Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A arte de nunca dizer não

por Vasco Mina, em 24.10.18

Cavaco Silva acaba de lançar o II volume das suas memórias com o título “Quinta-feira e outros dias”. Volta a partilhar a sua leitura política das reuniões que teve com os PM  Passos Coelho e António Costa. Sobre este último comenta o seguinte: “Retive a ideia de que era um homem pessoalmente simpático e bem-disposto, de sorriso fácil. Um hábil profissional da política, um artista da arte de nunca dizer não aos pedidos que lhe eram apresentados”. O ex-PR salienta uma característica muito evidente (e reconhecida por quase todos ) do atual PM e que é a sua habilidade política; mas acrescenta uma nova abordagem: a arte de nunca dizer não. Nunca tinha encontrado, nos inúmeros comentários políticos que já li desde que Costa chegou a PM, semelhante análise.

Por coincidência, estas revelações de Cavaco Silva acontecem na mesma data em que Helena Roseta se demite de coordenadora do grupo de trabalho sobre Habitação no Parlamento. Para esta deputada, é inaceitável que os socialistas tivessem avançado com novo adiamento da votação dos projectos sobre habitação e arrendamento em negociação há meses na AR. Mais, manifestou o seu desagrado por nunca o grupo parlamentar do PS ter agendado para votação a Lei de Bases da Habitação e que é de sua autoria. Acrescentou ainda que se os socialistas "não conseguem uma maioria para esta votação indiciária, isso não pode ser motivo para uma nova suspensão". Os temas habitação e arrendamento são, talvez, dos mais quentes e delicados entre os partidos da geringoça. A título de exemplo recorde-se o que se passou com o “caso” Robles e o que agora acontece com o Alojamento Local da Casa do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Aparentemente, é muito difícil a conciliação de posições e por isso é necessária grande habilidade política. É aqui, também, que entra o comentário de Cavaco Silva, ou seja, o PS de António Costa tem conseguido a arte de não dizer não aos seus parceiros de esquerda e, por isso, adiou, uma vez mais, uma decisão. Também não disse não a Helena Roseta e como também Costa não disse ao ex-PR que não apresentava um acordo por escrito para a governação. Tudo isto lembra os orientais que, numa negociação, se esforçam sempre por “não perder a face”. Por outras palavras, a habilidade está, de facto, em nunca dizer não, mas voltar, sempre, a negociar até que se chegue a um acordo. Para tal é necessário engenho e arte e, sobretudo, muita paciência (a vulgarmente chamada “paciência de chinês”). Atente-se também com o que se passa com os enfermeiros e os professores quanto às suas carreiras e atualizações salariais: o Governo de António Costa nunca diz não e sempre que há uma greve ou manifestação aparece sempre um ministro ou secretário de estado a marcar nova reunião. Esta tática leva a exaustão (quase ao desespero) os parceiros de negociação e a um ponto tal que os sindicatos já perderam os combates na praça pública. Outro exemplo recente é o do ministro Vieira da Silva que nunca disse não à despenalização das reformas antecipadas para os trabalhadores com 40 anos de descontos para a Segurança Social, mas…

Em resultado desta habilidade política, o PCP e o BE foram totalmente “enfiados no bolso” de António Costa e, apesar do folclore dos últimos meses, rapidamente anunciaram a sua votação favorável ao OE. Helena Roseta que não é militante do PS e que não é dada a negociações é que não embarcou nesta encenação e demitiu-se citando Miguel Torga: “o que me resta é o terrível poder de recusar”. Valeu-lhe de nada pois hoje mesmo o grupo parlamentar não só aceitou a demissão como também a retirou do já citado grupo de trabalho. Aliás, outra característica do poder socialista: quem empata tem de ser desempatado e posto fora do caminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.10.2018 às 21:13

Habilidoso é o sinónimo simpático para aldrabão.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • xico

    "A Universidade de Coimbra caminha como dantes pel...

  • Anónimo

    Um animal omnívoro só pode comer capim,qualquer di...

  • Anónimo

    Saudemos a chegada da geração flocos-de-neve a Coi...

  • Anónimo

    Ó homem, você também é sempre do contra, nada do q...

  • Tiago

    Se uma vaca pesa pelo menos 500kg, e as cantinas c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D