Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Louçã entre os seus

por João-Afonso Machado, em 30.10.12

Assim falou em entrevista à Lusa: aconselhando o seu «primo direito» Victor Gaspar a não aceitar o convite para Ministro das Finanças, «porque o esperava uma "alhada monumental"». Quem? - nem mais do que Francisco Louçã.

A pertinente pergunta é - porquê tão paternalista recomendação? Conheceria Louçã, de antemão, as opções estratégicas a tomar pelo seu parente? Ou - hipótese mais provável - pretenderia avisá-lo da cruz onde a Esquerda, os sindicatos e uma opinião facilmente promovida a "pública" o crucificariam?

Contas finais: tão eivado de patriotismo e espírito cívico, estaria Louçã - caso lhe consentissem tal - disposto à «alhada monumental» de assumir a Pasta das Finanças deste Portugalito?

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Fm a 30.10.2012 às 16:40


Isso é para onde a sua vista o "manda"... outros dirão que ele se referia ao seu primo não ter capacidade para tal... e neste momento tendo a apoiar a segunda opção.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 30.10.2012 às 18:13

Pergunto-me como pode alguém, vendo os resultados que a execução do OR de 2012 apontam.
Deixar que o Louca faça o OR de 2013?
Loucos estão todos os que não vêem, esta irresponsabilidade e incompetência.
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 30.10.2012 às 19:45

Jojó, confesso que não percebi o seu comentário.
Loucos são os que deixariam Louçã fazer OE 2013?


Se é isso, estamos de acordo.


Mas um OE da autoria do PCP andaria sempre por perto. Digo eu.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 30.10.2012 às 20:02

Autor do OE 2012 Victor Louca Gaspar.
Percebeu?
Imagem de perfil

De João-Afonso Machado a 30.10.2012 às 21:25

Sempre atrasados, Jojó. Eu na compreensão, V. na História. agora já se discute o OE 2013.
Veja lá se não chama para o efeito o Vasco Louco... 
Imagem de perfil

De jojoratazana a 30.10.2012 às 22:38

Na crise de 75, os investidores como agora se chamam. sacaram as croas , e abandonaram tudo aos terríveis comunistas que tudo destruíam.
Vasco Gonçalves mandou os trabalhadores tomarem conta das empresas e mantê-las em funcionamento, algumas delas foram mantidas com os trabalhadores a ganhar menos de metade até as recuperar, o que permitiu que muitos dos que tinham dado à sola, voltassem para reclamar o que tinham abandonado.
Na crise actual perderam-se os postos de trabalho, mas não só o nosso parque fabril e industrial, foi em grande parte desmantela-do e vendido para a Ásia e para o Norte de África como sucata.
A tristeza é que os loucos da actualidade, tudo destruíram a mando dos seus donos. 
Já agora não convém nada ler, o que economistas norte americanos escreveram, sobre esta acção do governo de então.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Aurélio Buarcos

    Trabalhar que é bom é que 'ta quiieto.Na melhor da...

  • João Távora

    Podia ser assim o final: "em consequência, a esque...

  • António

    Estavam todos na ADSE a tramar o João Távora.

  • António

    Começa a ser interessante o expediente brasileiro ...

  • Anónimo

    o mal do ex-mundo rural é ter  levado um pont...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D