Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É infame o julgamento popular de Paulo Macedo promovido pelos "donos disto tudo" que se assiste há dias em directo pelas TVs: condenado como primeiro e último responsável pelas mortes nos bancos de urgência dos hospitais não tem direito a defesa ou contraditório nesta nossa pseudo-democracia. Os médicos esses, claro, continuarão por muitos anos uma casta de inimputáveis. Deus nos livre de nos vermos nas mãos desta gente.

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel A. Baptista a 26.12.2015 às 00:40

O bastonário, José Manuel silva disse na TSF que Paulo Macedo era moralmente e criminalmente responsável por essa morte.
Quando ouvi pensei: "por muitas diferenças que possa haver de opiniões de política de saúde será possível alguém ser tão nojento?"
Fiquei com um asco ao homem que desliguei o rádio.
Sem imagem de perfil

De gato a 26.12.2015 às 11:12

A ordem dos médicos está entregue a comunistas. o bastonário é um comunista low-profile. escreve e diz falsidades. há uns anos mandaram-no a algum estilista que o embonecou e é a foto dessa altura que aparece sempre. não acreditem na ordem dos médicos. não passa de um loby reles.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.12.2015 às 02:33

Basta recolher todas as afirmações que já foram produzidas nas TVs para perceber como meteram os pés pelas mãos. Até gostava de ver as estatísticas das operações em todas especialidades, separadas em dois grupos: segunda a sexta e sábado/domingo. Nem é preciso. Basta ir aos fins de semana aos internamentos dos grandes hospitais e comparar com a azáfama que se passa à semana.
Sem imagem de perfil

De joaquim a 26.12.2015 às 11:30



Não entendo a cambada destes jornalistas engravatados nem dos políticos .
Claríssimo , a responsabilidade toda é do pai do Paulo Macedo  ou mesmo do avô. Para mim pergunto .
Porque foi enviado um  doente critico para um hospital que não tem essa valência. Santarém falhou
Quem recebeu  o doente em S. José , o que fez. Porque não mandou  o doente para um hospital   que tivesse essa competência  S José falhou
Quem decidiu no S. José opera-lo só na segunda feira. Esse alguém falhou
Ai ! Paulo Macedo não percebes nada .
Sem imagem de perfil

De João. a 26.12.2015 às 12:02

De acordo. O ministro até sabia desde 2013 da situação mas isso não o torna responsável por nada. Todos os agentes com relevância neste caso devem ser chamados a responder por ele - menos o ministro. É justo que assim seja.
Sem imagem de perfil

De Lufra a 26.12.2015 às 12:55

A ordem dos médicos há muito que não passa de uma associação de mal feitores, em que até os médicos sérios são obrigados a ser associados!
Sem imagem de perfil

De Luis Figueiredo a 26.12.2015 às 13:03

Tão ou mais enfame que a declaração proferida pelo Bastonário da Ordem dos Médicos, relativamente ao ex-Ministro da Saúde, é a assumpção de que isso representa o comportamento e profissionalismo dos médicos na sua actividade diária. Proponho o seguinte desafio: comparem o valor médio da remuneração dos médicos no SNS e o valor médio das remunerações pagas a juízes e magistrados e depois descubram as diferenças no desempenho do SNS e do sistema judicial português, com base em indicadores utilizados por instituições internacionais  (OMS, OCDE e afins)? Haja honestidade intelectual...
Sem imagem de perfil

De José7 a 26.12.2015 às 13:44

Durante o tempo em foi Ministro foram «descobertas» trafulhices no Ministério da Saúde de mais de 1.000 milhões de euros. Sim! Repete-se porque o número é difícil de entrar à primeira: 1.000.000.000,00 €... Não admira que que o Paulo Macedo tenha tantos inimigos e que o SNS seja uma conquista irreversível de Abril.
Sem imagem de perfil

De Ali Kath a 26.12.2015 às 15:35


'' és jornalista de esquerda.
nunca serás um ser humano


querem melhores serviços e não querem pagar.
o estado está falido.
a necessitar brevemente de auxílio


podiam recorrer aos privadoa




Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luís Lavoura

    Sobre o linque para a "família cristã" do João Táv...

  • EMS

    Qual é o interesse jornalístico em noticiar um gru...

  • Rezingão

    As pessoas é que não confiam neste estado de sítio...

  • Anónimo

    As pessoas é que não confiam neste estado de sítio...

  • Anónimo

    Sempre que há celebrações e ajuntamentos de grande...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D