Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As declarações de Cavaco Silva vistas de fora

por Francisco Mota Ferreira, em 25.01.12

Não acho que o Presidente da República tenha sido particularmente feliz nas declarações que proferiu sobre a sua reforma. Não teve pose de Estado e a emenda foi mesmo pior que o soneto. Mas, como Português, chateia-me horrores que seja esta a imagem que é vista lá fora:

 



10 comentários

Sem imagem de perfil

De c. a 25.01.2012 às 17:32

Se tivesse havido reacções idênticas por bojardas anteriores, tanto do cavaco como de outros, talvez nos respeitassem mais.
Sem imagem de perfil

De Pelo contrário a 25.01.2012 às 17:39

Acho que foi particularmente infeliz. O mais certo é ter sido apenas ele próprio.
Sem imagem de perfil

De Manuel da Silva a 25.01.2012 às 18:55

A  mim não me chateia mesmo nada o que os outros lá fora pensam.


O que me preocupa muito a sério é o que se passa no burgo e já deu para ver que o "afundanço" continua.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 25.01.2012 às 22:43


Depois das palavras priferidas, nada há a dizer/fazer.
Mas não gostei do que foi feito.
Todos erramos.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 25.01.2012 às 22:43


* palavras proferidas
Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 26.01.2012 às 01:05

Gaffes todos cometemos...
Só não "abichamos" é o mesmo montante!
Outras piores virão...
Sem imagem de perfil

De Coitado do coitadinho! a 26.01.2012 às 05:04


Votei Cavaco naquela "do mal, o menos!".
Foi talvez a última vez que voto porque não quero mais culpas morais por ter ajudado a pôr no poleiro uns tão ladrões e corruptos como os que ajudei a tirar.
O Cavaco, já provou por mais de uma vez que também não é flôr que se cheire.
Descuido aqui, descuido ali e vai-se vendo de que massa é feito.
Como a nova pastelaria, em que os bolos tem todos a mesma base e só a decoração é que é diferente.
Enquanto o bochechas era bruto e, sendo socialista, muito pouco democrático, este faz mais jus às palavras do seu conterrâneo (que não tinha reforma nenhuma):
"Quantas sedas aí vão,
Quantos brancos colarinhos...
Sem imagem de perfil

De carneiro a 26.01.2012 às 10:17


Creio que Cavaco estava a tentar ser irónico. Só que já vi botas da tropa com mais talento.
Sem imagem de perfil

De MJP a 26.01.2012 às 20:09

Também não gostei de ler alguns tratamentos superficiais. Será que ninguém acha estranho que um PR viva de reformas? Se calhar pensam que acumulam com a remuneração das funções que desempenha. Esse é o mal e a causa de toda esta confusão.
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 28.01.2012 às 14:05

Francisco, o link daqui do blog, para os seus posts dá erro... fale como o João para ver isso. Bjs

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se Portugal é um pseudo país não sei o que estás c...

  • Rui

    Quantas ligações OPO-LIS estão previstas. Já viu? ...

  • Rui

    Total desconhecimento da realidade económica do pa...

  • Rui

    Verdade, desde que seja um hub. Por acaso o senhor...

  • Anónimo

    concordoPor isso eu tenho a ideia que a democracia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D