Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A 13 de Maio

por João-Afonso Machado, em 13.05.12

Desde ontem estão a chegar aos milhares. Algo por que a Esquerda modernaça viva as maiores angústias, literalmente a mais desagradável sensação de impotência. Como travar esses invejáveis fluxos humanos - ai tanto votozinho perdido essas estradas fora!... - todos os anos rumando Fátima?

De resto, os enfadonhos comentários sobre o primarismo das promessas - até esse argumento! - revelam-se cada vez mais descabelados. O grosso dos peregrinos deste "13 de Maio" não se fez ao caminho para pedir ou retribuir. Talvez sequer para agradecer. Apenas - e sobretudo - para se encontrarem consigo mesmos, através da mediação da Mãe de Cristo, uma presença constante no coração dos portugueses desde os primórdios da nossa História, em qualquer recanto desta multissecular Nação.

Vivi algumas vezes essa caminhada de uma semana em que do porquê do esforço e do incómodo das primeiras etapas se progride para a tranquilidade em marcha, até à visão grandiosa do santuário, à emoção que nos toma por inteiro, num apertadíssimo nó da garganta. Até ao dificil momento da despedida, apenas animado pelo propósito do regresso.

Há, realmente, sentimentos e situações que as palavras não explicam. Porque, cada vez mais, há dois mundos: um empenhado em destruir o outro por força da apostasia ou mesmo da troça, da calunia; e esse mesmo outro tão apenas absorto em descobrir, espiritualmente, os percursos da Verdade e da Felicidade, seja a própria, seja a de todos.



3 comentários

Sem imagem de perfil

De Ai, a minha vista a 13.05.2012 às 19:15

Estão chegando aos milhares mas não deve ser por essa rua.
Sem imagem de perfil

De mew a 13.05.2012 às 22:23

Há alguna anos um homem descia, rastejando, a faixa das promessas, em dia de calor, em que até o chão queimava. O, então, Bispo Emérito de Fátima abordou-o e disse-lhe que Nossa Senhora já tinha em conta o seu pedido e que não seria necessário que ele se sacrificasse mais.
O homem respondeu:
Se eu rastejei muitas vezes em África, porque não hei-de rastejar para Nossa Senhora?
Sem imagem de perfil

De jo a 15.05.2012 às 12:53

Também andam aos milhares a festejar a vitoria do FCP e custa-me a acreditar que o Pinto da Costa é o Messias.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • pitosga

    O mau feitio — que também me apontam — será, na mi...

  • pitosga

    José Mendonça da Cruz,Como é marca sua, uma muito ...

  • pitosga

    Estas e muitas outras frases dos nossos Escritos...

  • Anónimo

    quem nos queria Bem nunca morreestá sempre present...

  • Anónimo

    Que Pai tão bonito!Não quer ser marquês , mas filh...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D