Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Doutora Mónica

por João Távora, em 31.08.15

Esta entrevista de Maria Filomena Mónica (que só consegui ler até meio) surpreende pela vulgaridade do discurso, desbocado, pretensioso e duma soberba extraordinária, a que só com muita benevolência chamaríamos “snobeira” (Note-se que a "snobeira" que assume com orgulho para todos os efeitos é sempre uma fraqueza de carácter.)
Maria Filomena Mónica distingue-se no meio intelectual português pela qualidade dos seus trabalhos académicos e científicos (gostei particularmente das biografias de D. Pedro V e de Eça de Queiroz), mas em matéria de “achar”, definitivamente é bastante vulgar, condicionada por um ressabiamento e complexos sociais do tamanho do seu imenso ego que tarda “resolver”. Tenho pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Sem imagem de perfil

De Vizinho da Doutora a 31.08.2015 às 00:44

Já não sei até onde li, mas parei naquele momento em que, perante a pobreza do bairro de lata, se lhe abriram de par em par as portas da consciência social e a visão  esquerdina da luta de classes. Chiça que o amor tem cada caminho mais tortuoso, Dr. António Barreto ! Contudo que se restabeleça rápidamente da doença e regresse quanto antes àquilo que melhor sabe: escrever. Abandonando em definitivo a fala, para a qual  é francamente desajeitada.
Sem imagem de perfil

De BELIAL a 31.08.2015 às 20:17

A toléria incontinente, de querer ser diferente....

Por exemplo, a pobreza parece-a impressionar, egoisticamente, sobretudo pelo lado inestético e pela incomodidade..

Como esses lords britânicos de opiniões tão bizarras, quanto extravagantes - óptimos fornecedores de nonsense e humor negro. Qual filipe de edimburgo...
Sem imagem de perfil

De Alice Samora a 02.09.2015 às 14:57

Bem pode ter pena.
No "tal meio intelectual português" sabe-se que a senhora não é assim tão brilhante quanto as revistas rosa a pintam.
O que ela revela na entrevista é o que verdadeiramente é.
As aulas, o doutoramento em Oxford que se sabem quem fez, os temas sociológicos requentados, até isso do Eça de Queirós (os verdadeiros estudiosos dele também a conhecem). Ela até escreveu um livro sobre ela mesma!
Tudo se resume a pouco: Óh pra mim que sou de classe média-alta, estudei em Inglaterra e fui catedrática.
Não deixa de ser um bom exemplar da intelectualidade portuguesa de sucesso.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    Chama-se a isso observar de olhos bem fechados.

  • António

    E que é a democracia senão o primado da maioria?

  • Branca de neve

    Numa sociedade democrática e aberta, criminalizar-...

  • António

    Não sei quem é essa senhora nem estou interessado....

  • Anónimo

    Alguém que combate a Ditadura não é automaticament...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D