Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Perspectivas

por Jose Miguel Roque Martins, em 11.01.22

Captura de ecrã 2022-01-11, às 09.39.32.png

 

Há sempre diferentes forma de olhar para os mesmos números. A de Catarina Martins, que enfatiza a falta de crescimento nos tempos de Passos Coelho ( ignorando a bancarrota), a de António Costa, que enfatiza o período de crescimento do seu consulado ( antes de Covid) e a de cada um de nós, que terá a sua própria  perspectiva. 

Não importa a ciência de cada uma: a que acabará por ser considerada a verdadeira, será a repetida mais vezes.

 Nem importa a que poderia ter sido, com outras políticas, já que é impossível fazer prova inquestionável de realidades alternativas, apesar de quando comparamos os nossos modestos crescimentos com aqueles que países com uma economia liberal, ou apenas menos iliberal, conseguiram, ficarmos mesmo muito mal na fotografia. Nada que não possa ser atribuído a outros quinhentos. Nada que deslustre o actual e anteriores consulados socialistas!

Da minha parte, aqui ficam os crescimentos dos últimos 20 anos, incluindo o ciclo virtuoso do Sr. Costa que, já antes da pandemia, depois de ir assucatando as poucas reformas que permitiram uma leve recuperação iniciada já nos tempos de Passos Coelho, davam mostra de falência.

Captura de ecrã 2022-01-11, às 09.49.26.png

PS: Lembro que o Sr Costa, Ganhou as eleições em Outubro de 2015

 



4 comentários

Sem imagem de perfil

De anónimo a 11.01.2022 às 12:49

"Sr Costa, Ganhou as eleições em Outubro de 2015"  ?
Sem imagem de perfil

De anónimo a 11.01.2022 às 19:19

Um programa eleitoral -de quem está bem na vida- baseado numa "virtuosa estabilidade" bovina. :-)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.01.2022 às 22:36

O sr. Costa ganhou as eleições em 2015?
Pois muito me conta, não dei por nada disso e, por mais que pesquise, não encontro nenhuma referência a isso em lado nenhum.
Acho que alguém não se lembra do que nos quer lembrar.


https://www.eleicoes.mai.gov.pt/legislativas2015/resultados-globais.html
Sem imagem de perfil

De G.E. a 11.01.2022 às 22:57

O PIB de 2020 é omitido nestes "cálculos" porque não dá jeito incluir...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    (cont.)E se a AR é a Casa da Democracia, não haver...

  • Anónimo

    O Parlamento representa o eleitorado e é uma amost...

  • anónimo

    O desinteresse nasceu e subsiste porque metade do ...

  • Carlos Sousa

    Explicou perfeitamente, só que essa solução leva a...

  • balio

    Não sei de quem é a culpa dos erros nos cadernos e...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2015
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2014
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2013
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2012
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2011
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2010
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2009
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2008
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2007
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2006
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D