Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Conversão à liberdade

por João Távora, em 29.04.07
A propósito da leitura do livro dos Actos dos Apóstolos em baixo: o cristão convertido é existencialmente insatisfeito, tem sede de uma verdade maior. Não é feliz por ter, antes por ser. É feliz numa paz interior, de quem é profundamente livre da alienação, porque sabe ao que vem, e a quem serve. Porque aprende a amar. Porque aprende a confiar, porque aprende a entregar-se.
O cristão convertido assume o compromisso de viver em Cristo. Na prossecução da felicidade, no cumprimento desse amor, e porque não é egoísta, procura espalhar a preciosa Palavra redentora. Com humildade aos acomodados e distraídos. Com valentia, não temendo os poderosos do mundo, apregoa a Boa Nova bem alto aos novos fariseus "os de maior categoria". Despreza a sua mundana glória fácil, sendo piedoso e complacente com as modernas “Senhoras devotas”. Porque o cristão convertido acredita no livre arbítrio de toda a criatura de Deus. Acredita que enquanto existir desejo de verdade, enquanto houver um excluído do opulento banquete dos homens, aí encontrará terra fértil para a palavra de Deus. Aí se encontrará Cristo vivo, a felicidade verdadeira e a esperança na ressurreição. Mesmo que ainda tenha de voltar à clandestinidade das catacumbas, e ser humilhado no circo da soberba e da arrogância.
Eu, católico confesso, tenho esperança numa profunda conversão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.05.2007 às 23:44

Caro João Távora, escapou-me o significado da adjectivação "convertido" aplicada ao substantivo CRISTÃO.

Eu sou avessa a missionações, confesso, e nunca hei-de entender que haja pessoas achando que devem interferir mais do que DEUS nas convicções dos outros. Porque estamos todos cá, e se somos criaturas de Deus, então estamos exactamente como Ele nos quer e onde Ele nos quer. Não?

Tudo isto para dizer gosto de ler os seus textos expressamente cristãos, mas este deixou-me muitíssimo confusa.
Maria
Sem imagem de perfil

De João Távora a 01.05.2007 às 18:55

Obrigado Cristina e Joshua pelas simpáticas palavras.
Sem imagem de perfil

De Joshua a 30.04.2007 às 21:31

João, devo dizer que fiquei muito feliz com este teu post porque é tudo aquilo que deve ser dito e vivido hoje em qualquer contexto de vida, em qualquer migalha de encontro pessoa a pessoa.

Eu creio firmemente em tudo o que elencaste. Creio e vivo dilecerado com as barreiras de orgulho que o tempo presente coloca ao esplendor manso de Cristo.

Far-me-ia palhaço, malabarista, prestidigitador, qualquer coisa execessivo e excêntrico, se isso representasse milhões de acordares de outra coisa para A Pessoa Viva de Cristo!

Mas conversão é processo. É fascínio indelével, é inconformismo permanente até à conformidade gloriosa que há-de vir. É encontro, reencontro e transencontro em que se está silenciosamente entregue à vontade do PAI.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.04.2007 às 20:30

Ámen.
Sem imagem de perfil

De cristina ribeiro a 29.04.2007 às 18:55

Obrigada por nos dar um texto tão bonito.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Costa, Costa! Então já não há um pouquinho de verg...

  • Anónimo

    O Costa é Costa, o Costa é hipócrita e demagogo, o...

  • Anónimo

    O peixe oficial é mais raia que o parta.Henrique P...

  • Anónimo

    Caro senhor, o Henrique Pereira dos Santos tem vin...

  • Pedro Nunes

    Já tinha saudades de ler os textos do Henrique.


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D