Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Benzida esquerda (2)

por Pedro Correia, em 27.09.06
Não resisto a transcrever aqui o emocionado relato que Churchill fez do serviço religioso em que participou com Roosevelt ao largo da Terra Nova, nesse dia 10 de Agosto de 1941, quando ambos firmaram o que viria a ser conhecido por Carta do Atlântico – pioneira da futura Organização do Tratado do Atlântico Norte. Até pela prosa, que é de inegável qualidade (não esqueçamos que Churchill foi galardoado em 1953 com o Prémio Nobel da Literatura, depois de Mauriac e antes de Hemingway). Em nenhum momento certamente ocorreu aos dois estadistas que a “laicidade” americana ou britânica estariam a ser postas em perigo com esta notória manifestação de fé.

“Na manhã de domingo, 10 de Agosto, Roosevelt subiu a bordo do 'Prince of Wales' e, acompanhado dos oficiais do seu estado-maior e de algumas centenas de representantes de todas as fileiras da marinha norte-americana, assistiu ao Divino Serviço no convés da ré. Todos sentimos esta cerimónia como uma expressão profundamente comovente da unidade na fé entre os nossos dois povos, e ninguém que nela tenha participado alguma vez esquecerá o espectáculo proporcionado pela luz solar no apinhado convés – o simbolismo da Union Jack e da Stars and Stripes drapejando lado a lado no púlpito; os capelães americano e britânico partilhando as leituras; as mais elevadas patentes da Marinha, do Exército e da Força Aérea da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos reunidas como um só corpo atrás do Presidente e de mim; os marinheiros, em linha compacta, partilhando Bíblias e juntando-se fervorosamente nas orações e nos hinos familiares a todos eles.
Eu próprio escolhi os hinos – 'For Those in Peril on the Sea' e 'Onward, Christian Soldiers'. Terminámos com 'O God, Our Help in Ages Past' (…). Cada palavra parecia vir do fundo do coração. Foi um grande momento que ali vivemos. Cerca de metade dos que cantavam naquele instante iriam morrer em breve.”


(Winston Churchill, The Second World War, volume III, “The Grande Alliance". Penguin Books, 1988, página 384. Tradução minha)



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • mitologia

    Então... menciona ali em cima aquela expressão, "T...

  • henrique pereira dos santos

    Zé Miguel, eu também estou de acordo que o problem...

  • Anónimo

    Estou chocado com a sua linguagem. Chocado e enoja...

  • Costa

    Fundou, salvo erro, cinco. Até agora. Mas não a ro...

  • zazie

    Citou-se?


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D

    subscrever feeds