Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os abutres a salivar

por João Távora, em 22.03.12

 

Na diminuição de 5,3% da receita fiscal nos dois primeiros meses deste ano face ao período homólogo do anterior, veja-se que que se regista uma quebra de 6,7 por  cento sobre o ISP e o IVA, que é o imposto mais importante em termos de receita teve 1,1 por cento nos primeiros dois meses do ano. De ressalvar que esta variação ainda não é afectada pelos aumentos das taxas em várias classes de produtos (a restauração, por exemplo), que só terá efeito  nas receitas do Estado a partir do segundo trimestre.

Os abutres que salivam pela pele de Victor Gaspar esquecem-se que um dos objectivos fundamentais para o ajustamento financeira do país passa uma redução substancial do deficit na balança de pagamentos, ou seja por uma redução substancial do consumo privado, que recai fundamentalmente em produtos importados.

Entretanto os mercados, começaram a recuperar a confiança na dívida portuguesa. Ontem, pelo quarto dia consecutivo, a pressão sobre os juros da dívida caiu, atingindo níveis de Novembro de 2010, cinco meses antes de Portugal recorrer ao FMI. Mas isso não interessa nada, pois não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno Pereira a 22.03.2012 às 12:46

Existe sempre alguém que diz sim! Quando vivemos num beco sem saída. As noticias são tão pessimistas que ler duas frases com algum optimismo, pode gerar um acreditar que vamos conseguir, independentemente de começar a faltar as forças para superar tantos aumentos dos bens essenciais.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 22.03.2012 às 13:59

A mim interessa-me é que tenho a carteira cada vez mais vazia. A si, interessa mais a confiança na dívida. A cada um, as suas preocupações.
Sem imagem de perfil

De madalena a 22.03.2012 às 20:42

a mim preocupa-me que a geração anterior à minha tenha tido acesso facil de mais ao crédito, que eu que não tenho culpa nenhuma vou ajudar a pagar nos proximos 20 anos! que fizemos porcaria toda a gente sabe e agora temos de nos limitar a pagar... quer oque?? seguir o mesmo caminho que a grécia??? eu estou orgulhosa do meu pais por nós estarmos a aguentar tão bem este plano de austeridade, e por estarmos a voltar a ganhar a confiança dos paises europeus de novo... caso não saiba eles emprestam dinheiro se confiarem em nós, e nós precisamos de empréstimos para nos desenvolvermos...


mas sim tem razão cada pessoa tem de se preocupar com o que consegue atingir...
Sem imagem de perfil

De GONIO a 22.03.2012 às 21:40

Quando foram apresentados estes números da "desgraça" não pude deixar de me lembrar dos números maravilhosos dos primeiros meses de 2011 apresentados pelos governo Sócrates. E julgo que uns dias depois,  a maravilhosa queda da despesa dessa altura foi explicada assim: o Estado deixou de pagar aos fornecedores.
Sendo caloteiro é fácil "não ter" despesa.
Sem imagem de perfil

De Ó João a 22.03.2012 às 22:08

francamente. a vida deve estar a correr-lhe mesmo bem. nós estamos na merda . o outro gajo que está em Paris colocou-nos no charco, este enterrou-nos.
Sem imagem de perfil

De Alma Peregrina a 23.03.2012 às 17:59

"Pode acontecer que a contabilidade esteja em ordem e simultaneamente os homens, que constituem o património mais precioso (...) sejam humilhados e ofendidos na sua dignidade. Além de ser moralmente inadmissível, isso não pode deixar de se reflectir futuramente de modo negativo na própria eficiência económica..."


Beato Papa João Paulo II
Centesimus Annus, 35

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Parabéns pelo texto. Excelente.Esta mulher, Clara,...

  • Branca de neve

    Pensa mal. A geringonça já providenciou a ditadura...

  • Anónimo

    1974, Setembro, LM:Antes de seguir para a cidade, ...

  • Anónimo

    Muito bem escrito.Devemos ter sido amigos e vizinh...

  • Sarin

    Porque nem sempre discordamos, permita-me partilha...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D