Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Almas de lacaio

por José Mendonça da Cruz, em 24.07.18

O povo. O povo são os condutores que no passado fim-de-semana, na A12, perto de Palmela, fizeram inversão de marcha na faixa em que seguiam de uma autoestrada porque viram fumo: um bando ovino e medroso, a quem tudo sobressalta e perturba. A plena assunção da condição ovina veio de um dos do grupo que, em entrevista à Sic, se queixou de que não tinha informação, nem havia «apoio».

O Estado. O Estado é aquele corpo adiposo que deixa roubar armamento, deixa arder populações, sorve mais de 50% da riqueza nacional, deixa deteriorarem-se todos os serviços, não presta contas nem cumpre as leis, se engalana de modernidade promovendo a eutanásia dos humanos enquanto proibe a dos cães e gatos, e que pesa sobre o ombro de quem tenha iniciativa, com o hálito fétido regulamentador e a avidez babada de novos saques.

A Comunicação Social. A comunicação social são as televisões comemorando a aterragem de um avião muito grande no aeroporto de Beja, celebrando o que dizem ser o futuro redescoberto da coisa -- sem memória, sem responsabilidade, sem juízo, sem contas, com a habitual e abjeta complacência, o medular servilismo por qualquer coisa de esquerda, mesmo que ruinosa. 

 A CS não existe, não comunica nem é social, é pessoal nas causas, nos enviesamentos e no consciente desprezo da notícia. O Estado é tão fiável que, à simples vista de fumaça, o rebanho dispara tonto, aterrorizado, inimputável, e para onde calhar. Mas, sendo este o Estado e esta a Comunicação Social, é este o rebanho. E sendo este o rebanho, é mais deste Estado que ele quer.

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 00:21

Imagine as sondagens.
Perfil Facebook

De José Monteiro a 25.07.2018 às 09:37

«O Estado é aquele corpo adiposo...»
Que permite paióis em Tancos, que deviam ter sido encerrados por 2004-final SMO, remember?
Que elabora um glorioso projecto Defesa 2020, para que mudando alguma coisa tudo fique na mesma. 
Onde uma qq autarquia, a ex do Fundão, para não sobrecarregar um jurista e um engenheiro dos quadros, descobre em Lisboa, os especialistas em PDM's & Revisões, por falta de gente e empresas capazes no seu território.
A Imprensa/OCS? Especialistas em dar a notícia do homem que mordeu o cão.
A par disso, preencher horas e dias de imagens básicas, compondo programas low-cost para a plebe.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 10:16

de alto a baixo a carneirada tem os mesmos comportamentos
cagou-se ao pensar em Pedrógão
o cont-estado, det-estado, encontra-se emp-estado de inúteis
a cs poupava dinheiro se transmitisse directamente da sede dos partidos da geringonça
'-tens um partido e o outro inteiro?'
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.07.2018 às 18:36

lacaios, heim? e rebanho? o povo retribui-vos em votos o desprezo e sobranceria que têm por ele.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2018 às 10:41

Com a devida vénia transcrevo, do Blogue Blasfémias, este comentário que traduz a realidade do Aeroporto de Beja:
Artista português PERMALINK (https://blasfemias.net/2018/07/24/extra-extra-aviao-aterrou-em-aeroporto/#comment-2062498)
25 Julho, 2018 18:32

AVIÃO VAZIO ATERRA EM AEROPORTO VAZIO. Quem é que não acha esta notícia extraordinária, sobretudo porque aconteceu num país também vazio ….de bom-senso.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.08.2018 às 20:02

Ainda sobre o aeroporto de Beja, não posso deixar de transcrever o email de um amigo
ONDE FICA BEJA ?
Beja fica a 1h30 de Lisboa e a 1h30 do Algarve
A maior parte dos portugueses crê que o Baixo Alentejo e Beja ficam no fim do mundo. Atrás do sol posto. No cu de Judas. Como preferirem. Para essas mesmas pessoas Beja ambicionar ser a alternativa de suporte ao aeroporto da capital não passa de uma fantasia ridícula, enxovalhada à boca cheia (em tom jocoso e até desrespeitador) por grande parte dos media nacionais, como ainda agora acabei de ouvir na TV.
Para quem, por ignorância ou omissão deliberada da comunicação social, não sabe eu partilho: a BA11 de Beja é, em termos de área ocupada, a maior da Europa e uma das maiores do mundo. Quando os alemães a construíram na década de 60 sabiam o que estavam a fazer. E é por isso que a pista é uma das 240 do planeta onde o "aviãozinho" A380 pode aterrar (fora todos os outros, naturalmente). E não me invoquem o argumento da distância geográfica. Beja fica a 1h30 de Lisboa e a 1h30 do Algarve, totalmente disponível para apoiar os dois grandes pólos turísticos do sul do país.
Ao contrário do argumento do comentador de TV aterrei em dezenas de aeroportos no mundo inteiro ( por isso tenho termo de comparação) e em vários desses aeroportos secundários levei entre hora e meia, a duas ou mais horas a chegar à capital. Porque os voos para esses aeroportos são mais baratos e há muito público nesse segmento. Porque apreciar a paisagem do país através do vidro de um comboio também enriquece a experiência do viajante. Porque de um universo gigante de passageiros, alguns (mesmo que poucos) terão a sorte de escolher pernoitar nas redondezas e descobrir um país sem filtros, sem rooftops, sem tuk tuks, feito de pão, queijo, vinho, vida barata e poucos atropelos. E seguramente passarão a mensagem. A ridicularização da opção aeroporto de Beja existe apenas para encobrir a falta de interesse em investir nas acessibilidades (que maçada,esses milhões já estão destinados aos bolsos dos que engordarão com a construção do novo aeroporto noutro sítio qualquer). Há mercado e passageiros para o aeroporto de Beja prestar muitos e bons serviços. Infelizmente só não há vontade.
AAP-----------------------
Desenganem-se porque provavelmente o Aeroporto de Beja no qual foram investidos Milhares de Milhões de "Aéreos" (aeroporto, né?) nunca será utilizado para o fim a que se destina ou, pelo menos, enquanto não SE ENCHEREM "OS BOLSOS" (PAGO PELO CONTRIBUINTE) A MAIS ALGUM AMIGALHAÇO QUE, POR ACASO, SAIBA ALGUMA COISA DE CONSTRUÇÃO EM PPP, MESMO DESPREZANDO O QUE JÁ EXISTE...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Salva qualquer um com magros resultados no balanço...

  • Anónimo

    o pescador é um predadoranualmente são lançadas no...

  • Anónimo

    os seres humanos anteriores à agricultura morriam ...

  • António

    A I.L. pode não ter amarras, mas tem tiques. Não f...

  • Anónimo

    Não havendo escrúpulos,sem atenção à diversidade d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D