Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Abriu a caça à comenda

por Maria Teixeira Alves, em 19.05.19

Imagem relacionada

Começou a caça às comendas. Depois da indignação pública  – que me parece sempre próxima do ódio colectivo – às declarações de Joe Berardo na Comissão Parlamentar de Inquérito à CGD, eis que o Conselho das Ordens Honoríficas abriu, na passada sexta-feira, um processo para retirar as duas condecorações a Joe Berardo, numa reunião no Palácio de Belém, em Lisboa. Caso fique provado que o empresário infringiu os seus deveres de titular da Ordem do Infante D. Henrique, pode ficar sem as duas distinções que recebeu.

O que é que despoletou isto? Foi a sinceridade de Berardo, provocatória, quando disse que pessoalmente não tinha dívidas? Foi ter dito que os bancos já não tinham a maioria da Associação Coleção Berardo? Foi ficar a saber-se que tinha mudado os estatutos da Associação dona da sua coleção de arte e tinha feito um aumento de capital à revelia dos bancos? O que é que mudou de um dia para o outro em Joe Berardo que tenha despoletado isto?

Joe Berardo sempre foi provocatório, sempre foi grotesco na falta de respeito pelos que não gostava, sempre foi dono de uma sobranceria atabalhoada (não se lembram do que dizia de Jardim Gonçalves em 2007?). Não há nada de novo em Berardo. 

Terá sido o motim público que se levantou? 

Seja como for, se as comendas forem retiradas a Berardo, vai começar a caça às condecorações atribuidas pela Presidência da República? Aos que envergonham o país ou só àqueles que passaram pelas Comissões Parlamentares de Inquérito e indignaram os deputados em direto? Por exemplo, a Zeinal Bava porque não tinha de memória nada do que levou a Portugal Telecom a desaparecer? A Sócrates porque vivia com o dinheiro de um amigo e estava envolvido numa teia de troca de favores? A Ricardo Salgado por ter mandado maquilhar as contas das ESI, escondendo dívida, e contaminado a rede de clientes do Grupo com a dívida dessa e doutras empresas do GES? A Helder Bataglia que era o responsável pela Escom? A quantos destes "inimigos públicos" se vão abrir processos disciplinares para retirar as comendas e outras condecorações?

E agora vejamos, Berardo é mais culpado que outros grandes devedores à banca que entraram em incumprimento? É pior do que João Pereira Coutinho, Vasco Pereira Coutinho, Luís Filipe Vieira, Nuno Vasconcellos, Manuel Fino, etc? Porquê? 

No fim do dia quem é que tem culpa de ter emprestado 50 milhões de euros a uma empresa (Metalgest) que tinha EBITDA negativo e faturava 50 mil euros? É Berardo ou a Caixa Geral de Depósitos?

Faço minhas as palavras deste tweet: "Portugal é um país onde as coisas não acontecem pelo seu mérito ou necessidade natural mas sim ao sabor da atenção mediática do momento. Daí que seja incrivelmente importante quem controla os Orgão de Comunicação Social e quem tem autorização para fazer comentário. Portugal é muito pouco democrático". in Ricardo Pais Oliveira.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.05.2019 às 09:53

Excelente post. De acordo.
Imagem de perfil

De João Távora a 20.05.2019 às 10:23

Esqueceu-se do desmemoriado Constâncio? :-)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2019 às 11:43

Desmomoriado?  .... Como se aguentou tanto tempo num cargo de tanta responsabilidade com essa falta de memória? Ele há coisas .
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2019 às 12:26

O povo que pague as dividas, claro!  que País é este? Republica de Bananas para uns e o inferno para muitos! aquele gajo dá "ares" de Imperador! querm manda é ele...!!! os outros são lixo!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 20.05.2019 às 13:36

Eu gostaria de saber, se eu perguntar ao João Távora sobre coisas que possivelmente lhe aconteceram há dez anos ou vinte, se ele (Távora) se recordará. Se se recordará com quem falou, do que falaram, quando falaram, quando foi informado, etc.
Eu não me lembro de praticamente nada que tenha acontecido há dez ou vinte anos, a não ser de acontecimentos emocionalmente impactantes para mim.
Sem imagem de perfil

De António a 20.05.2019 às 17:39

Duvido muito que a derrocada da PT não tenha impactado na memória dos CEOs. Ou que a queda dum banco com século e meio tenha passado despercebida a quem o destruiu. É que duvido tanto que nem acredito.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2019 às 14:43

Concordo com o espírito do artigo e também gostaria de saber quando é que os gestores públicos da Caixa Geral de Depósitos serão chamados a explicar como foi possível tamanha incompetência na concessão do ruinoso empréstimo a Joe Berardo. Também já sei que, a levar tal inquérito para a frente, iremos assistir a mais sessões de "Não me lembro" ou "Já fui há tanto tempo que já não tenho ideia", sem qualquer punição dos "amigos/familiares".
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2019 às 15:29

Apenas consigo perceber toda esta situação porque este "Joe desbocado" afrontou aqueles que tanto contribuiram e continuam a fazê-lo para que este país seja um paraíso para corruptos, ladrões e oportunistas, detentores de cargo de soberania que com as suas acções utilizando a mentira, apenas para sacarem mais "uns cobres" ao erário público com refeições, viagens, alojamentos faltas de presença e convocando reuniões "quase secretas" de forma a combinarem outros meios de saquear o contribuinte atribuindo-se de regalias pornográficas enquanto o comum cidadão é condenado a pagar por todos os servidores de estado, que por incompetência, falta de moral e dignidade permitiram que milhares de familias fossem destruidas, milhares de cidadãos escorraçados para a imigração e milhões atirados para a pobreza extrema, não merecem nem destes "espertalhões" que com ajuda de grandes gabinetes de advocacia e responsáveis por instituições públicas e particulares o menor respeito, simplesmente porque não respeitam minimamente aqueles que depositaram um voto de confiança para representantes do povo na casa da democracia Assembleia de República que Paulo Morais bem chama "central de negócios" particulares onde reina a promiscuidade todos os dias... Por isso este "desbocado" será massacrado enquanto outros tão maus ou piores continuam a gozar o espólio de décadas de desvios e roubos ao erário público.      
Perfil Facebook

De Almague Almague Almague a 20.05.2019 às 22:45

Oh Berardo. Tu,  com dinheiro ou sem dinheiro, com dividas ou sem dividas, com obras de arte ou sem obras de arte, não passas de um semianalfabeto e muito saloio.
Sem imagem de perfil

De Octávio dos Santos a 27.05.2019 às 14:45

Este comentário não é tanto sobre o conteúdo do texto mas mais sobre a forma: parece-me que a Maria Teixeira Alves se «esqueceu» de retirar o «c» a «colectivo» (na segunda linha); que desilusão confirmar que também aceitou submeter-se ao (ilegal e ridículo) «acordês» ou, como também pode (e deve) ser designado, «socretinês».

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    What the f...?

  • Anónimo

    Autor,está cada vez mais liberto de peias para as ...

  • Anónimo

    O Anacleto...

  • Anónimo

    Claro que ficou desiludido, é normal! Quando uma m...

  • gato

    Realmente tenho pena mas não consigo ver a reporta...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D