Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A sociedade dos medíocres não perdoa a auto-estima

por Maria Teixeira Alves, em 31.01.14

O sociólogo Elísio Estanque considerou hoje (segundo o jornal I) que o aluno novo, por se encontrar num contexto desconhecido, acaba por se sujeitar às praxes, porque "ninguém quer ser a ovelha negra, ninguém quer se excluído ou ostracizado". 

Isto é muito relevante na questão das praxes (que eu defendo que devem acabar, ou em alternativa que sejam instituidas e oficializadas pelas Universidades, de maneira a serem reguladas oficialmente. Não podemos permitir poderes , hierarquias e instituições paralelas).

É preciso ter uma auto-estima inabalável para se resistir à pressão da força da maioria. É preciso não ter medo de ficar isolado e de ser ostracizado. E normalmente quem não tem medo acaba ostracizado. A sociedade dos medíocres não perdoa a auto-estima.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.01.2014 às 15:26

Este texto aplica-se igualmente às leis que criminosamente permitem a corrupção em Portugal, das quais não fazem parte quaisquer mecanismos automáticos de protecção do denunciante, caso contrário apareceriam casos aos milhares. O que não interessa nada ao "legislador", diga-se de passagem.
Sem imagem de perfil

De a.l.sameiro a 31.01.2014 às 15:46

isto tudo coordenado por um aluno com vinte matriculas?
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 31.01.2014 às 16:54

Considero muito pertinente a conclusão avançada pelo Prof. Elísio Estanque, quando diz que "ninguém quer ser a ovelha negra, ninguém quer se excluído ou ostracizado". 
Por isso mesmo é que não entendo a posição de alguns altos responsáveis universitários, quando se querem desresponsabilizar do que ocorre nas "praxes", sempre que estas têm lugar fora do campus universitário.
Decorrendo as "praxes" de uma acção de estudantes, as autoridades académicas não podem alhear-se da questão, até por que são elas quem tem o poder mais adequado para "castigar" eventuais infractores - antes dos tribunais comuns -, muito acima da autoridade detida pelos pais desses alunos.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luís Lavoura

    Sobre o linque para a "família cristã" do João Táv...

  • EMS

    Qual é o interesse jornalístico em noticiar um gru...

  • Rezingão

    As pessoas é que não confiam neste estado de sítio...

  • Anónimo

    As pessoas é que não confiam neste estado de sítio...

  • Anónimo

    Sempre que há celebrações e ajuntamentos de grande...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D