Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A cada 1 de Janeiro ...

por henrique pereira dos santos, em 01.01.21

A cada 1 de Janeiro lembro-me de António Costa.

No dia 1 de Janeiro, em Portugal, não se publicam jornais.

Ninguém me tira da cabeça que foi essa a razão principal para que a única visita de António Costa a José Sócrates, quando este estava preso, a tal visita em que António Costa foi dizer que cada um tem direito à sua verdade, foi feita num dia 31 de Dezembro.

António Costa, bem dentro de 2011, isto é, já com as coisas bem claras sobre as consequências das políticas adoptadas por José Sócrates, continuava a dizer que Sócrates era um grande líder e um grande primeiro ministro (poupo-vos à intervenção deprimente de Costa no Congresso que elegeu de novo Sócrates secretário-geral do PS, com 93,3% dos votos, em que explicitamente reafirma o seu orgulho na forma como Sócrates exercia o seu cargo de primeiro ministro há seis anos dias antes do pedido de ajuda, mas para que ninguém tenha dúvidas, fica aqui uma pequena declaração desses tempos).

Ainda assim, quando Sócrates é preso, António Costa deixa correr o tempo, e escolhe o dia 31 de Dezembro para o visitar na cadeia, provavelmente por não se publicarem jornais no dia seguinte e desconhecendo que visitar os presos não é nenhuma declaração de apoio às actividades do preso, é apenas uma obra de misericórdia, cuja obrigação de cumprimento é evidentemente maior para os amigos do preso.

Por tudo isto, a cada 1 de Janeiro lembro-me de António Costa e do que verdadeiramente representa e é: um homem que não tem amigos e para quem o poder não é um instrumento para servir as pessoas comuns, mas um fim em si mesmo, para o serviço dos que escolhemos.

Por maioria de razão, num Janeiro em que há eleições, essa lembrança de António Costa lembra-me também que tenho uma opção simples, embora de alcance limitado.

Marcelo é o pântano de que se alimenta António Costa e votar em Marcelo é dizer claramente que se está confortável neste pântano.

Todas as outras nove opções - seis outros candidatos, voto nulo, voto branco, abstenção - querem dizer que não se está confortável com este pântano que resulta da forma como as instituições e a política fazem o seu caminho.

Por mim, voto Tiago Mayan para desagrafar Portugal, não quero saber o que diz o candidato nem o que tem feito, nem se é bom ou mau, quero apenas que seja bem claro o significado do meu voto: cada voto em Tiago Mayan será lido como um voto numa sociedade mais liberal, e não propriamente como um desejo de que Tiago Mayan seja Presidente da República, o que todos sabemos que não vai acontecer.

Que Marcelo será o próximo presidente não há qualquer dúvida.

E cada voto em Marcelo é uma declaração de conforto com o pântano em que estamos, tudo o resto é irrelevante.



25 comentários

Perfil Facebook

De Antonio Maria Lamas a 01.01.2021 às 10:16

Subscrevo o post e o o eleito ma votação. 
Bom ano com muita saúde e coragem para lutat por aquilo em que acreditamos. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 10:17

republiqueta dos babanas
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 10:33

É isso sem tirar nem pôr 
Sem imagem de perfil

De Carlos Sousa a 01.01.2021 às 12:24

Na minha opinião essa não é a melhor forma de castigo.
O voto em Tiago Mayan ou Tino de Rans ou outro palhaço qualquer em nada revela descontentamento. 
A única forma de mostrar descontentamento é não ir lá. 
Como você diz, e bem, ele já está eleito. Mas você não acha que seria uma vergonha ele ficar para a história como o presidente eleito com o maior nível de abstenção de sempre?
Ele que está tão preocupado com o vírus que até vai decretar o estado de emergência só por uma semana, para a "malta" não ter desculpa para não ir votar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.01.2021 às 17:46

Precisamente.
Abstenção Geral.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 15:03

Bom dia , 
Vou votar Ventura .
O susto tem de ser grande .


Luis Almeida
Sem imagem de perfil

De Sínico a 01.01.2021 às 18:58

Tem que ser isso mesmo!
Sem imagem de perfil

De Mandium a 01.01.2021 às 17:13

Quanto pior, melhor! Quando se bate no fundo, desce-se um pouco mais. A grande questão é que ainda não batemos no fundo. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 18:12

Concordo com o seu texto, mas a votar assim o Marcelo agradece.
Tenho dúvidas que Marcelo ganhe folgadamente! Ele Vai apanhar um susto! Ele vai levar uma reprimenda do povo!
Perfil Facebook

De Marques Aarão a 01.01.2021 às 18:21

Talvez seja apropriado lembrar o que disse António Costa  em convenção partidária de 2009, sobre os governos formados por jogos partidários. 
Aqui: 
https://www.youtube.com/watch?v=SoWK7RGvzJU
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 18:50

e dão espaço a este palerma que só destila inveja
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 18:52

Há bem pouco tempo, para os maldizentes do governo, Portugal era uma nova Venezuela. Porém, continua a haver nas prateleiras dos supermercados toda a espécie de comida e iguarias de sempre, gasolina nos postos de abastecimento, os hospitais públicos e privados continuam a bombar, os preços mantêm-se estáveis, e não há a desculpa de ter sido Costa a trazer o Covid para a nossa terra, (foi ele o culpado do incêndio de Pedrógão e talvez também dos incêndios na Califórnia, a investigação ainda não terminou). 


A narrativa Venezuela passou então a chamar-se PÂNTANO...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2021 às 19:55

Palhaço, ainda não é Venezuela, mas já é o penúltimo da ue.
Sem imagem de perfil

De Carlos Guerreiro a 01.01.2021 às 20:14

A Venezuela se estivesse na UE também seria um pântano. Do mesmo modo que Portugal se não estivesse na UE, hoje estaria um poucochinho pior que a Venezuela.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • João

    É isso. Eis a razão pela qual o Benfica usava cami...

  • zazie

    Mas v.s sabem o que dizem ou são extra-terrestres?...

  • voza0db

    O que é um facto é que não interessa o grau académ...

  • voza0db

    A diversão é continua!Durante a época de natal e p...

  • Elvimonte

    O efeito do Natal:- na Turquia http://prntscr.com/...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D