Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Voltaire, esse ídolo da Maçonaria

por Maria Teixeira Alves, em 22.03.13

Como está na moda o Voltaire, graças ao caso Sócrates, venho aqui recordar quem era o autor da frase “Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até à morte o teu direito a dizê-lo”... invocada por Paulo Ferreira para justificar o convite da RTP a Sócrates.

François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire (Paris, 21 de Novembro de 1694 — Paris, 30 de Maio de 1778), foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês.

Iniciado maçom no dia 7 de Março de 1778, mesmo ano de sua morte, numa das cerimónias mais conhecidas da história da maçonaria mundial, a Loja Les Neuf Sœurs, Paris. O octogenário Voltaire, ingressa no Templo da Maçonaria apoiado no braço de Benjamin Franklin, embaixador dos EUA em França nessa data. A sessão foi dirigida pelo Mestre Lalande na presença de 250 irmãos. Ficou conhecido por "venerável ancião", orgulho da Europa maçónica, foi revestido com o avental que pertenceu a Helvetius e que fora cedido, para a ocasião, pela sua viúva.

Voltaire transformou-se num perseguidor ácido dos dogmas, sobretudo os da Igreja Católica, que afirmava contradizer a ciência. Esquecendo-se que muitos dos cientistas de seu tempo eram padres jesuítas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



18 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.03.2013 às 18:02

É curioso, porque quando aparecem uns jovens da extrema direita numa rua qualquer, são logo carregados pela polícia, ao mesmo tempo que outros de passeiam por Lisboa com cartazes do Che Guevara sem problema nenhum, acrescendo que Sócrates vai ser servido à pala daqueles que liquidou, que não têm outro remédio senão pagar à RTP, sob pena de ficarem sem electricidade em casa. Vá comentar para SIC ou para a TVI que não tem problema nenhum. Aliás, está toda a gente a fazer de conta que o problema não é esse.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 22.03.2013 às 20:31


"quando aparecem uns jovens da extrema direita numa rua qualquersão logo carregados pela policia".
 Não entendi, isso aconteceu quando?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2013 às 14:48

Há outros. Este serve? Já lá estavam 50 à espera.
 http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1022599&especial=Extrema%20Direita&seccao=SOCIEDADE (http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1022599&especial=Extrema%20Direita&seccao=SOCIEDADE)
Sem imagem de perfil

De EMS a 22.03.2013 às 18:43


Nessa epoca quase ninguem gostava de jesuitas. Foram expulsos de quase toda a europa catolica, e suprimidos pelo proprio Papa.
Imagem de perfil

De monge silésio a 23.03.2013 às 23:08


O post revela duas coisas: ignorância e um juízo de suspeição.
Começa-se pela última: o que pretende dizer ? Se pretende censurar Voltaire, diga. Se pretende falar da Maçonaria, diga.
A citação, a organização e as duas pessoas referidas...zero.
O que dá directamente com a primeira. Desde quando uma simples citação faz com que uma nebulosa conclusão se afirme como suspeita.
*
Veja lá ... e se citar Churchill...?
*
Quando éramos "ricos" ninguém se incomodou com Santana Lopes...; quando éramos "ricos" ninguém se incomodava com comentadores...;
Se o ex-PM foi convidado a comentar, deixá-lo, qual o critério para diferenciar? Afinal não será o mesmo regabofe?
Foi, só nao havia umas alminhas depenadas a cantarem a Grândola, antes o povo-rei a bater palmas.
A Direita portuguesa não aprende mesmo...
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 23.03.2013 às 23:44

1- o que pretendo dizer é o que eu digo. Voltaire era maçon. 
2- Voltaire não me serve de exemplo de pensamento. Porque estava errado, de raíz de pensamento.
3- Sócrates incomoda como comentador porque é o mesmo que pôr o violador a comentar a vítima.
4- Só neste país é que ex-primeiro ministros se transformam em opinion makers, é tão ridiculo, que só neste país em que a comunicação social é um instrumento de poder dos políticos é que acontece. E não me venham com argumentos de liberdade editorial, porque a liberdade pôr-se-ia se fossem entrevistá-lo, não contratá-lo. 
Eu sou de direita, mas mais do que isso tenho uma lucidez assustadora e vejo este sistema de outro prisma....
Imagem de perfil

De makarana a 24.03.2013 às 03:37

olhe maria.Até há bem pouco tempo Santana Lopes comentava na tvi24 e agora continua a faze-lo na CMTV. Outros politicos, tão violadores quando Sócrates, fazem o mesmo.Logo sócrates tem todo o direito de aceitar comentar na tv caso lhe tenha sido endereçado um convite, como no caso em apreço.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.03.2013 às 11:36

Mas eu também sou contra que Santana Lopes seja comentador, se bem que foi um fugaz primeiro ministro, e por isso é menos grave do que o Sócrates. Agora políticos, economistas, jornalistas, filosofos, escritores, sociologos, até advogados que não sejam gurus de negócios, podem ser comentadores. Ex- Governantes NÃO. É simples.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.03.2013 às 11:38

Eu sou de direita, mas não sou política, nunca trabalhei, nem quero, para governo nenhum, não tenho nenhuma ambição de poder, logo a minha opinião é clean,
Sem imagem de perfil

De Pedro a 24.03.2013 às 13:38

Pode,vai ser,e não é a Maria que o vai impedir. È simples. Sempre houve ex-governantes comentadores. Nas televisões,rádio e jornais. Quer uma lista?
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.03.2013 às 15:58

Quero uma lista, dê-ma lá....
Sem imagem de perfil

De Pedro a 24.03.2013 às 18:54

quer uma lista de ex-governantes comentadores nos média? OK. Começamos pelo PSD?
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 24.03.2013 às 23:42

Não começamos por partido nenhum diga ex-governantes que sejam comentadores residentes de programas de televisão (todos)
Sem imagem de perfil

De Pedro a 25.03.2013 às 09:50

Começando então só pela televisão (mas a Maria não sabe que também há comentadores nos jornais?): Marques Mendes, António Vitorino, Morais Sarmento, Santana Lopes, Manuela Ferreira leite, Mário Soares, António Costa, Jorge Coelho, Ângelo Correia, Medina Carreira, Dias Loureiro, etc, etc. que a lista é longa. isto só para falar de ex-governantes.  que foram ou são comentadores de televisão.  E muitos mais há que foram, ou são, comentadores de jornal.  agora, quer deputados e ex-deputados? Para quê este trabalho, afinal?
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 25.03.2013 às 22:46

Marques Mendes não foi governante. Morais Sarmento sim. António Costa, Pedro Santana Lopes, Jorge Coelho sim. De resto não são comentadores, foram entrevistados, quanto muito, o que é diferente. O Medina Carreira foi governante noutra vida e eu acho que a incompatibilidade tem prazo de validade. Se eu fizesse um código legal para o jornalismo, proibiria ex-governantes de serem comentadores, assim como advogados de grandes escritórios, gestores de empresas, de bancos (estes têm bom senso e não são comentadores nem quando se reformam). Mas daria uma prazo: não podem ser opinion makers se tiverem exercido função de governo até há vinte anos atrás. Isto e outras coisas, fazem falta num código legal para a actividade jornalística.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 26.03.2013 às 10:55

O Marques Mendes não foi governante? O facto de ele ser pequenino não significa que a Maria não conheça o seu curriculum. E o Morais Sarmento António Costa, Pedro Santana Lopes, Jorge Coelho, não são comentadores? Mas a Maria vê televisão? Quanto ao resto, a Maria não levará a sua avante, felizmente. Já lá vai o tempo em que se legislava para impedir alguém de comentar nos media.
Sem imagem de perfil

De jo a 24.03.2013 às 15:48

Voltaire foi maçon aos 84 anos. Se o que ele fez de relevante foi como maçon então não fez nada até aos 84 anos. Essa afirmação não faz sentido.
Imagem de perfil

De Geno a 24.03.2013 às 17:59

Vocês são engraçados. Quer uma lista Maria? Seria mais facil tentar encontrar algum dos que nos últimos 30 anos nos conduziram até aqui e presentemente não ocupe algum cargo de relevo.´ou tenha algum pudor em dar a sua opinião sempre que tem oportunidade...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse jornal, o Expresso, ou traz poesia ou noticia...

  • Anónimo

    Sr. João, o direito a abster-se é tão legitimo qua...

  • Pedro Picoito

    Não tem escrito direito e as linhas são muito tort...

  • EMS

    Essa edição do "Expresso" é de 1973. É natural que...

  • João Távora

    Com os problemas dos outros posso eu bem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D