Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Georgina.jpg

No outro dia vim aqui defender a honra de Sanna Marin, a laica e incauta primeira-ministra da Finlândia apanhada num vídeo indiscreto e condenada na "praça pública" por dançar desavergonhadamente numa festa qualquer. Desta vez é a fotografia de Georgina, a modelo e mulher de Cristiano Ronaldo, a rezar na basílica em Fátima, ao que consta acompanhada por seguranças e uma equipa de reportagem,  que está a chocar os fariseus e as alcoviteiras que pululam nas redes sociais - o Facebook não censura a imbecilidade.
 
Mesmo reconhecendo que Fátima é toda uma história de exibição de fé popular, que quanto a mim por vezes roça o paganismo, não deixa de ser um lugar de igreja, de acolhimento, a quem procura e reconhece pertença a Cristo e sua Mãe. Pelas amostras recolhidas, o puritanismo não é um exclusivo dos anticlericais, é também comum entre os mais devotos cristãos. Pela minha parte estou convencido que o caminho proposto por Jesus é de civilização social e libertação pessoal. Ou seja, como cristão prefiro mil vezes que as personalidades públicas frequentem o santuário do que o evitem. E depois, só Deus sabe verdadeiramente as razões profundas da mulher ali estar.

Querem mesmo participar no apedrejamento?


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Cac a 23.08.2022 às 20:39

Quando se vem defender tristes e deprimentes actos de uma figura com um cargo institucional e se compara com outra figura pública mas que, além de estar recatada com um lenço na cabeça não exerce qualquer cargo público de relevo é mesmo de quem não tem nada para dizer e desconhece o que um órgão de soberania(seja ele qual for) está obrigado por dever de recato, protocolo e discrição. Ronald Reagan também era actor e, a partir do momento que assumiu a presidência dos EUA deixou de fazer filmes etc. A raínha de Inglaterra é"apenas" a monarca mais respeitada do mundo e não será de certeza por andar a mostrar o pernão em discotecas ou aos berros em feitas privadas. É por gente assim que defende a cultura da esquerda radical do "à vontadinha" e da relativização da moral  que estamos neste caldo do políticamente correcto onde uma maioria larga tem de comer e calar a imposição goela abaixo deste feminisno asteroides. Se quer e gosta de desculpar que um PM ou outro alto cargo político ande nestes tristes preparos...à vontade. Depois não se queixe que estes peixes vermelhos em água benta mandem ás malvas séculos de filosofia, conhecimento científico etc  e andem q despertar tudo o que deveria estar no domínio do subconsciente. Porque o Freud, Lacan, Aristóteles etc etc eram todos estúpidos. Inteligentes são esta malta do feminismo, LGBT, esquerda radical etc.
Enfim.... moderação na defesa de valores , moral e da verdade é serviço prestado à mentira. Mas é sempre bom acusar os outros de "moralistas"

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Nelson Goncalves

    Certo. Seguindo esse raciocínio não se podem const...

  • passante

    É o "Trump derangement syndrome" que se arranja cá...

  • VV

    Os funcionários e outros colaboradores que irão ex...

  • Ricardo

    Está mas é preocupadinho com a pensão diga lá,não ...

  • Elvimonte

    Ainda sobre CDSs e ataque especulativo à dívida po...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D