Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vida de cão

por Pedro Correia, em 28.05.06
É um cãozito rafeiro, habituado ao convívio humano. Suponho que foi abandonado por um dos condóminos do bloco de prédios onde vivo. O problema é saber qual – há cem apartamentos neste conjunto de cinco prédios. O facto é que o cãozito decidiu ficar à minha porta: há três dias que o vejo por lá, com a sua triste coleira castanha. É já velhote – certamente o motivo por que foi abandonado – mas parece bem de saúde. Anda esfomeado. Mas anda sobretudo com uma imensa fome de carinho. Para um cão, o dono é uma espécie de deus – senhor de todo o bem. Custa imaginar, a um ser dócil e crédulo como este, que o seu deus possa ser tão mau e tão mesquinho ao ponto de abandonar quem sempre se revelou grato e fiel, cúmplice atento de todas as horas.
Observo o rafeirito: olha a toda a volta e fareja, na fútil esperança de encontrar o dono. Tem uma imensa desolação no olhar. Levo-lhe comida, um recipiente com água. Não tarda a matar a fome e a sede, depois mira-me de novo com uma indescritível expressão de ansiedade. Quem disse que os cães não são inteligentes e sensíveis certamente nunca conviveu com eles...
Afasto-me por fim. Ele lá fica no seu improvisado posto, aguardando quem nunca mais virá. E vou reflectindo: como pode uma pessoa ser tão desumana ao ponto de abandonar assim um animal?



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.06.2006 às 11:11

Já sei porque é que o PSD quis instituir o Dia Nacional do Cão. Marques Mendes lê este blogue!
Sem imagem de perfil

De J Ferreira a 29.05.2006 às 00:11

Gostei.
Tenho uma rafeira que é "a mais inteligente do mundo"
Lá diz o ditado
Quanto mais observo os homens mais gosto dos cães.
Sem imagem de perfil

De LFM a 28.05.2006 às 22:23

Tenho um cão (e uma gata) e sei o que os donos representam. Sei o trabalho e a responsabilidade que tenho e da qual não abdico.

Sou a favor dos novos sistemas de identificação e localização dos animais.

Não apenas para o caso de estes se perderem, mas para os casos em que se tenham de encontar as bestas dos donos!
Sem imagem de perfil

De marta r a 28.05.2006 às 19:22

Giro, giro, era um dia os cães poderem abandonar os seus donos assim... deixá-los à porta. Em sofrimento e carência. Mas desconfio que nem assim, provando do próprio remédio, se tornariam pessoas melhores.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.05.2006 às 19:14

Até para ser cão é preciso ter sorte, diz o povo.
De qualquer modo, como é que tem a certeza de que o rafeiro foi abandonado?
Até pode ter acontecido qualquer coisa ao dono, sei lá.
Sem imagem de perfil

De João Távora a 28.05.2006 às 15:44

Faz muita impressão a descrição que faz o Pedro. Eu não sei se o olhava assim de frente nos olhos ou se assobiava para o lado.
Sem imagem de perfil

De Rodrigo Cabrita a 28.05.2006 às 13:48

São donos a prazo! Enquanto estão na moda são muito giros, são uns pequerruchos, uns fofinhos...depois chegam a velhos já não tem piada nenhuma. Lembro de um caso idêntico pelas minhas bandas.O olhar dele impressionava, fui mimá-lo, e ele simplesmente rejeitou-me. Deve ter pensado " tu és um deles..."
Sem imagem de perfil

De Cãocompulgas a 28.05.2006 às 13:34

Nem todos os cães conhecem o paraíso...

Crianças, idosos, animais... o seu abandono reflecte ausência de humanidade, de afecto, quem pode dar o que não tem? É o vazio da histeria social q vivemos.
Sem imagem de perfil

De Cereja_no_Bolo a 28.05.2006 às 13:10

Se há quem abandone crianças nas maternidades e idosos nos lares, mais fácil será abandonar um animal. Há, realmente, pessoas desumanas. Infelizmente, há.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Sousa

    E pegando nalgumas palavras do primeiro-ministro, ...

  • Anónimo

    caro senhornestes tempos aburguesados e politicame...

  • Anónimo

    Caro Senhor"Apesar dos frequentes casos de corrupç...

  • Carlos Sousa

    O que me está a causar apreensão não é a DGS fazer...

  • Albino Manuel

    A monarquia espanhola vai aguentar. Derrubá-la é c...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D