaria.

O futuro é do passado. Na escola, nos hospitais, nas telecomunicações, na banca, nos seguros, nos serviços, na indústria, na agricultura, na energia, na ciência e na arte é necessário e urgente substituir aos instintos ultraliberais dos privados a inovação e prodigalidade do que é público e socialista. Dados e indicadores manipulados parecem contrariar estas afirmações, mas o saneamento das instituições subsequente à tomada de poder pelo meu governo cedo demonstrará o profundo erro de tais indicadores e dados.

O amanhã é da cidadania. Vote no PS e em mim. Damos-lhe tudo o que você pagar em dobro.

AC, Lisboa, Agosto de 1918


5 comentários

Sem imagem de perfil

De António D. Costa a 27.08.2015 às 17:47

Agora que parece que se pode comentar sossegadamente a matéria dos posts:
MFLeite não respondeu a ACosta nem responderá. Pela razão simples de que nem levou a sério a tirada do sujeito e não é um instrumento de furta-votos ao PSD.
Nem Costa se atreveu a dizer claramente que a convidaria para ministro. Isso seria desacreditar o próprio PS.
Sem imagem de perfil

De António D. Costa a 27.08.2015 às 18:16

Peço desculpa. Este comentário tem a ver com o post abaixo.
A terra ainda não parou de tremer...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.08.2015 às 20:31

A direita que fez o maior aumento de impostos pelo menos deste do 25 de Abril chora pelos altos impostos que os portugueses têm que pagar...


Mutatis mutandis faz lembrar o "Fado Tropical" de Chico Buarque:


"Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar, o meu coração fecha os olhos e sinceramente chora..."
Sem imagem de perfil

De João. a 28.08.2015 às 00:29

Freud explicará...


onde eu escrevi "deste do" queria ter escrito "desde o".
Sem imagem de perfil

De manuel branco a 28.08.2015 às 15:18

nem li o texto. para quê? basta a foto que diz tudo. tudo do homem do reader's digest, dos mais belos castelos de portugal e dos mais belos tupperware de portugal. convém no entanto dizer que a sua geração já é do quaternário superior. vá pensando no catálogo da servilusa. Olhe que eu já vou pensando e sou mais novo.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D