Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pretender que a deslocação duma pessoa do ponto A ao ponto B sem ser pela força dos músculos das pernas (e mesmo assim...) ou pela da gravidade, é possível sem prejuízo do ambiente é duma ingenuidade extraordinária. Querem contabilizar as emissões de dióxido de carbono e os danos colaterais para o planeta por um Ser Humano ter um filho? Nada de novo: desde o "Imagine" do John Lennon que sabíamos que a verdadeira harmonia só é possível sem pessoas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Perfil Facebook

De Fernando Gomes Da Costa a 02.02.2019 às 23:52

Não é possível uma pessoa deslocar-se do ponto A para o B ( a não ser num caixão...) sem emitir CO2, que é expelido cada vez que expiramos. Portanto, mesmo parados, os humanos ( e os outros animais) emitem constantemente gases estufa. Extermínio global, já!
Sem imagem de perfil

De António a 03.02.2019 às 14:26

Há dias um amigo chamou-me a atenção para um facto prosaico em que parece que ninguém pensou: Quem não tem garagem leva uma extensão de casa até onde pára o carro? Andamos nos passeios a tropeçar em cabos eléctricos? E não haverá um vizinho mais espertalhão que chegue tarde e saia cedo, e ponha o carro a carregar com a tomada do vizinho? E não há hipótese de meia dúzia de miúdos com a camada cortarem os fios ou desligarem as tomadas, e no dia seguinte ninguém tem carro?
É claro que esses pormenores não perturbam a mente iluminada do Ministro, que até tem só 3,2 kW em casa - e eu acredito mesmo que sua excelência fique às escuras cada vez que ligar a máquina de lavar e a torradeira...
Por enquanto o carro elétrico é um sonho - subsídios, carregamentos grátis, e lugares cativos de estacionamento sem pagar. Carros para ricos ficarem mais ricos. São 1,4% do parque automóvel. Aos 50% do parque automóvel será um pesadelo a muitos níveis - acabam as borlas, não sei onde irão à electricidade, e haverá que trocar milhões de baterias tamanho de colchões de cama. E haverá impostos novos para compensar os 25% de receita actuais.
O carro eléctrico pode ser o futuro, mas não será em 4 anos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.02.2019 às 23:45

Quanto ao gazóleo. A Bosh e outras empresas de R&D (research & development) dizem já ter motores diesel mais limpos no que respeita o NOX. As emissõe CO2 já são mais controladas, hoje em dia, do que nos motores a gazolina.
Os construtores de viaturas auto (movidas a gazolina ou diezel) têm (argutos) acionistas das industrias petrolíferas. Investem só o necessário para vencer a concorrência.
Agora associam-se e apresentam soluções hibridas (plugin ou não)  e eléctricas. Organizam-se.
A conversa da poluição auto é apenas mais um bom pretexto para o Estado colectar. Quando o parque automóvel estiver razoavelmente electrificado os imposto incidirão na posse e ... na kilometragem. Já se testa este sistema de tributar a viatura electrica nos EUA. Irá dar as mesmas receitas ao (voraz) Estado. Nem o aluguer se safa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.02.2019 às 00:53

Maneira mais fiável, amiga do ambiente e económica é e continua a ser GPL. 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Isabel

    A propósito, deixo o link do relatório de um estud...

  • Anónimo

    De acordo. só não vê isso quem não quer ver.

  • Maria Teixeira Alves

    https://www.google.com/url?sa=i&source=web&...

  • JMS

    A petição já vai em 4 mil e tal.Acabei de a assina...

  • Sarin

    Suponho que a criatura seja o anónimo - porque a c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D