Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Foi daí que pediram uma celebração da memória?!

por José Mendonça da Cruz, em 28.03.13

Outros protagonistas que a RTP devia convidar para a entrevista e o comentário, em honra da memória e na senda da interpretação de serviço público que actualmente perfilha:

- convite a Mário Lino para explicar como é que o aeroporto de Lisboa afinal jamé saiu da OTA, e como foi divertido fazer auto-estradas para a Arruda e novas pontes sobre o Tejo no Carregado para acesso ao Algarve e onde hoje não passa vivalma; e se ainda acha boa ideia a oitava auto-estrada para o Porto; e se a outra banda ainda é um deserto;

- convite à dupla António Mendonça/Paulo Campos, para, em uníssono, defenderem que foi pena não se fazer o TGV porque assim Portugal nunca vai ser praia de Espanha, e explicarem como foi boa ideia negociar e renegociar SCUTs e outras PPPs de forma a subir os encargos para os contribuintes e os lucros para as empresas amigas; e para aplaudirem a visão por detrás de um aeroporto Internacional vazio em Beja; e para em geral celebrarem os gastos perdulários em situação de falência; convite acessório a João Cravinho sénior para vir contar outra vez aquela anedota engraçadíssima sobre como «as PPPs são benéficas para o Orçamento»;

- convite a Pedro Silva Pereira para vir reafirmar que foi uma atoarda a denúncia de um plano do governo Sócrates de controlar a comunicação social (restante), vendendo a TVi, encerrando o Sol, etc. ; e como também nunca houve pressões do procurador Lopes da Motta sobre os investigadores do caso Freeport e que ele só foi demitido por maldade; e outras caturreiras dele e do seu sósia ou vice-versa;

- convite a Manuel Pinho para recordar a gloriosa carreira no BES que o conduziria ao posto de ministro socialista, para representar uma cena de corninhos em Assembleia, para recordar as minas que reabriu e afinal não reabriram, para negar que a sua e de Sócrates «aposta nas energias renováveis» conduziu direitinha às rendas excessivas de hoje, e para relembrar o gosto das aulas que deu nos EUA pagas pela EDP, único caso conhecido de exportação subsidiada de ex-ministro (a do primeiro subsidiada pela Caixa não conta);

- convite ao pior ministro das finanças da Europa (Economist dixit) para reconstituir os últimos dias de desgoverno, e dizer se na sua opinião Sócrates era mesmo o último português que não sabia que Portugal estava falido, se era o único português que ignorava que quem o tinha levado à falência era ele, e porque é que o pior ministro Santos andava então tão mal encarado;

- convite para participação em programa de variedades à Dr.ª Isabel Alçada, para que leve de novo à cena esta encantadora rábula, depois de explicar se a principal razão para ser feita ministra e sofrer poucas críticas durante o exercício terá sido o facto de ser mulher do então presidente da Gulbenkian; convite subsequente à Dr.ª Rodrigues para falar outra vez enfaticamente sobre a grande festa da Parque Escolar;

- convites semanais a tatuadas pro-gay, boutades à Galamba, grosserias à Lello, fracturas à Pinto, mitómanos e troca-tintas, e mais tropa fandanga genérica.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ser de direita, tudo muito bem, para quem tem gran...

  • Anónimo

    Anónimo das 13:16 = Fernando SILVA

  • Anónimo

    Pouco apto para que fim?

  • Anónimo

    Pois ... E quem vai avaliar e decidir sobre se o "...

  • Luís Lavoura

    "irá basear-se na aptidão dos solos e no seu uso e...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D