Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tem razão José Pacheco Pereira ao dizer que mais que o conteúdo da entrevista de Sócrates - em geral (resumo grosseiramente) foi tudo mentira, ou, nas palavras de Joaquim Aguiar, um evento do foro psiquiátrico - que mais que o conteúdo, interessam os efeitos da entrevista de Sócrates. Deixo de lado os efeitos políticos que me pareceram despiciendos, para sublinhar a triste naturalidade com que revi conhecidos jornalistas saudarem a «ferocidade», a veia «felina», o «instinto matador» de Sócrates, mesmo (admitiam eles à margem e de mau grado) ao serviço da mentira e da manipulação de factos e números. Foram esses jornalistas dos mais toscos (como Luís Delgado ou os pivôs que cairam em sucessivos actos falhados chamando «primeiro-ministro» ao ex-primeiro-ministro mandado embora), aos mais previsíveis (como António José Teixeira que, entusiasmado, já fazia equivaler os dois últimos anos do seu querido «felino» com os dois anos do governo Passos Coelho), aos mais insuspeitos (como Pedro Santos Guerreiro, que gabava a «combatividade» de Sócrates ao expor fantasias). Estes serão talvez os mesmos jornalistas que se indignariam se alguém elogiasse um falsário por recorrer a métodos particularmente humorados, ou que não suportariam ouvir elogios a um criminoso apenas porque junta ao seu modus operandi alguns elementos lúdicos. Com Sócrates, parece-lhes diferente (e nem reparam que se menorizam intelectualmente). Faz pena vê-los assim (mas não deixa de ser higiénico).



2 comentários

Sem imagem de perfil

De A.M. a 29.03.2013 às 12:26

António José Teixeira a par de Clara de Sousa (há lá mais) babava ao falar de Sócrates, mas quando José Gomes Ferreira mencionava alguns dos pecados, bem dispendiosos, levados a efeito pelo ex 1º ministro, a coisa ficou menos animada. Qualquer dia destes, por falar verdade e não ter papas na língua, JGF ainda é dispensado. Um jovem simples e muito bem preparado que me faz ligar o canal 5.
Cumptos e muito Boa Páscoa.
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 29.03.2013 às 19:22

Muito bem, José Mendonça.
Uma tristeza profissional e uma tristezapara a profissão, supondo que ainda existe, nesta vaga dominante de políticos comentadores.
Abraços do Vasco

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D