Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dar-lhes um bigode

por Corta-fitas, em 21.07.06
Quero partilhar convosco a razão do desaparecimento dos bigodes. Foram extintas as pilosidades que outrora ornamentavam os notáveis da Nação e os portugueses seguiram-lhes o exemplo. Porquê?
Simples. Porque as nossas mulheres não o permitem. Deixámos há muito de mandar nelas e, agora, já nem em nós mandamos. Não somos senhores dos nossos narizes, quanto mais dos pelinhos que o enquadram.
Se eu decidir deixar crescer um bigode e for homem do Povo, acordo cheio de equimoses num beco da Mouraria. Se for um gestor de conta lutando contra as prestações do crédito, ela troca-me a fechadura de casa e no mínimo exige uma pensão acrescida por danos morais. Se for uma figura do Jet-Set, sou votado ao ostracismo pela Caras, a Flash e a Vip juntas e rasgam-me o cartão do Clube T. Não há volta a dar.
No entanto, Zezé Camarinha tem sucesso. Porquê? Em primeiro lugar, porque as estrangeiras gostam de pelos, embora isso não venha ao caso. Em segundo, porque as mulheres reconhecem ali um homem que não se deixa domar. A ele, nenhuma encosta a navalha ao queixo sob pena de sofrer as consequências.
Em suma, eu e muitos outros somos uns fracos titubeantes, incapazes de ser Homens, com agá grande. Os tempos mudaram? É verdade. Dupont e Dupond tinham bigode mas Sócrates e Silva Pereira são imberbes. Mas, um dia, o bigode vai regressar e nesse dia os homens queimarão as Gilletes como ontem elas o fizeram com os soutiãs. Esperem para ver. Nessa data vamos dar-lhes, não um bigode, mas milhões.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.07.2006 às 18:52

Como é que sabes tanto sobre o Camarinha?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.07.2006 às 18:37

"Travão de beijos" é que não...!
Sem imagem de perfil

De menir a 21.07.2006 às 18:05

Caríssimo João Villalobos, esse mito de que as estrangeiras gostam de pelo tem que ser esclarecido. Uma minha amiga, oriunda de terras germânicas explicou-me um dia que na sua terra ainda existem muitos exemplares que em termos de estilo pararam no pior dos anos oitenta. Todos sabem do que me estou a referir, o célebre penteado mullet conhecido aqui como "penteado à Futre", camisolas de alças, peuga branca (etc). Esses senhores ostentam geralmente um portentoso bigode, que foi baptizado por suas conterrâneas de travão. E pergunta o senhor, travão de quê?
E eu respondo travão de beijos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.07.2006 às 17:52

A Câncio manda no Sócrates?Oh meu deus...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.07.2006 às 17:49

O outro até rapa os pelos das pernas para ficar melhor na fotografia...
Sem imagem de perfil

De João Távora a 21.07.2006 às 17:45

:-)))))
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.07.2006 às 17:18

Eu que o diga, João. Há uns anos deixei crescer o bigode e três semanas depois tive de o eliminar porque as minhas colegas juraram que nunca mais me falariam...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D