Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Três anos de PRD

por João Távora, em 15.11.10

 

A falta de atenção, de tempo ou as duas coisas juntas tem deixado esmorecer o nosso acompanhamento e "relacionamento" com os outros blogues, os seus marcos e efemérides.  Mas acontece que hoje constatei acidentalmente que o blogue Pedro Rolo Duarte celebra três anos de vida pelo que vamos a tempo de nos congratularmos: apesar de alguns gostos e desgostos que nos separam, desde os tempos do saudoso Se7e que acompanho com interesse a sua carreira e testemunho a sua rara sensibilidade para o jornalismo pop. A blogosfera vivia bem sem o Pedro? vivia, mas não era a mesma coisa.
Ah! de vez enquanto, quando puderem, reservem uns minutos para o escutar aqui na sua Janela Indiscreta.

O homem dos blogues com nomes difíceis

por João Távora, em 28.09.10

 

O João Gomes de Almeida, velho amigo desta casa, tem um novo blogue com nome a pronunciar à ianque: Books, Drinks & Rock n'Roll.

It's very good indeed!

Uma parábola

por João Távora, em 31.08.10

 

Correspondendo a um amável convite do Pedro Correia do Delito de Opinião hoje discorro aqui.

Boa onda

por João Távora, em 14.08.10

 

Cheira a rentrée: o Filipe Nunes Vicente está de volta ao Mar Salgado... a todo o vapor!

 

PS: Caríssimo, amanhã também eu tenho o meu coração em Coimbra.

Mar chão, maus sinais

por João Távora, em 27.06.10

 

Primeiro suprimiu as caixas de comentários, antes corajosamente abertas e profusas de controvérsia. Hoje Filipe Nunes Vicente anuncia a suspensão dos seus inestimáveis postais com incerteza no seu retorno para final de Agosto. Sei bem como o ambiente pela blogosfera tem dias que tresanda insidioso, perdendo encanto e até o oxigénio. No entanto parece-me duro o castigo, e demasiado longa a pena.

Abrantes, Valupis e outros invertebrados

por João Távora, em 26.06.10

 

Este é para mim um assunto de pouca conversa: é detestável quem por aí conspurca a blogosfera sob a capa do anonimato ou escondido num "pseudónimo". O mínimo que se exigiria a quem por aí anda a arrotar postas de pescada sobre tudo e todos, seria assumir a sua carinha laroca para, justamente, “levar umas bengaladas” quando tal pedagogia se justificasse.

Mudam-se os tempos mudam-se as vontades

por João Távora, em 02.06.10

 

 

 

Joana Carvalho Dias, de mansinho quase se nos escapava: mudou-se com armas e bagagens para Os tempos e as Vontades. Já na barra lateral para a continuarmos a seguir, como sempre.

A gritar ninguém vos ouve

por João Távora, em 31.03.10


Parece-me de facto lamentável a banalização duma linguagem rasca e assassina por parte dalguns blogers que liquida à partida qualquer discussão ou esclarecimento, como se a História fosse acabar amanhã sob o estrondo dum sound bite. Estranho é  que esses excessos fratricidas, mesmo sob capa duma qualquer pedagogia, provenham de  personalidades com pretensões sociais e ambições políticas. O seu estilo narcísico incontinente é a explicação lógica para o estatuto secundário desses sombrios jogadores da pulhitiquice nacional.

Douta ignorância

por João Távora, em 29.03.10

 

Talvez cansado da solidão e austeridade do  Plomb du Cantal o Tiago Moreira Ramalho juntou-se a Bruno Vieira do Amaral e Rui Passos Rocha numa nova experiência colectiva. Boa  sorte para ele e para a restante tripulação.

O estilo jugular

por João Távora, em 24.03.10

 

Este enigmático texto de António Nogueira Leite, que venho a saber posteriormente por aqui, é a respeito duma pessoa que prezo e cuja coerência admiro, reflecte uma inusitada vulgaridade que na minha opinião nenhum combate politico justifica. Muito menos por parte daqueles que, sendo do mesmo partido, partilham uma mesma causa e um mesmo adversário. Pena é que, apesar das declarações de princípios e profissões de fé, se reproduza assim num blogue que se quer respeitável o que mais intestino e insidioso caracteriza uma certa classe política.

De resto, este tom jugular em nada desmerece o estilo a que nos vimos habituando desde há alguns anos com a "ascensão", ou “preparação” como muitos lhe chamam, de Pedro Passos Coelho na conquista do PSD, que assim vem deixando indeléveis fracturas e profundas feridas, que suspeito, pagará a prazo com língua de palmo. Por mais que agora venha reclamar tréguas e unidade.

Cocó, Ranheta e Facada: o que os faz correr?

por João Távora, em 24.03.10

 

Um Rottweiler. Uma Testemunha de Jeová. E, last but not lust, a missão de ser uma voz activa («O Carneiro comeu a Dália.»), que, para voz passiva («A Dália foi comida pelo Carneiro.»), já bastam 48 anos de Abril. Não nos curvaremos perante caciques, controleiros, capatazes, prescritores, individualidades, DJs, autoridades, com excepção da SôDona Amália e portas de soleiras baixas. Seremos 3+1, qual apartamento em Massamá. Cocó, Ranheta & Facada. E Você.


O imperdível Jorge Lima de volta à blogosfera - já na barra lateral.

Tempos interessantes na blogosfera

por João Távora, em 04.02.10


O mercado de Inverno na blogosfera está a mexer com grandes contratações. Os agitados desafios que se antevêem para os próximos tempos justificam os reforços:José Manuel Fernandes assinou pelo Blasfémias onde jogará certamente como libero; já O Insurgente reforça-se com três jovens promessas para o ataque pelo centro e direita: Bruno Gonçalves, Tomás Belchior e Ricardo Francisco. A coisa promete.

Vivos e de boa saúde

por Corta-fitas, em 01.02.10

Não sei quais os critérios, mas nesta tabela de blogues do Twinlgly o Corta-fitas ocupa um honroso 25º lugar na geral e nono entre os portugueses. Um bom incentivo para resistirmos. 

 

Via Origem das Espécies

Derivado, ou cá por coisas

por João Távora, em 25.01.10

 

De facto, quem de tão alto atirar pedras (ou outros objectos que tiver à mão) dificilmente será “apedrejado”! É o Plomb du Cantal do Tiago Moreira Ramalho, já na barra lateral. 

Mexer na escória

por João Távora, em 20.01.10

A propósito desta polémica, quem me conhece sabe como me repugna a intriga anónima nos blogues. Pela cobarde desresponsabilização e perversão das mais básicas regras de civilidade que isso significa. É assim que por motivos higiénicos, por regra só me dirijo a um interlocutor que eu de boa fé reconheça como devidamente identificado. Em tempos li um espantoso texto da Fernanda Câncio, sempre tão ciosa da sua ética jornalística, relativizando a validade das assinaturas na blogosfera, como se não possuíssem relevância. Claro que essa arrogante abordagem apenas revelou a pantanosa hierarquia de valores característicos da geração socras que tomou conta dos meandros da governança – media incluídos. Mas acontece que uma opinião assinada faz toda a diferença, seja numa coluna de jornal, seja no mais modesto dos blogues. Somente desta forma o autor arrisca responsabilidade pelo seu ponto de vista. Dar a cara pelo que se afirma, em qualquer dos lados da barricada, faz a diferença que existe entre um Homem e um individuo sem carácter.

 

Terra queimada

por João Távora, em 14.01.10

Seja qual for a motivação, parece-me incrível que tenha vindo do radical Daniel Oliveira o mais sonoro protesto blogosférico contra esta baixeza do Carlos Abreu Amorim a respeito de Paulo Portas. 

De resto eu julgo que a estratégia do CAA ao destilar as suas típicas bojardas seja apenas para dar nas vistas e alimentar os sitemeters do seu ego, pois suspeito que há muito que não possui outras ambições. Enfim, tanta vulgaridade por uma tão precária ribalta não deixa de me espantar. 

Fairplay

por Corta-fitas, em 07.01.10

Eles ignoram-nos olimpicamente na sua lista de blogues: a desfeita só se justifica por distracção ou por causa da facção sportinguista ser aqui muito activa. Não levamos a mal. 

O blogue de direita do ano

por João Távora, em 31.12.09

 Por razões óbvias: que não lhes falte inspiração em 2010.

Blogue de esquerda do ano

por João Távora, em 31.12.09

 Para sabermos o que contar quando a revolução chegar. Que nos fuzilem assim com estilo.

A um metro do céu

por João Távora, em 31.12.09

Levasse a brincadeira mais a sério e este era o meu blogue revelação do ano.


Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • balio

    É um funcionário público, ao que dizem técnico su...

  • João Ribeiro

    Sabe bem, ler isto.

  • RR

    Se o P(N)S fala para valer, em vez de andar aí a b...

  • cela.e.sela

    «Ora zus, truz, truz,Ora zás, trás, trás,Ora chega...

  • O apartidário

    Um candidato do outro mundoO PS, ou uma parte do P...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D