Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Jornalismo de causas

por João Távora, em 27.06.13

A reportagem sobre a greve no Primeiro Jornal, o noticiário da hora do almoço da SIC generalista constitui em si uma parábola dos tempos vertiginosos que vivemos. Provavelmente à falta dos serviços da Lusa, os incidentes com os piquetes de greve na Carris foram ilustrados com filmagens de telemóvel retirados do site do Partido Comunista Português. A peça fecha com chave de ouro quando a magnânima repórter sugere a um talhante de S. Bento que não concorda com a greve como forma de luta, a alternativa das "manifestações como no Brasil”. 
Como inevitável conclusão, fica que a greve está a ter um significativo sucesso na Função Pública e nas empresas do Estado. Para os portugueses em geral é só mais um dia difícil. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 28.06.2013 às 08:47

A SICé tão repugnante como o seu patrão, o sr. Balsemão.
Sem imagem de perfil

De Comunista a 28.06.2013 às 16:33

Depois da sua colega Maria Teixeira, que se diz jornalista, ter publicado aqui um post, enquanto chamava burros aos que descordavam dela, a garantir-nos da maravilha que era a manobra da injecção de dinheiros públicos no Banif - quando hoje se percebe que esses dinheiros não só pesam no deficit (1,8%) como o Banco falhou o pagamento da primeira parcela do empréstimo - eu recomendaria alguma vergonha na cara antes de criticar outros jornalistas.

Vale a pena reler:

http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/5209516.html (http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/5209516.html)
e depois verificar com:

http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3294326 (http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3294326)

Imagem de perfil

De João Távora a 28.06.2013 às 18:13

Não sou moço de recados.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 28.06.2013 às 19:55

Eu "não me digo" jornalista, já vossamercê diz-se comunista, por isso na sua opinião os bancos deveriam ser todos nacionalizados, ou como é o seu comunismo? 
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 28.06.2013 às 20:37

Bem, eu estou de férias e ainda não analisei o relatório do INE, mas a mim parece-me à primeira vista que foi reclassificado, ou seja estava numa rúbrica e passou a estar noutra que agrava o défice trimestral. Ou seja passou a ser classificado como transferência de capital das administrações públicas. Ou seja considerou o Banif como empresa pública. Pelo que não há nenhum contraste entre o meu post e a notícia de hoje dos jornais. Houve uma reclassificação. Não estava classificado assim quando escrevi o post, percebe? 
De qualquer maneira o que disse o Secretário de Estado do Orçamento é que:
o aumento de capital no Banif «não é relevante para os limites do programa» de ajustamento e explicou que esta «já foi considerada nos valores do financiamento e da dívida», sendo «uma operação pontual» que não terá outros efeitos nos restantes trimestres do ano.
Sem imagem de perfil

De Comunista a 29.06.2013 às 05:34

pois,

"são as bobines que ainda estão frias...frapé; (...) a onda bate na lâmpada e recua e o som quer sair e não pode...Tem que quecer o carburador"

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • xico

    "A Universidade de Coimbra caminha como dantes pel...

  • Anónimo

    Um animal omnívoro só pode comer capim,qualquer di...

  • Anónimo

    Saudemos a chegada da geração flocos-de-neve a Coi...

  • Anónimo

    Ó homem, você também é sempre do contra, nada do q...

  • Tiago

    Se uma vaca pesa pelo menos 500kg, e as cantinas c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D