Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dia da Restauração

por João Távora, em 01.12.12

 

Estive esta tarde nas cerimónias do 1º de Dezembro na Praça dos Restauradores onde pontificavam, entre muitas miniaturas de bandeiras nacionais de diferentes épocas distribuídas aos populares, um significativo número de bandeiras azuis e brancas de monárquicos que quiseram deixar testemunho da sua simpatia por estas comemorações que celebram a Restauração da Independência Nacional e o inicio à dinastia de Bragança no trono de Portugal.
Mais estranho do que a indiferença votada ao tema nos telejornais da noite da RTP e da TVI que perto dos 25 minutos ainda não o tinham noticiado, foi a reportagem da SIC que, em perto de dois minutos de filmagens, a reduziu ao discurso sectário de António Costa e a uns quantos grandes planos das poucas bandeiras verde-rubras presentes no evento. Foi certamente necessária alguma mestria para a realização montar esta peça evitando as bandeiras monárquicas.
Por fim, um desabafo: talvez esta perspectiva míope da realidade justifique como, tirando no futebol, é mais fácil juntar cinco mil marmanjos a cantar "A Internacional" do que quinhentos patriotas o Hino Nacional. Não me devia admirar com a inércia dos portugueses tão pouco dados à participação cívica, mas às vezes isso incomoda-me mesmo. Sentadinhos no sofá, alguém resolverá a vidinha por nós, deixem-se estar.

 

Foto Instagram - Restauradores - 1 Dez. 2012 

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Sem imagem de perfil

De c. a 02.12.2012 às 01:57

Compreendo, em parte o seu desalento. Tencionava ir e apenas por total impossibilidade não o fiz. Mas ingenuamente julgava que estariam milhares de pessoas.
Li o seu "post" e pus-me a perguntar  o que fez o duque de Bragança e entourage  para congraçar os portugueses. E a resposta é: nada! Pelo contrário, em assuntos de grande gravidade, tal como o acordo ortográfico - que toca problemas de identidade nacional - assistiu-se e assiste-se a uma vergonhosa demissão . para dizer o mínimo. 
Então, em que assunto é que os monárquicos portugueses tocam os portugueses? Em nenhum!
O único monárquico que é respeitado  transversalmente pela sociedade portuguesa - e com razão - é o Senhor Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles.
O resto... é para as revistas, que dividem as páginas entre os duques de Bragança e os famosos da casa dos segredos.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    O jornalixo cá do burgo tem um ponto, cavalheiresc...

  • sampy

    A resposta de Moro é uma pérola:"Não debato com cr...

  • Anónimo

    O que é que a Greta tem que eu não tenho?Esta cois...

  • Anónimo

    Penso que quis dizer "subisse tão baixo".

  • Balsemão e sua agenda

    Falir era um favor que fazia a Portugal. Um cancro...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds