Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Conselho de amigo

por Corta-fitas, em 02.04.07
Ontem só tinha duas opções televisivas possíveis: Ver, nos Globos de Ouro, Bárbara Guimarães entrar na Praça do Campo Pequeno montada num elefante, ou assistir à paródia a Salazar no programa dos Gato Fedorento. Incompreensível e lamentavelmente, optei pela segunda.
Foi confrangedor. Os excelentes valores de produção e a qualidade da caracterização (incluindo os rapazes a mostrarem os pelinhos das pernas fardados de Mocidade Portuguesa) não conseguiram ocultar a falta de ideias e a fraca qualidade do humor revelada. Ainda por cima com um material de base, Salazar e o Estado Novo, que dava não apenas pano para mangas, como tecido para vestir o País inteiro.
Aqui sim – e depois de ter defendido o sketch dos Gatos a propósito do referendo – entendo que eles apostaram de forma clara num manifesto político desnecessário. E desnecessário pelos resultados alcançados. Uma semana depois, só se justificava dedicar todo um programa à vitória de Salazar no «Grandes Portugueses» com um conjunto, se não genial, pelo menos muito, muito bom. O que houve, foi para aquém de fraquinho. E voltar a incluir Luís Pereira de Sousa nos «tesourinhos deprimentes» só reforçou o facilitismo. Um conselho à rapaziada: Não queiram dar lições de moral aos portugueses. Não é para isso que estão onde estão, nem foi assim que chegaram onde chegaram.



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Hexagonista a 09.04.2007 às 17:20

Bom Ano Novo, João Villalobos e Boa Pascoa. Como ja não vinha aqui ha 3 meses e tal, aproveito para saudar todos os anonimos.

Eu teria visto um filme no TCM. Não têm legendas e isso é bom para desenvolver o Listening para os exames da Cabridge.
Sem imagem de perfil

De batuta a 03.04.2007 às 00:16

Aqueles meninos estão deslumbrados, não há nada a fazer...
O sucesso é muito difícil de gerir e, sobretudo, de manter.
Sem imagem de perfil

De AM a 02.04.2007 às 17:44

Vi e concordo.
Salvou-se o momento musical com uma letra um pouco mais inspirada, mas ainda assim muito longe dos melhores momentos musicais do mesmo "magazine".
E aqueles planos com um público basbaque a aplaudir em delírio, são penosos.
Sem imagem de perfil

De João Villalobos a 02.04.2007 às 16:41

Querida ariel,
O futebol, a mim, nunca me deixa contentinho. E tristinho também não :)
Mas, já agora e respondendo também ao comentário da cristina, não tomo a nuvem por Juno, nem a parte pelo todo. O meu post, aliás todos eles, são comentários sobre um momento. Não gosto de generalizações. Num dia o Benfica perde. No outro ganha :)
Beijos
Sem imagem de perfil

De ariel a 02.04.2007 às 15:28

Pois eu não vi.

Estive a enervar-me com o meu Benfica, tava a ver que era desta que tinha um ataque de coração... O João Villalobos é que deve ter ficado todo contentinho...:)

Acho que os Gatos oscilam entre coisas óptimas e coisas que não valem nada, muito irregulares. Deviam tirar um periodo sabático. Fazia bem a todos.

:)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.04.2007 às 13:48

Carissimo,

Quem tudo quer... E achei significativo o R.A.P. ter escolhido a figura do Botas... Depois desliguei...

Abraço,

PS: Acho que já há algum tempo que está na hora de pararem pra deixar descansar a terra.. Assim só dão cabo do publico...
Sem imagem de perfil

De cristina ribeiro a 02.04.2007 às 13:00

João,não vi o programa,o que,à priori,me impediria de tecer qualquer comentário,mas,tendo lido a sua apreciação,e partindo do que deles já vi,não me custa nada acreditar no fraco humor que nos é servido pelos "Gato".
Sem imagem de perfil

De anonymous a 02.04.2007 às 12:01

Até a minha criada tem TV Cabo com ene opções televisivas. Coitados dos pobres que não têm.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Portugal está num processo de degradação acelerada...

  • Anónimo

    Na bicha, minha senhora, na bicha.Recusar colonial...

  • Luís Lavoura

    uma acção coerciva de uma violência brutal, sem cu...

  • Luís Lavoura

    Sim, Marina, as pessoas em Lisboa estão todas borr...

  • Anónimo

    https://observador.pt/opiniao/retorno-ao-normal-de...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D