Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Amazónia em resumo: as fake news e a realidade

por José Mendonça da Cruz, em 29.08.19

(Como profunda e respeitosa vénia a Charles Moore e Matt Ridley, da revista Spectator do Reino Unido, intensamente citados e copiados)

1JP1VX.jpg

 

Bolsonaro deixa a Amazónia arder? Não. Esta foto é da Bolívia. Mas o chefe de Estado é Evo Morales, socialista e indígena.

 

 

 

Cristiano Ronaldo é um perito de florestas português que joga futebol nos tempos livres e publicou online uma fotografia dos fogos na Amazónia que, dada a sua fama científica, se tornou viral. Com a pressa de sair do laboratório para o relvado, não reparou, porém, que a fotografia era de 2013, e não de 2019. E fora tirada no sul do Brasil, a alguns milhares de quilómetros da Amazónia. Emanuel Macron é um biocientista célebre que nas horas vagas se ocupa da presidência da França. Macron divulgou uma fotografia dos terríveis fogos que devastam a Amazónia. A fotografia datava, porém, de há 20 anos. Madonna é uma famosa biocientista que por vezes se apresenta a cantar em palcos, e que, também ela, publicou uma fotografia alertando para o desastre da queima da Amazónia. Bateu o recorde dos outros três especialistas: a sua fotografia tinha 30 anos.

 

«Os pulmões que produzem 20 por cento do oxigénio do planeta estão a arder», disseram peritos florestais como Macron, Sousa Tavares, Marques Mendes, e, em geral, os media da imprensa, rádio e televisão portugueses.

Na realidade, a Amazónia não produz oxigénio. Como qualquer ecossistema, consome mediante a respiração praticamente tanto oxigénio como o produzido por fotossíntese. O governador da Amazónia já tinha explicado isto há bastantes anos, mas os factos não convêm à «narrativa». (E, já agora, os pulmões não produzem oxigénio).

«A Amazónia está a arder» (mas só a de Bolsonaro)

A Amazónia não está a arder. A grande maioria dos 75 000 fogos ocorridos este ano deram-se em terras de cultivo e áreas já deflorestadas, alguns iniciados por queimadas de que foi perdido o controlo. O número de fogos é muito maior do que no ano passado, mas o mesmo das ocorrências em 2016, e menor do que em 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2010 e 2012. Mas durante a maior parte desses anos o presidente do Brasil era um socialista (e corrupto), pelo que esses fogos não contam. Acresce que sendo o aumento do número de fogos no Brasil de 85% este ano, na Bolívia esse aumento é de 114%; mas, mais uma vez, sendo Morales socialista, os números da Bolívia não valem. O que vale é que pobres ministros de um governo socialista que deixou arder 100 pessoas em fogos ocorridos numa extensão comparativamente ínfima critiquem e ensinem coisas aos brasileiros.

 

Alguém dizia que nas sociedades modernas há muito quem tenha substituído as religiões pela adoração do homem e da natureza. Esta adoração ignorante da Amazónia, traduzida em ataques ao presidente do Brasil, que relevam da pura intoxicação política, e ataques ao Brasil (que resplandecem de intromissão em assuntos da soberania interna e escondem mal uma apetência neocolonialista -- «progressista», agora) repetem o mesmo sombrio caminho das velhas disputas sobre a soberania dos Locais Sagrados, que deram origem a tantos aventureirismos políticos e militares em séculos passados.



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.08.2019 às 16:50


Muito bom. Até dá para sorir.

Os idiotas úteis nunca perdem uma oportunidade para demonstrar a sua incapacidade de pensar pela sua própria cabecinha, em casos de óbvia, artificial, agitação-política. Porque de politiquices se trata e não fogos.

Mais um exemplo de seguidismo bacoco. De personagens (algumas em elevado grau de infantilidade) e instituições que deviam ser minimamente íntegras, como a loja geralmente secretariada pelo nosso conterrâneo. Tristes figuras.


PS. Consta que a Ilha da Páscoa (Oceano Pacífico), em tempos esteve coberta de vegetação chã e arvoredo. Será paradigma qualificado do que pode vir a acontecer a nível global?. Faz sentido, Prof. ?.
(Por favor desculpe o anonimato.)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.08.2019 às 18:15

70% do O2 que consumimos provem das algas
o papel da  floresta é outro
o rectângulo parece a serra pelada


ártico, angola etc não ardem


Imagem de perfil

De João Pedro Pimenta a 31.08.2019 às 04:06


Felizmente o Brasil tem como presidente uma sumidade na matéria, um cientista de renome que até sabe que os fogos na Amazónia foram provocados pelas ONGs para o deixar mal visto, e que como se sabe, nunca teve qualquer comentário crítico em relação a outro país.
Perfil Facebook

De Carlos de Jesus a 04.09.2019 às 17:55

Uma fonte fidedigna contradiz a opinião avançada neste poste
https://news.un.org/pt/story/2019/08/1685051 (https://news.un.org/pt/story/2019/08/1685051)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • voza0db

    Já deu para ver que a Manada Tuga tem excelentes n...

  • Anónimo

    Caro senhorQuando não se sabe o que fzer, é precis...

  • Anónimo

    caro SenhorNão me canso de citar o "diário de um ...

  • Carlos Sousa

    Podemos ainda não estar no nazismo pandémico mas o...

  • voza0db

    Não te preocupes! Se o "teste" der positivo só ten...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D