Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A peste

por henrique pereira dos santos, em 08.07.20

Camus não escreveu um livro sobre uma doença, escreveu um livro sobre a natureza humana.

Não foi com certeza o único a usar epidemias para falar da natureza humana.

E há razões para isso: uma epidemia é um fenómeno natural assustador por nos ameçar de forma directa e, frequentemente, sem que nos possamos defender de forma que sintamos como eficaz. A que acresce a ideia de que a melhor maneira de nos defendermos é renegar o outro.

Nessas circunstâncias o medo generaliza-se e é muito marcado nas comunidades onde grassa a epidemia, o que facilmente revela a natureza de cada um de nós de forma crua.

Se é verdade que Camus conclui que há mais a admirar nas pessoas que a desprezar, a partir dessa experiência (e eu tendo a concordar), não é menos verdade que o que mais me tem impressionado na actual epidemia é a facilidade com que gente que sabe tudo sobre a sua profissão, mas não sabe grande coisa da vida, foi posta a tomar decisões porque os responsáveis que tinham a obrigação de correr riscos e recusar-se a cavalgar o medo foram profundamente cobardes.

Talvez o ensinamento mais útil para a próxima epidemia é que ninguém deveria poder ter qualquer título académico sem qualquer formação em literatura e filosofia, pese embora o meu cepticismo sobre a utilidade disso para quem não queira aprender.

A minha esperança é que no meio de tantos, alguns acabassem por saber que isto é sobretudo uma questão de confiança, antes de ser uma questão científica ou médica, e que a confiança se desfaz facilmente.

E é o cabo do trabalhos refazê-la, como temos de a refazer, com informação, transparência e clareza de propósitos, incluindo o reconhecimento da nossa fragilidade e impotência.

Aplicar aqui o que várias vezes tenho dito que é habitual em conservação da natureza - quando as populações de lince aumentam é o resultado das políticas de conservação, quando diminuem é por causa das doenças do coelho - é um atalho tentador, mas é uma questão de tempo até toda a gente deixar de confiar em nós: quem disse que era responsável pelo que corria bem não consegue convencer os outros de que afinal corre mal por razões que nos ultrapassam, mesmo que finalmente estejam a dizer a verdade que deveriam ter dito deste o início, quando deviam ter dito que tivemos sorte inicialmente e não sabemos porquê.



13 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2020 às 22:49

como dizia Millor
'enquanto estiveres na merda nunca faças piu piu'
a anestesia continua
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.07.2020 às 03:02

Brilhante
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.07.2020 às 10:18

Uma coisa é certa neste texto, aliás muitas coisas são certas- então queria aproveitar para sugerir que devia haver uma multa para quem não criasse o hábito de usar máscara quando saísse á rua e teimasse em tentar condenar o outro á morte. 
Lá por fora já estão a proceder assim. Pandemia significa à partida usar uma máscara.
Continuo a ver cafés preenchidos de gente, tanto no interior como nas esplanadas, tudo desprotegido. Continuo a ver adolescentes na zona de loures e Odivelas a beber da mesma garrafa aquartelados em traseiras de prédios.  Crianças saltaricando de um lado para o outro,  enquanto os pais estão pacatamente nas esplanadas a conviver . - Multas para o não uso de máscara, pelo menos...!
Imagem de perfil

De henrique pereira dos santos a 09.07.2020 às 11:40

Multas só para isso acho pouco, o melhor era mesmo pena de morte para quem não se comportar de acordo com o que eu penso
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.07.2020 às 19:37


Chiça! ̳̳̳ω Olhe se tivesse feito a aposta !? ̳̳̳ω Dinheiro em caixa...
Não duraria muito que o Sr. LL apareceria com os seus ditos.  Ele anima tantos sites nesta blogosfera!
O país eletrónico nem sabe de quanto lhe é devedor.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.07.2020 às 23:01

O "Anónimo" é o troll que deixou de usar psudónimo?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.07.2020 às 20:16

O anónimo manda-o pró
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 09.07.2020 às 15:08

Oh anónimo, não infrinja a liberdade dos outros!
Se o anónimo se quer proteger do vírus, proteja-se. Fique em casa. Peça aos outros que lhe tragam as coisas a casa. Feche-se a sete chaves, não ponha o nariz fora da porta. Mas não chateie quem assim não deseja proceder!!! As pessoas são livres de se infetar. As pessoas são livres de não terem medo do vírus. As pessoas são livres de preferirem viver menos tempo mas mais alegres.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.07.2020 às 20:16

Ó LL, vá-se li
Sem imagem de perfil

De voza0db a 09.07.2020 às 21:07


Ó anónimo...


Se andas com medo de constipações/gripes/pneumonias/morte, sugiro que te suicides pois não VIVES no Planeta certo!



Experimenta o Paraíso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.07.2020 às 17:19

Multas para quem não ponha máscaras! Impertigados do catano...
Sem imagem de perfil

De voza0db a 10.07.2020 às 21:03

Eu proponho algo ainda melhor... fuzilamento para quem andar de máscara.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.07.2020 às 15:21

Cambada de malcriados! A gente vem queixar-se para este blogs que têm um aspecto fino, tios  da tv, etc., e vai-se a ver inda são piores que os outros. Ainda não entenderam que podem assassinar alguém não usando a máscara...
Que fazer a outros que nem á escola foram? Como se vão incutir responsabilidades ao povo?
Por isso é que o outro anda a matar a sangue frio lá longe e ninguém se incomoda. Cada um mata como bem entende. Que corja...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D