Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mendes no Pontal, segundo VPV

por Francisco Almeida Leite, em 18.08.07
"Marques Mendes a cumprimentar os militantes de mesa em mesa (uma hora segundo um jornal, 20 minutos segundo outro) é a própria imagem do desespero. Alguém lhe devia ter dito que ficasse quieto ou mesmo que ficasse em casa, como fizeram, e muito bem, as notabilidades do partido".

"O discurso de Marques Mendes, demagógico e absurdo, não o recomenda para primeiro-ministro. Um comício desvaloriza por definição qualquer crítica séria, muito especialmente se ela vem à mistura com propostas como o reforço da Junta Metropolitana do Algarve, que não passa de um recado grosseiro a uma audiência de ocasião".

"No Pontal, Marques Mendes perdeu autoridade, sem ganhar um voto. E permitiu até que o inconcebível Bota o acusasse com alguma verosimilhança de oportunismo e de inconsequência".
Vasco Pulido Valente, Público
------------------------
Há uma semana critiquei aqui o VPV, o colunista que mais admiro e o único que acho genuinamente imperdível, por não conseguir ver os erros enormes que Marques Mendes tem cometido à frente do PSD. Na edição de hoje do Público, VPV conseguiu analisar com frieza e distância o que se passou na Festa do Pontal. E não se limitou a fazer como José Pacheco Pereira, para quem algumas conversas de day-after chegaram para zurzir nos jornalistas e culpá-los pela má figura do líder do PSD no Algarve, sobejamente retratada na imprensa. Embora tenha visado Marques Mendes como nunca o vi fazer, VPV de certeza que leu os jornais, viu as televisões, falou com pessoas e foi construindo a sua opinião ao longo da semana. Arrasou Menezes e Mendes Bota de caminho, mas deixou Mendes em muito piores lençóis. Embora VPV tenha dito há dias ao Diário Económico que Mendes e Mário Soares eram praticamente os únicos que tinham uma espécie de casca dura para não cortarem relações com ele, apesar da violência dos seus escritos, eu acho que este artigo abriu feridas profundas. Mendes pode ser para VPV o tal "homem civilizado e amável", só que não deve esquecer o que está plasmado naquele artigo. Um retrato fiel do que se passou lá em baixo e um aviso para o tipo de política que esta direcção do PSD está a fazer. Um aviso destes, vindo de quem vem, tem que pelo menos ser levado muito a sério.

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.08.2007 às 16:19

“Caro amigo” . Estou fazendo um trabalho de divulgação pelos principais e mais visitados blog´s do país. Possuo um site independente sobre a trajetória política e social deste que é um ícone da esquerda brasileira, João Capiberibe. Se Possivel ajudar na divulgação, pois precisamos que mais pessoas saibam da vida e da luta deste Amazônida pelas causas sociais e ambientais. Por fim, saber da grande farsa montada por Sarney – inimigo ferrenho de Capiberibe no Amapá - e seus aliados próximos para tirar João Capiberibe do Senado Federal. E que conseguiu a contento.

Um abraço seu leitor

Visite ; http://www.historiadocapi.com.br

Nezimar Borges

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se o país fosse outro, quem teve a ideia de em Dez...

  • Anónimo

    António Costa não passa dum chico esperto.Aguardem...

  • Anónimo

    E, sobre tudo não haveria Alcochete nem Bruno de C...

  • Anónimo

    ... e nas bancadas em ruínas e praticamente vazias...

  • Anónimo

    um dos mais conhecidos duma família chamava-seJaco...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D