Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O tempo da ira - 255 Anos

por João Távora, em 13.01.14

Belém, 13 de Janeiro de 1759

 

Chegou então a vez de Francisco de Assis de Távora, Marquês que fora de Távora. Apesar de ter evidenciado, ele também, grande coragem ao subir ao patíbulo, arrastado por dois soldados pois que ainda não tinha força nas pernas, de tão feridas que tinham ficado ao receber os tratos a que o tinham sujeito, e de se entregar nas mãos dos carrascos, não conseguiu conter grandes brados de dor e angústia enquanto estes lhe quebravam a golpes de maça os ossos das pernas e braços, até que por fim, o laço do garrote lhe abafou a voz e tirou a vida.

 

D. Leonor de Távora, por Luiz de Lancastre e Távora – Quetzal 2010 pp 180



5 comentários

Sem imagem de perfil

De a.l.sameiro a 13.01.2014 às 13:31

executados por facínora promovido pelo jacobinismo reinante
Sem imagem de perfil

De jo a 14.01.2014 às 12:53

Refere-se com certeza a D. José I "O Reformador", pois não pensa que um rei absoluto possa ser um verbo de encher.
A menos que se dê  caso de a monarquia ser um sistema que permite que haja patetas a governar.
Sem imagem de perfil

De a.l.sameiro a 15.01.2014 às 23:40

refiro-me ao marquês de pombal.a responsabilidade de muitos actos a  responsabilidade não é clara.ler uma excelente biografia do marquês de pombal por camilo  castelo branco
Sem imagem de perfil

De Francisco Figueira a 13.01.2014 às 15:10

Os maçons são mesmo umas bestas!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.01.2014 às 15:42

Este crime horroroso, brutal, desumano e desnecessário, baseado em mentiras forjadas para atingir esse propósito (aqui a maçonaria teve um papel preponderante, o mesmo que foi tendo ao longo dos tempos relativamente à Realeza europeia, antes e depois deste infeliz episódio e até aos dias de hoje) que atingiu esta Nobre Família, mancha indelèvelmente o seu nome não obstante a obra grandiosa que empreendeu e deixou para a História e de certo modo o seu próprio mérito - e teve bastante - como reconstrutor da cidade de Lisboa, nos anos que se seguiram ao terramoto de 1755.
Maria

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D