Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A culpa não é só do Lula

por Pedro Picoito, em 29.10.18

A vitória de Bolsonaro veio confirmar que há um movimento global de recomposição política e que um certo nacionalismo iliberal, historicamente associado à direita, continua a ganhar votos e eleições um pouco por todo o lado. Vale para Bolsonaro, mas também para Trump, Salvini, a AfD ou, em menor medida, o Brexit. É uma completa ilusão de óptica fora do Ocidente, ou seja, com Putin e Erdogan, herdeiros de nacionalismos imperiais de forte base ideológicaa ou carismática (o czarismo e o estalinismo na Rússia, o Império otomano e Ataturk na Turquia). Os comentadores da direita liberal (vamos simplificar) tendem a culpar a esquerda pelo fenómeno. Não vou bater mais no ceguinho. Mas o que esta direita, mais tarde ou mais cedo, terá de fazer é o esforço intelectual de compreender porque é que também ela está em recuo. Líderes moderados como May ou Merkel parecem acossados pela ala radical dos seus partidos. O centro-direita tradicional perde terreno em Espanha, França, Itália, Inglaterra, Holanda, países escandinavos, EUA, Brasil.

Onde é que falhámos? Onde é que está a voz da direita da liberdade e da responsabilidade individuais, defensora da sociedade aberta mas também da soberania, desconfiada tanto do proteccionismo como do federalismo, avessa a fronteiras fechadas mas não a fronteiras, respeitadora da instituição militar e de que a instituição militar se dê ao respeito, amiga da sociedade civil e do pluralismo político, crítica da engenharia social mas não do Estado social, partidária da economia livre e da regulação económica, favorável à liberdade de imprensa e à liberdade de não ler a imprensa, avessa a causas fracturantes e a confessionalismos, oposta a políticas identitárias e a qualquer desigualdade perante a lei, atenta aos clássicos e à arte moderna não subsidiada?

A culpa não é só do Lula. Churchill venceu Hitler e Reagan o comunismo. Talvez a direita democrática, hoje, tenha a missão histórica de vencer a própria inércia.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2018 às 09:41

o que [a] direita [liberal], mais tarde ou mais cedo, terá de fazer é o trabalho intelectual de fundo de compreender porque é que também ela está em recuo

Eu diria que o que a direita liberal tem que fazer, em muitos países, não é compreender porque é que está em recuo, mas sim porque é que, e como, se tem progressivamente rendido e aliado às teses iliberais daquela outra direita.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2018 às 12:23

A sua citação é falsa. Não é a direita iliberal que tem de fazer esse trabalho, é a direita liberal. A sua conclusão é igualmente falsa. E nenhuma destas duas falsidade é acidental. A esquerda, ou pelo menos alguns dos seus arautos, tem que fazer um trabalho ainda mais profundo: o de ser simplesmente honesta. O que, de resto, ajuda a perceber porque é que o Bolsonaro ganhou. Mas vocês não percebem mesmo, pois não?


PP
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2018 às 16:02

Não é a direita iliberal que tem de fazer esse trabalho, é a direita liberal.

Foi precisamente isso que eu disse: que a direita Liberal tem que fazer o trabalho de compreender porque é que, e como, se tem progressivamente rendido e aliado a teses Iliberais.
Sem imagem de perfil

De António Maria a 30.10.2018 às 10:52

Excelente artigo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2018 às 11:54

Assino por baixo.
António Cabral
Sem imagem de perfil

De pvnam a 30.10.2018 às 23:41

A BESTA POLITICAMENTE CORRECTA NÃO SUPORTA A EXISTÊNCIA DE OUTROS
.
Trump, Bolsonaro:
- mesmo discordando de muitas das suas afirmações, existe o reconhecimento de um facto: eles representarão o ponto de inflexão aonde o expansionismo do politicamente correcto foi travado.
.
A besta politicamente correcta já possui um discurso mais mansinho,... no entanto...as afirmações, as atitudes, os boicotes, da besta politicamente correcta do início do século XXI... serão um case-study para o futuro.
.
Quando (já há mais de 10 anos), em fóruns de discussão na internet, comecei a falar em separatismo-50-50, A BESTA DO POLITICAMENTE CORRECTO correcto expulsava-me dos fóruns... acusando-me de ser racista-nazi!?!?!
Ora, a besta do politicamente correcto, ela, sim, é que é racista-nazi:
- ela é que não suporta a existência de outros (aos quais procura aplicar uma sabotagem demográfica) e anda por aí à procura de pretextos para negar o Direito à Sobrevivência de outros...
.
--»» Os separatistas-50-50 apenas reivindicam o legítimo Direito à Sobrevivência de outros, nomeadamente, o legítimo Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones.
Perfil Facebook

De Pedro Braz Teixeira a 02.11.2018 às 14:07

Muitos parabéns, Pedro.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Completamente de acordo . Para esta gente que apar...

  • Anónimo

    Este país não tem futuro.Está a ser vendido a reta...

  • Martim Moniz

    E qual é o nacionalismo certo?(o que diz que não d...

  • Anónimo

    Inventei um slogan para o corta-fitas: "Corta-Fita...

  • Luís Lavoura

    Não estou a ser irónico. Um apartamento em Lisboa ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D